28 julho, 2011

Soja: frete de MT até porto de Santos custa 18% do valor exportado

A maior rota de escoamento de soja do Brasil é porto de Santos, responsável pelo embarque de 64% do total exportado este ano, até junho. O preço do frete, partindo de Rondonópolis, para este porto ficou em média 18% do valor total recebido pelo exportador este ano.

Traduzindo esses números, o valor que o exportador recebeu no porto em junho foi em média R$ 773/t. Já o valor cobrado no frete para transportar o grão da base ao porto foi R$ 142/t. Em relação a junho do ano passado houve uma redução de 4 pontos percentuais na "mordida" do frete sobre o preço pago ao exportador, quando o valor pago pela tonelada no porto era R$ 666 e o valor do frete estava em R$ 147/t. No pico da safra deste ano (março), o frete chegou a valer 20% do valor pago pela tonelada embarcada no porto.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações das cooperativas brasileiras crescem 37,7%

Mais uma vez, as cooperativas brasileiras bateram um recorde. No primeiro semestre de 2011, o setor registrou crescimento de 37,7% nas vendas aos países estrangeiros, no comparativo ao mesmo período do ano anterior. No total, foram exportados US$ 2,7 bilhões de janeiro a junho deste ano. Já em 2010, o valor foi de US$ 1,993 bilhão. As quantidades exportadas também fecharam com aumento de 11,19%, contabilizando 4,2 milhões de toneladas. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Metrô: 60 das 62 estações têm mapa desatualizado

O Metrô de São Paulo cresce, mas os mapas para situar os passageiros no sistema continuam mostrando uma rede menor. A reportagem visitou as plataformas de todas as 62 estações das cinco linhas e só em duas, as mais novas, encontrou painéis que mostravam todas as paradas.

Uma das estações com mais problemas é a Santa Cecília, na Linha 3-Vermelha. Lá, nenhum dos seis painéis exibe a Linha 4-Amarela, aberta em maio de 2010, nem a extensão final da 2-Verde, entre Tamanduateí e Vila Prudente, que passou a operar há 11 meses.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

ANP registra crescimento de 5,6% na venda do etanol em MT

Pelo menos 416,31 mil metros cúbicos de etanol foram vendidos, ano passado, em Mato Grosso. De acordo com um novo estudo da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a quantidade é 5,68% superior em relação a 2009, quando as vendas atingiram 393,94 mil metros cúbicos.

Os dados fazem parte do Anuário Estatístico Brasileiro do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis e é o segundo maior da região Centro-Oeste, ficando atrás apenas de Goiás, onde a alta foi de 10%. Em Distrito Federal houve redução de 43,96% e, em Mato Grosso do Sul, de 19,09%. Em relação a 2001, o aumento foi de aproximadamente 825,33%, já que na ocasião, foram vendidos 44,99 mil metros cúbicos do combustível no Estado.

O mesmo estudo aponta que o preço médio do etanol, calculado com base nas informações repassadas pelas distribuidoras, fechou em R$ 1,70/litro, segundo menor valor, já que em Goiás fica a frente (R$ 1,60). Em Mato Grosso do Sul o preço médio somado foi de R$ 1,82 e, no Distrito Federal, R$ 2,01). Há nove anos, o mato-grossense pagava, em média, R$ 1,07 pelo litro do combustível.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

25 julho, 2011

Objeção ao subsídio do etanol cresce nos EUA

Embora a perspectiva de sensível redução dos subsídios destinados ao etanol produzido a partir do milho seja algo muito próximo, a indústria norte-americana não dá trégua à sua batalha pelo fim desses subsídios e se utiliza das mais diferentes ferramentas para demonstrar o real efeito dessa política no bolso do consumidor - em especial no preço das carnes, que têm subido continuamente desde 2010.

Dentro desse objetivo, o setor acaba de lançar um novo site com o slogan "Milho para alimento, não para combustível", através do qual desenvolve campanha que visa a atrair consumidores pró-movimento contra o etanol de milho. Paralelamente, o site mostra os desdobramentos enfrentados pelos produtores de carnes, ovos e leite com a concessão de pesados subsídios à indústria do etanol.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações de Portugal para Moçambique rondam os 150 milhões de euros por ano

O ministro do Estado e dos negócios Estrangeiros de Portugal, Paulo Portas, revelou, este Domingo, 24 de Julho, que as exportações de Portugal para Moçambique rondam os 150 milhões de euros por ano e referiu que cerca de 20 mil portugueses estão registados em Moçambique.

Portugal continua a figurar como o principal investidor em Moçambique, de acordo com dados do Governo moçambicano. Paulo Portas disse, este Domingo, 24 de Julho, em Maputo, que Moçambique é um destino essencial das empresas portuguesas.

Sobre a crise económico-financeira que afecta Portugal, o ministro do Estado e dos negócios Estrangeiros disse que o povo português vai saber ultrapassá-la.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Aeroporto de Congonhas opera com mais quatro aparelhos de raio X

O Aeroporto de Congonhas, zona sul de São Paulo, opera a partir desta segunda-feira com quatro novos aparelhos de raio X para inspeção de passageiros na área de embarque.

Segundo a Empresa de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), não houve mudança na tecnologia dos aparatos - todos no aeroporto funcionam com a mesma sensibilidade. Atualmente, Congonhas tem no total 10 equipamentos. Com a nova aquisição, o principal objetivo é garantir fluidez no processo de check-in. Nesta manhã, Congonhas opera normalmente.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

TESC vai oferecer transporte ferroviário de contêineres

Terminal localizado no Porto de São Francisco do Sul firma parceria com a Brado Logística para viabilizar transporte pela malha ferroviária

O TESC – Terminal Santa Catarina e a Brado Logística uniram forças com objetivo de viabilizar o transporte ferroviário de contêineres dry e reefer para o porto de São Francisco do Sul, o que pode reduzir em até 20% o custo com transporte de cargas em contêineres, comparando com o transporte rodoviário, além de garantir mais segurança. A alternativa também reduz significativamente o número de caminhões na rodovia, contribuindo para a redução das emissões de CO2.

Esta malha ferroviária atenderá, a princípio, os exportadores de Lages (SC), Ponta Grossa (PR), Cambe (PR), Cascavel (PR) e, após 90 dias, Telêmaco Borba (PR).  O tempo de deslocamento será de no máximo 96 horas e durante o percurso a composição fará uma pausa para que os contêineres reefers sejam ligados e recuperem o frio.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

11 julho, 2011

Agronegócio de São Paulo exporta US$ 9,9 bi

As exportações do agronegócio paulista cresceram 14,2%, para US$ 9,92 bilhões, no primeiro semestre de 2011, se comparadas com as do mesmo período de 2010, de acordo com o Instituto de Economia Agrícola (IEA-Apta). Como as importações cresceram bem mais (36,8%), para US$ 4,91 bilhões, o saldo comercial do setor ficou em US$ 5,01 bilhões (1,8% inferior ao do primeiro semestre de 2010).

Ainda assim, o agronegócio, mais uma vez, impediu que o comércio exterior paulista fosse bem mais deficitário, de acordo com os pesquisadores José Sidnei Gonçalves e José Roberto Vicente. Isto porque as importações paulistas nos demais setores - excluídos os agronegócios - somaram US$ 34,73 bilhões, para exportações de US$ 17,17 bilhões, o que gerou déficit externo desse agregado de US$ 17,56 bilhões.

As cadeias de produção do agronegócio apresentaram saldo comercial crescente, de US$ 5,69 bilhões no primeiro semestre de 2010 para US$ 6,13 bilhões em igual período deste ano. "Esses indicadores são menores quando se considera toda amplitude das transações setoriais, cujo saldo recua de US$ 5,10 bilhões nos primeiros seis meses de 2010 para US$ 5,01 bilhões em igual período de 2011."

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Setor automotivo se destaca nas exportações

Dentre as exportações  de Nova Odessa, destacam-se as peças automotivas, principalmente os diversos tipos de pistão para motor, que respondem por US$ 77,4 milhões. Já os países que mais exportam para as empresas de Nova Odessa são a Alemanha (US$ 13,6 milhões em 2010), a Itália (US$ 11 milhões) e os Estados Unidos (US$ 9,7 milhões), seguidos por Argentina, Índia e China. -

Além de comemorar a retomada do ritmo de exportações pré-crise, o coordenador municipal de Desenvolvimento, Dimas Starnini, destacou que boa parte das importações feitas ano passado pelas empresas de Nova Odessa são bens de capital, ou seja, máquinas e equipamentos como teares, motores etc. "Isto significa que nossas empresas estão aumentando sua capacidade produtiva, modernizando seu parque fabril e, portanto, apostando no aumento da produção", salientou. "Nossas empresas do ramo têxtil também importaram bastante fio de algodão, que estava em falta no mercado interno, e fibras sintéticas para a produção de tecidos."

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Infraero aponta irregularidades no entorno do Castro Pinto

O Superintendente Regional do Nordeste da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Fernando Nicácio, Filho acompanhado do Coordenador Geral de Meio Ambiente da Infraero, Fernando Nahum veio do Recife para um Seminário no Auditório do Aeroporto Presidente Castro Pinto, na Grande João Pessoa, e discorreu sob o tema: Área de Segurança Aeroportuária. Durante o Seminário uma denúncia é que está sendo construído um auditório do Campus de Santa Rita pela Universidade Federal da Paraíba em plena área de entorno do Aeroporto o que num futuro próximo pode ocasionar a interdição do nosso terminal aéreo.

Outros problemas que surgem no aeroporto é o acúmulo de lixo e esgoto de residências próximas. Medidas urgentes foram solicitadas junto às Prefeituras de Santa Rita, Bayeux e João Pessoa.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Déficit de etanol deve superar 25%

Mantidas as recentes taxas de evolução do setor sucroalcooleiro, nas próximas cinco safras haverá um déficit de mais de 25% da oferta de etanol em relação à demanda. A produção anual estimada será de 780 milhões de toneladas de cana, enquanto o mercado só estará bem atendido com um mínimo de 980 milhões de toneladas.

Na extensão do cenário para dez safras, a situação tende a se agravar. Em 2021, a oferta brasileira de etanol estará 40% menor que a necessidade do mercado. A safra será de 970 milhões de toneladas para um consumo superior a 1,3 bilhão de toneladas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Governo recebe hoje lances para leilão do trem bala

O governo resolveu manter para hoje o prazo final de entrega dos envelopes com as propostas de empresas interessadas no leilão do trem-bala - que irá ligar Rio de Janeiro, Campinas e São Paulo. Na terça-feira, o iG apurou que a Casa Civil havia decidido suspender pela quarta vez o processo de concorrência, pois temia a falta de participantes. No fim da semana, porém, o governo mudou de ideia e manteve o prazo previsto.

A decisão foi tomada após uma série de reuniões no Palácio do Planalto que se estenderam até o fim da noite de sexta. O governo preferiu não adiar o leilão após obter a informação de que pelo menos um consórcio de empresas estaria presente na concorrência. Na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a reportagem apurou que, mesmo assim, não está totalmente descartada a possibilidade de nenhuma empresa participar. Se isso ocorrer, nova data será marcada.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística