30 março, 2011

Obama quer cortar importações de petróleo em um terço

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai apresentar hoje um programa de segurança energética que deve incluir a meta de reduzir as importações de petróleo em um terço na próxima década.

Num discurso que está marcado para as 11:30 na Universidade de Georgetown, Obama deve incentivar as companhias petrolíferas norte-americanas a aumentar a sua produção para atingir esse objectivo.

A apresentação de propostas de segurança energética nos Estados Unidos surege num momento de alta dos preços do petróleo, que ultrapassou os 115 dólares, devido à onda de revoltas no Médio Oriente e agravadas pela incursão dos aliados na Líbia.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Porto privado terá investimentos de R$ 2,3 bilhões

O Porto de Santos deverá ter a capacidade triplicada de acordo com os planos do governo federal de investir R$ 1,5 bilhão até 2014, mas a operação portuária deverá ficar ainda maior graças aos projetos privados que estão sendo tocados na Baixada Santista. O Embraport é um deles.

A construtora Norberto Odebrecht e a Global Port World, empresa pertencente à autoridade portuária de Dubai, iniciaram a implantação do Embraport em agosto de 2006. A construção do terminal portuário em si começou na virada de 2007 para 2008. São 803 mil metros quadrados, divididos em três grandes áreas, localizados no Guarujá, uma das cidades da Baixada Santista. O acesso ao terminal é feito pela rodovia Piaçaguera-Guarujá. “Em outubro do ano passado, a construção foi intensificada e estamos a todo o vapor”, avisa Regina Tonelli, gerente de qualidade do Embraport. A previsão é de que a primeira fase do terminal comece a operar em 2013.

Segundo Regina, as áreas são separadas por um rio e por uma ferrovia. Na área norte ficará a administração, o acesso e os portões; na central, haverá um pátio ferroviário e um armazém de carga; enquanto na sul será construído o cais de 1.100 metros, dois píeres para líquidos, tancagem para líquidos e um espaço para atividades retroportuárias de 340 mil metros quadrados, para armazenamento de cargas em geral.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Linha 4 do metrô deverá enfrentar lotação nos próximos dias

Os trens da Linha 4 – Amarela devem ficar lotados a partir dos próximos dias. É o que espera a ViaQuatro, concessionária da linha, com a inauguração da estação Butantã, ocorrida na última segunda feira.

Segundo a companhia, de 19 mil usuários diários, a nova linha do metrô deve passar a receber 54 mil pessoas por dia.

A expectativa é que o período com mais passageiros seja o da manhã, por conta da chegada de estudantes da USP. Uma linha de ônibus que liga a universidade à parada Butantã foi criada.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

28 março, 2011

Nevoeiro provoca cancelamentos e atrasos em aeroporto do Rio

Desde o início da manhã desta segunda-feira, o aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, opera por instrumentos para pousos e decolagem devido a um nevoeiro. Segundo a Infraero (estatal que administra aeroportos), dois voos atrasaram e seis foram cancelados.

Três voos cancelados tinham como destino a cidade de São Paulo e a de Ribeirão Preto (313 km de SP). Outros três chegariam dos mesmos lugares. Não há informações sobre voos desviados para o aeroporto internacional Tom Jobim (Galeão).

No final de semana, a nebulosidade chegou a atrasar a abertura do aeroporto Santos Dumont, que abriu às 7h30, duas horas depois do previsto. De acordo com a Infraero, o aeroporto Tom Jobim não teve problemas por conta do nevoeiro.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Dilma deve viajar hoje para Portugal, onde fica até quarta

A presidenta Dilma Rousseff deve viajar nesta segunda-feira (28) à noite para Portugal, onde fica até quarta-feira (30). Ela vai acompanhar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que será homenageado por três instituições portuguesas. Lula e Dilma desembarcam em Lisboa no momento em que os portugueses buscam o fim do impasse em torno de uma crise política e econômica no país.

Dilma tem reuniões com o presidente português, Aníbal Cavaco Silva, e o primeiro-ministro demissionário, José Sócrates. Ele renunciou ao cargo no último dia 23. Sócrates reagiu à decisão do Parlamento português de rejeitar uma série de medidas de austeridade.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Governo busca saída para conter aumento do etanol

A Unica confirmou que 30 usinas do centro-sul do País, responsáveis por 12% das moagens da região, entraram em operação para antecipar suas produções - São Paulo

Diante do forte aumento no preço do etanol e da possível falta do produto no mercado nacional durante a entressafra, o governo volta a encarar a possibilidade da redução dos atuais 25% de álcool anidro misturado a gasolina. Além disso, a pressão sobre as montadoras deve aumentar.

Uma fonte do setor sucroalcooleiro disse que a União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica) não concorda com esta possibilidade. A medida, segundo o Ministro da Minas e Energia, Edison Lobão, logo após a reunião no dia 16 com a Unica, não é desejada pelo governo. Lobão, no entanto, não descartou a hipótese.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Participação da BRF nas exportações de aves in natura chega aos 46%

Dados extraídos do balanço da BRF permitem concluir que em 2010 a empresa foi responsável por quase a metade das exportações brasileiras de carnes avícolas in natura.

Os dados anuais da SECEX/MDIC mostram que no exercício passado o Brasil exportou 3,539 milhões de toneladas de carnes avícolas in natura – cerca de 98% desse volume estando representado pela carne de frango e o restante pela carne de peru. Como as exportações de carnes de aves in natura da BRF somaram 1,640 milhão de toneladas, corresponderam a 46,34% do total apontado pela SECEX/MDIC.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportação de calçados recua 44% no bimestre

O primeiro bimestre de 2011 não agradou em nada o setor industrial brasileiro de calçados. Em relação a igual intervalo do ano passado, houve recuos respectivos de 32% e 15% na quantidade de pares vendidos para o exterior e no valor total faturado em dólares.

A queda nas exportações dos dois principais estados produtores do Brasil foi determinante para o desempenho negativo, especialmente, em um deles, o Ceará. Por aqui, o baque foi de 44% em pares exportados e 21% em dólares ganhos. No Rio Grande do Sul, o outro grande expoente do setor, a retração foi de 28% e 20%, respectivamente. Para se ter uma ideia da proporção da perda é necessário consultar os números absolutos.

No acumulado entre janeiro e fevereiro deste ano, deixaram de ser exportados quase 11 milhões de pares de calçados ante igual período de 2010. Isso significa uma diferença de quase US$ 50 milhões para menos no caixa das fábricas. O impacto no resultado nacional se deve, em sua maior parte, pelo baixo desempenho nas vendas cearenses para o mercado internacional.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

24 março, 2011

Aperto sobre os importados

O governo vai apertar a fiscalização dos produtos importados e deve aumentar a lista de itens que precisam passar necessariamente pelo canal vermelho da Receita Federal, que define a checagem obrigatória nas alfândegas. Além disso, nas próximas duas semanas, será divulgada uma lista com artigos que só poderão entrar no país após um rigoroso processo de certificação.

´O Inmetro fará uma fiscalização maior das normas técnicas dos importados`, disse o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, após a reunião do Grupo de Avanço da Competitividade (GAC).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Indústria têxtil registra aumento de 25% nos produtos

A indústria têxtil registra aumento de 25% nos produtos em consequência da alta no valor do algodão na safra 2009/2010, acumulada em 166%. Além do acréscimo no último ano, a Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) prevê valorização de mais 20% para compensar o impacto do reajuste da commodity, responsável por cerca de 40% do custo de produção dos tecidos. Em Mato Grosso, algumas empresas já sentem os reflexos e amargam queda nas vendas.

O presidente do Sindicato das Indústria de Vestuário de Mato Grosso (Sindivest), Sérgio Antunes, explica que o repasse ao consumidor é inevitável e que a tendência é que os preços continuem em ascensão. Segundo ele, nas empresas onde não houver redução na qualidade os produtos ficarão mais caros. "Não há como absorver tudo, nem repassar tudo também. Porém parte destes incrementos já foram transferidos ao preço final do produto, mas em menor escala".

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Estação de metrô levará boom imobiliário ao Butantã

A abertura da estação Butantã (zona oeste) do Metrô na próxima segunda e a Operação Urbana Vila Sônia, projeto que a prefeitura irá enviar à Câmara ainda neste ano, provocarão um verdadeiro boom imobiliário na região, segundo a Folha de S.Paulo.

A operação possibilita que empreiteiras interessadas em construir edificações além do limite permitido pela lei de zoneamento possam comprar títulos para isso. Prédios mais altos significam mais espaços disponíveis para venda e, consequentemente, recursos para pagar o investimento e lucro.

Em 2010, o Butantã ficou em 42º lugar entre os 96 distritos pesquisados pelo Secovi (Sindicato da Habitação).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Intermodal South America cresce com o fim da crise

1. Mesmo com o aumento da taxa de juros, o acesso ao crédito é inquestionavelmente mais atraente para o consumidor, o que pressiona toda a cadeia de produção. A necessidade por sistemas/soluções de distribuição que atendam à essa demanda de consumo é um dos grandes desafios das empresas.

2. Essas empresas têm que se preocupar com o seu próprio core business, o que coloca em destaque a figura do operador logístico, seja o especializado em cargas específicas ou o de carga geral.

3. Segundo dados preliminares, a economia brasileira ultrapassou a da França e do Reino Unido em paridade de poder de compra e é agora a 7ª maior economia mundial.

4. Balança: As exportações de US$ 16,733 bilhões registradas em fevereiro de 2011 foram recorde para o mês na série histórica. O mesmo ocorreu com as importações, que chegaram a US$ 15,534 bilhões, e, portanto, com a corrente de comércio (a soma das exportações e importações), que foi de US$ 32,267 bilhões.

5. Os recordes também se repetiram na análise do primeiro bimestre do ano (exportações de US$ 31,947 bilhões, importações de US$ 30,325 bilhões e corrente de comércio de US$ 62,272 bilhões). O superávit bimestral (US$ 1,622 bilhão) também foi o melhor dos últimos três anos, (US$ 210 milhões em 2010 e US$ 1,231 bilhão em 2009).



Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

22 março, 2011

Obras da BR-448 causam queixas de moradores em Esteio e Sapucaia

As obras da BR-448 em Esteio e Sapucaia têm causado transtornos aos moradores. Poluição sonora, alta velocidade dos caminhões, o impacto na pavimentação pública e poeira são alguns dos problemas enfrentados pelas comunidades. Em virtude disso, a prefeitura de Sapucaia do Sul suspendeu a licença ambiental da empresa que retira areia da zona rural da cidade para as obras. Conforme o prefeito Vilmar Ballin, será proposto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) a construção de alternativas que não gerem um impacto tão grande à população de Sapucaia, como a construção de uma rota alternativa para caminhões. Em Esteio, também está sendo construída uma rota alternativa.

Movimento - Conforme a professora Eli Maria Farenzena, 49, moradora do bairro Novo Esteio, em Esteio, diariamente transitam pela Avenida Celina Kroeff caminhões carregados de aterro para a construção da BR-448. "Sei da importância dessa obra, mas precisamos de uma alternativa. O ideal é que os veículos levassem o aterro por outra via." A professora conta que em apenas uma hora chegam a passar cerca de 300 veículos na avenida.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Alta Floresta: madeira e carne impulsionam exportações

As exportações de produtos altaflorestenses cresceram 177,96% no primeiro bimestre já que a balança comercial contabilizou, neste período, US$ 4,4 milhões. No ano passado, chegou a US$ 1,6 milhões, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

O cenário é oposto ao de outras cidades do Nortão como Sinop, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum, onde as exportações caíram, no bimestre, quando relacionado com 2010. Somente em fevereiro, de acordo com o ministério, os negócios com as vendas ao exterior somaram US$ 2,3 milhões ( 126,75% superior ao mesmo período do ano passado). 

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Mais 100 mil pessoas vão superlotar a Linha Verde do metrô

O funcionamento das estações Tamanduateí e Vila Prudente, que passaram a funcionar das 4h40 às 21h, inclui na Linha 2-Verde mais 100 mil passageiros por dia, um acréscimo acima de 20% sobre o movimento registrado no período de testes, que começou em 2010.

Com o aumento, as 14 estações que compõem o trecho irão passar a transportar cerca de 540 mil passageiros por dia. O acréscimo de gente deve aumentar a superlotação dentro dos trens, já que, desde o ano passado, a linha opera no limite: desde o ano passado, o número de passageiros por metro quadrado já chega a 5,9 por m2.

De acordo com padrões internacionais, o nível máximo de desconforto é de 6 usuários por m². Na CPTM, a média é de 6,5 passageiros por m2. Já na linha 3-Vermelha, a mais lotada do sistema, espremem-se 10,9 pessoas em cada m².

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

21 março, 2011

Barack Obama deixa hotel em Copacabana rumo à Base Aérea do Galeão

Depois de dois dias no Brasil, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deixa o país na manhã desta segunda-feira (21). O avião Air Force One, que transporta o chefe de Estado, deve partir da Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, às 9h20min. O presidente e sua comitiva deixaram o hotel Marriot, em Copacabana, zona sul do Rio, de carro, por volta das 8h20min em direção ao estádio do Flamengo, na Gávea, onde vão embarcar em um helicóptero que os levará à Base Aérea do Galeão.

Obama segue para Santiago, capital do Chile, onde continua sua viagem à América Latina. Lá, Obama se encontrará com o presidente Sebastián Pinhera, com quem deve assinar acordos de cooperação econômica. O presidente norte-americano janta em Santiago e amanhã (22) segue para El Salvador, onde deve ficar menos de 24 horas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações portuguesas para o Brasil crescem 28%

As exportações portuguesas para o mercado brasileiro subiram cerca de 28% nos primeiros dois meses deste ano, somando US$ 101 milhões, de acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil (MDIC).

Em fevereiro Portugal exportou para o Brasil bens no valor de US$ 51,3 milhões, o que corresponde a um crescimento de 3% face a janeiro e a uma subida de 7% em comparação com fevereiro de 2010.

Na pauta dos produtos que o Brasil mais comprou a Portugal nos primeiros dois meses de 2011 a liderança vai para o azeite, como vem sendo costume. Os azeites, nas suas várias referências (virgem ou refinado, por exemplo), representaram mais de 29,4% do total das vendas lusas para o Brasil em janeiro e fevereiro, contra 28% no mesmo período do ano passado.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Ceará vai importar castanha

A importação de castanha de caju in natura da África, autorizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), deve assegurar o funcionamento das indústrias, a manutenção de empregos e o cumprimento dos contratos de exportação para 40 países.

Indústrias de processamento de castanha de caju do Ceará estimam receber em torno de 30 mil toneladas (t) até agosto. A operação utiliza pela primeira vez uma estratégia comercial de compra in loco e entrega o produto sem a participação de intermediários.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

17 março, 2011

Ceará destinará R$ 588 milhões na ampliação do Porto de Pecém

O governo estadual do Ceará prepara-se para gastar até R$ 588,4 milhões na expansão do porto de Pecém, situado em São Gonçalo do Amarante (CE). Tal montante - que se espera reduzir com a realização de uma licitação - foi divulgado nesta terça-feira, 15/3, em audiência pública de apresentação do projeto. O valor será empregado principalmente na construção de 2 novos berços de atracação para a Companhia Siderúrgica do Pecém, que ainda será construída. A Siderúrgica do Pecém terá capacidade para produzir 6 milhões de placas de aço anuais. A expectativa é que seja erguida em 2013. Enquanto a siderúrgica não fica pronta, no entanto, os novos berços serão usados para escoar os grãos que chegarão à Pecém através da ferrovia Transnordestina, a qual também está sendo instalada.

O governo local, por sinal, já planeja uma nova rodada de ampliação do porto, provavelmente para 2013 ou 2014. A idéia é prepará-lo também para atender à refinaria de Pecém, que está sendo levantada e estará funcionando em 2017, com capacidade para processar 300 mil barris de petróleo. O secretário de Infraestrutura do Ceará, Adail Fontenele, falou da urgência da obra: "A refinaria estará pronta em 2017, e já em 2016 precisamos estar preparados para testar suas instalações. Mas os píeres dela não serão longos, então estou confiante que seremos capazes de construí-los em tempo hábil para tanto".

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Entressafra garante preço em alta do álcool combustível

O ritmo de comercialização de etanol no mercado paulista voltou a ficar mais lento na semana passada, segundo informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Mesmo com a menor demanda por parte de distribuidoras, os Indicadores dos etanóis continuaram em alta, impulsionados pela baixa oferta, devido à entressafra na região Centro-Sul. Entre 9 e 11 de março, o Indicador semanal Cepea/Esalq do etanol anidro na usina foi de R$ 1,4535/litro (sem impostos), alta de 1,73% frente ao da semana anterior. Para o hidratado, o Indicador Cepea/Esalq foi de R$ 1,3754/litro (sem impostos) na usina, elevação de 2,6% no mesmo período.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Economia do CE cresceu 7,9% em 2010

O Ceará está cerca de R$ 10 bilhões mais rico. O valor corrente do PIB (Produto Interno Bruto) a preço de mercado no Estado no ano passado é de R$ 74,9 bilhões. Em 2009, a produção de riquezas somava R$ 64,7 bilhões. Os dados são preliminares e foram divulgados ontem pelo Ipece (Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará). Em 2010, o PIB do Estado a preços de mercado cresceu 7,9%, superando mais uma vez a média nacional que foi de 7,5%. A preços básicos, a taxa de crescimento do Ceará foi de 7,0%, acima da taxa brasileira, que foi 6,7%.

No último trimestre do ano passado, o crescimento do PIB no Estado desacelerou, aumentando 5,4%. No terceiro trimestre, a alta havia sido de 7,6%. No segundo, de 7,2%. Nos primeiros três meses, de 8,2%.

Na análise da década, de 2000 a 2010, o PIB do Estado apresentou resultado maior que o País em oito anos, com exceção de 2004,2005 e 2007.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

CPTM:1.577 falhas, ou uma a cada 3.677 km

Entre 1.º de novembro e 31 de janeiro, as composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) registraram 1.577 falhas em 197.661 viagens. Segundo a empresa, em 2010 o indicador Mean Kilometer Between Failure (MKBF), que mede a quantidade de falhas por km rodado pelos trens, registrou uma falha a cada 3.677 km.

Em dez anos, o número de problemas nos trens da CPTM caiu. Em 2001, o MKBF era de 1.675 km - ou seja, as falhas eram mais frequentes, pois ocorriam em um intervalo menor de circulação. No entanto, a própria companhia já registrou MKBF melhor, de uma falha a cada 3.956 km, em fevereiro de 2005. O valor ainda é menor que o registrado nas composições da Trensurb, em Porto Alegre - 1 por 3.750 km.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

16 março, 2011

Diretor da IATA alerta para a necessidade urgente de investimentos em infraestrutura

Giovanni Bisignani, que estará na Airport em abril, destaca ainda as vantagens da privatização

"Terminais em 13 dos 20 maiores aeroportos brasileiros não comportam a demanda atual. São Paulo, que responde por 25% do tráfego do Brasil, está em estado crítico, com serviços que não correspondem aos padrões internacionais". O alerta foi feito nesta terça-feira, 15, por Giovanni Bisignani, diretor da International Air Transport Association - IATA, durante um encontro realizado no Centro Britânico, em São Paulo (SP).

Bisignani parabenizou a Presidente Dilma Rousseff por alocar esforços estratégicos para a aviação como forma de preparar o País para sediar os eventos esportivos que receberá nos próximos anos. Para o diretor Geral da IATA, a criação de uma Secretaria de Aviação Civil com status de ministério é uma oportunidade de alavancar as mudanças necessárias para melhorar a competitividade da indústria aeroportuária.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Sinop: exportações caem 74% no bimestre

A venda de produtos sinopenses para o mercado exterior alcançou, no primeiro bimestre, US$ 6,2 milhões em negócios, valor 74,51% inferior ao mesmo período de 2010, quando foi de US$ 24,4 milhões, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Somente em fevereiro, os negócios somaram pouco mais de US$ 4 milhões. A redução é de 64,31% ante ao mesmo período do ano passado.

Carnes desossadas de boi são os principais itens enviados a outros países. As negociações atingiram US$ 2,8 milhões (46,08% do total). Em seguida aparece o milho em grão (exceto para semeadura), com US$ 1,6 milhão. O terceiro item mais vendido é tripa de boi congelada e defumada, com US$ 605,2 mil. Na lista há ainda a venda de madeiras compensadas e serradas, além de outras partes do boi.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Viagem de Obama ao Brasil tem focos econômico

A três dias da chegada ao Brasil do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, os assessores que preparam a visita a Brasília e ao Rio de Janeiro confirmam que a viagem tem três focos: econômico, político e social. O viés econômico é estimulado pelo crescimento brasileiro, gerando possibilidades de parceria e cooperação, o político é causado pelo papel do país na América Latina e o social tem como base as questões comuns que unem os dois povos.

O presidente visita o Brasil com uma comitiva que reúne cerca de mil pessoas, entre assessores, seguranças, empresários e equipe de apoio. Obama  traz ainda a mulher, Michelle, e as filhas Malia, de 10 anos, e Sasha, de 7. Enquanto o presidente estiver em compromissos de trabalho, a primeira-dama e as crianças terão uma agenda à parte, incluindo passeios no Jardim Botânico e Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

Oficialmente, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, afirmou que Obama, na sua primeira visita à América Latina – ao Brasil, ao Chile e a El Salvador no período de  19 a 23 de março – vai tratar de uma “grande variedade de temas”. A relação inclui questões econômicas, a geração de emprego por meio da intensificação do comércio e das parcerias, a cooperação nas áreas de energia e segurança, os valores compartilhados e outros assuntos de importância regional e mundial.


Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Déficit em conta é de US$ 113,3 bi no trimestre nos EUA

As exportações de petróleo e alimentos pelos Estados Unidos ajudaram a estreitar o déficit em conta corrente no fim de 2010. Segundo informou nesta quarta-feira (16) o Departamento do Comércio, o déficit em conta corrente no país caiu para US$ 113,3 bilhões no quarto trimestre de 2010, ante US$ 125,5 bilhões no terceiro trimestre. O déficit do quarto trimestre correspondeu a 3% do Produto Interno Bruto (PIB), abaixo dos 3,4% do PIB do terceiro trimestre. A previsão dos economistas era de que o déficit do quarto trimestre cairia para US$ 110 bilhões.

A conta corrente do balanço de pagamentos é uma medida ampla das relações do país com o exterior. O resultado inclui o saldo da balança comercial e da balança de serviços, entre outros. O déficit em conta do terceiro trimestre foi revisado em baixa: o total informado anteriormente foi de US$ 127,2 bilhões. Em todo o ano de 2010, o déficit subiu para US$ 470,2 bilhões, ante US$ 378,4 bilhões em 2009. Foi a primeira elevação anual do déficit desde 2006.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Soja de Mato Grosso tem parcela de baixa qualidade industrial

Mato Grosso, maior Estado produtor de soja do Brasil, está colhendo a safra 2010/11 da oleaginosa em meio a um clima mais chuvoso que o normal para esta época do ano, o que leva à perda de qualidade e de preço para o produto, indicam avaliações técnicas.

Cerca de 30 inspeções em lavouras de diferentes propriedades na região de Primavera do Leste, na parte centro-sul do Estado, uma das principais áreas de cultivo no Mato Grosso, indicaram elevados índices de umidade na soja que está sendo colhida e presença, ainda que menos frequente, de grãos sem qualidade para o processamento e mesmo grãos brotando no pé.

Ainda que os produtores estejam conseguindo obter uma produtividade considerada quase normal para a região, em torno de 55 sacas por hectare, estão ocorrendo grandes descontos por parte das tradings na entrega das cargas, já que uma parte considerável da soja possui umidade bastante acima do padrão. 

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

15 março, 2011

Preço das importações sobe 1,4% em fevereiro nos EUA

Os preços das importações norte-americanas subiram mais que o esperado em fevereiro, puxados pelos custos de energia, bens industriais e alimentos. Segundo informou nesta terça-feira (15) o Departamento do Trabalho, o preço dos bens importados pelos Estados Unidos subiram 1,4% em fevereiro ante janeiro. Na mesma base de comparação, os preços haviam avançado 1,3% em janeiro ante dezembro - dado revisado ante a alta de 1,5% anunciada originalmente.

Em cinco meses até fevereiro, os preços das importações subiram 7%. Economistas esperavam que os preços dos bens importados em fevereiro crescessem 0,9%. Já os preços das importações de petróleo avançaram 3,7% em fevereiro ante janeiro e 20,6% em relação a fevereiro do ano passado. Excluindo petróleo, os preços dos bens importados avançaram 0,6% em relação a janeiro e 3,6% em relação a fevereiro de 2010.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Ministro garante R$ 30 mi para o Porto do Pecém

Mais R$ 30 milhões serão aplicados nas obras de ampliação do Porto do Pecém pelo governo federal. "Esses recursos são para ser executados neste ano. Serão destinados à continuação da ponte principal e dos dois novos berços de atracação de navios, que estão em andamento", garantiu o ministro dos Portos, Leônidas Cristino, ontem, em sua passagem pelo Ceará. No total, a expansão do principal terminal portuário cearense já conta com R$ 500 milhões, sendo os demais R$ 470 milhões recursos oriundos do governo estadual.

No Estado, o titular da Secretaria Especial de Portos (SEP) realizou um sobrevoo ao Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), na manhã de ontem, juntamente com o secretário de Infraestrutura, Adail Fontenele. Do alto, ele conferiu o andamento da ampliação do quebra-mar (que passará dos atuais 12 metros para 32 metros de extensão), a construção da ponte de acesso de 1.600 metros sobre o atual quebra-mar e os dois novos berços de atracação do porto. Devidamente pavimentado e asfaltado, o espigão de pedras será transformado em uma via com estrutura para suportar trânsito contínuo e pesado de grandes caminhões, para o transporte de placas de aço, de minério de ferro e carvão, de contêineres de cargas em geral.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Safras ruins e alta provocam reajuste no litro do etanol na Capital

Abastecer o veículo tem trazidos péssimas surpresas nas últimas semanas. Ontem o Sindicato dos Postos de Combustíveis de Mato Grosso do Sul anunciou novo reajuste na gasolina e no etanol. Segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, o consumidor pagava em média R$ 1,98 pelo litro do etanol, e desde ontem está pagando R$ 2,10, ou seja, 6% de aumento. Já a gasolina teve acréscimo de 2,2% e passou a custar R$ 2,75 o litro, seis centavos a mais do que custava na semana passada.

Em três semanas o preço da gasolina subiu 3,3% para o consumidor. Já o etanol teve aumento de 8,2%. Porém, os motoristas que possuem carros flex ainda têm a possibilidade de escolher qual combustível é mais vantajoso em cada período do ano.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil teve maior crescimento nas exportações do quarto trimestre de 2010

Estudo divulgado, nesta segunda-feira (14/3), pela Organização Mundial do Comércio (OMC) mostra que, entre um grupo de economias avaliadas, o Brasil teve o maior crescimento das exportações. Levando em consideração o último trimestre (outubro a dezembro) de 2010, as vendas brasileiras ao mercado externo cresceram 38% na comparação com o mesmo período de 2009, enquanto a média mundial ficou em 17%.

A expansão brasileira superou o crescimento das exportações indianas (28%) e chinesas (25%). Na sequência, os países que aparecem no estudo da OMC são Japão (19%), Estados Unidos (18%) e Rússia (18%). Entre as regiões, as Américas do Sul e Central apresentaram maior crescimento (25%), acompanhada da Ásia (23%), da África e Oriente Médio (21%) e da América do Norte (18%).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

14 março, 2011

Azul investirá US$ 850 mi em 40 novos turboélices

Com metas ambiciosas, a Azul Linhas Aéreas anuncia planos de gastar US$ 850 milhões na compra de 40 ATRs 72-600, aeronaves francesas modernas na categoria de turboélices. Hoje, executivos da companhia afirmam que a Azul possui 7,3% do mercado nacional de aviação e, até o final deste ano, esperam elevar esse percentual para mais de 10%.

Paulo Nascimento, diretor Comercial, de Marketing e TI da Azul, afirmou, em Foz do Iguaçu (PR), durante a inauguração da nova linha da empresa, que a ideia é diversificar. "Estamos focados também na classe média tradicional, a B, que no Brasil ainda voa muito pouco: só 27% das pessoas deste grupo social já pegaram um avião", conta.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

D&A cresce acima da média catarinense em janeiro

As importações da D&A em janeiro de 2011 somaram US$ 9,5 milhões (FOB), mais de 80% a mais do que o mesmo mês de 2010, quando o número atingiu US$ 5,1 milhões (FOB). A meta para este ano é crescer mais de 50% no resultado total com foco na qualidade do atendimento e no crescimento dos clientes

Em janeiro de 2011, o estado de Santa Catarina importou US$ 462,8 milhões (FOB) – um crescimento de 13,86%. Esta foi a média de expansão das empresas catarinenses. O bom momento atingiu em cheio a D&A Comércio Exterior. A empresa cresceu bem acima da média catarinense, com um acréscimo de 83,84% no montante importado. Enquanto, em janeiro de 2010, a empresa importou US$ 5,1 milhões (FOB), em janeiro deste ano o valor passou os US$ 9,5 milhões (FOB).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Preço do etanol varia até 10,58% em Fortaleza

Se antes do carnaval os preços dos combustíveis já estavam mais elevados, passada a folia, os motoristas ainda enfrentam o mesmo problema e precisam pesquisar mais na tentativa de economizar. Percorrendo 25 postos em diversos bairros de Fortaleza, O POVO constatou que, em média, os valores do etanol (álcool combustível) variam 10,58%, de R$ 1,89 a R$ 2,09, uma diferença de R$ 0,20. Já a gasolina obteve variação de 4,4% entre R$ 2,67 e R$ 2,79.

Em janeiro do ano passado, o álcool chegou a custar em média R$ 2,20. A expectativa é de que o combustível volte a esse patamar, já que o açúcar está a um preço atrativo no mercado internacional e os usineiros preferem produzi-lo em detrimento do etanol, segundo o presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Ceará (Sindipostos), Guilherme Meireles. “Ninguém pode ficar a mercê desse mercado”, reclamou.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Mais produção e exportação de soja

A soja já começou a ser colhida nos principais estados produtores do Brasil e a safra deve avançar 2,3%, possibilitando exportações maiores. Levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indica uma colheita de 70,3 milhões de toneladas no Brasil este ano. O aumento da exportação do complexo soja (farelo, grão e óleo), em volume, deve ficar próximo a este crescimento de safra, segundo o secretário executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), Fabio Trigueirinho. A estimativa da instituição é de 3,4%.

Já a receita com exportações do complexo deverá avançar de US$ 17,2 bilhões na safra passada para US$ 21,8 bilhões nesta, com crescimento de 26,7%, segundo a Abiove, impulsionado principalmente pelos preços elevados no mercado internacional. E a instituição prepara ainda uma revisão da estimativa de exportações de grãos para cima, segundo Trigueirinho, o que vai elevar a previsão de receitas do complexo.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

11 março, 2011

Longas esperas causam transtorno no Porto de Paranaguá

Longas esperas causam transtorno no Porto de Paranaguá, no Paraná. Existem duas filas: uma, no mar, dos navios que precisam descarregar os fertilizantes importados, e outra na estrada, dos caminhões que levam os grãos para exportação.

Uma espera longa e cansativa. A fila de caminhões até o Porto de Paranaguá já chega a 20 quilômetros. Em vez de transportar a soja, o milho e outros produtos agrícolas, a safra fica parada na estrada. “Tem um pátio para três mil caminhões, mas cinco mil descem ao dia. Não tem o que fazer”, afirmou Roger de Melo, caminhoneiro.

Etevaldo Boaventura enfrenta o cansaço, a fome e o sono. “Um lugar deste aqui não tem onde comer, onde tomar banho, é uma situação muito delicada, uma pouca vergonha. Ainda por cima estamos no início de safra, imagina mais pra frente como vai ficar”.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Até os grandes produtores já importam café do Brasil

Alguns dos principais concorrentes do Brasil na produção mundial de café estão vindo ao país se abastecer da commodity. No ano passado, por exemplo, quatro dos cinco maiores produtores, depois do Brasil, importaram café brasileiro. Segundo dados do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), Vietnã (2º), Indonésia (3º), Colômbia (4º) e Índia (6º) importaram juntos 136,2 mil sacas, 17% mais que 2009. Entre os grandes produtores globais de café, o único que não importou do Brasil em 2009 e 2010 foi a Etiópia, quinto maior produtor mundial.

Por enquanto, nos dois primeiros meses de 2011, Colômbia e Indonésia são, entre os maiores produtores globais, os países que já importaram café brasileiro. Juntos, os dois compraram quase 20 mil sacas, praticamente o mesmo volume do mesmo período do ano passado. Só a Indonésia importou 18 mil sacas.


Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Aeroporto opera visualmente na manhã desta sexta-feira

O Aeroporto Internacional de Campo Grande opera visualmente na manhã desta sexta-feira (11). De acordo com a Infraero, apenas um atraso foi registrado durante a madrugada. O voo 5503 da TRIP procedente de Curitiba (PR) estava previsto para pousar na Capital às 23h50min e pousou às 00h27min. Ainda de acordo com a Infraero, não houve nenhum cancelamento.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Concessionárias investem em TI nas rodovias paulistas

A concessionária CCR, responsável pelo trecho oeste do Rodoanel Mario Covas, e a Rodovias Tietê iniciaram a implantação de soluções de tecnologia da informção (TI) nas áreas que administram.

No caso da CCR, a empresa vai reforçar a segurança dos empreendimentos por meio de um sistema de administração de túnel fornecido pela empresa espanhola Telvent baseado na tecnologia SCADA (controle de supervisão e aquisição de dados, na sigla em inglês). Assim, os operadores centralizarão a gestão de forma integrada tanto da infraestrutura quanto do tráfego do túnel com o auxílio de controle de detecção de incêndio, sistema de sinalização de emergência e segurança, circuito interno de TV, sistemas de mensagens e rede de comunicação.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Governo cria comissão para acompanhar compra de mais 60 trens para SuperVia

O governo criou ontem a comissão que acompanhará a compra de mais 60 trens para a SuperVia. O edital de concorrência internacional para aquisição das composições deve ser lançado até junho. O estado já tem aprovada uma linha de financiamento de US$ 600 milhões com o Banco Mundial para aplicar na ferrovia, mas depende de uma autorização do Congresso Nacional.

Com isso, o governador Sérgio Cabral conclui a compra de 90 trens para a concessionária. O investimento faz parte do pacote de R$ 1,25 bilhão que o governo aplicará na empresa. Em troca, a SuperVia se comprometeu a aplicar o mesmo montante na ferrovia para obter a renovação da concessão por mais 25 anos, até 2048.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

10 março, 2011

Os BRICs São a Locomotiva para os Países Subdesenvolvidos

O Brasil, a Rússia, a Índia e a China estão a fazer a principal contribuição para o crescimento da economia dos países pouco desenvolvidos, conclui o Fundo Monetário Internacional (FMI). Segundo os peritos, os BRICs, aos quais recentemente aderiu a África do Sul, vão reforçar a sua influência no tempo mais próximo, concorrendo com os líderes tradicionais – os EUA e a UE.

O FMI confirmou aquilo de que os economiastas têm falado há muito tempo. Os principais países emergentes do mundo – o Brasil, a Rússia, a Índia e a China vão se tornando novos centros da influência política e econômica. Os dados da África do Sul não foram examinadas pois juntou-se aos BRICs há pouco tempo. Segundo as estimativas dos analistas da FMI, os membros da organização contribuem mais para o desenvolvimento dos países pouco desenvolvidos do que os EUA, a Europa e outros países desenvolvidos. O Brasil, Moscou, Deli e Pequim estão ativos a estabelecer contactos com os países africanos, asiáticos e latinoamericanos, assinala o perito e professor da Escola superior de economia Andréi Súzdaltsev.

A influência do capital chinês na Quénia, na Tanzânia e, especialmente, no Sudão é grande. Um grande número dos chineses entram nestes países: especialistas, engenheiros, técnicos e trabalhadores. A América Latina é, sem dúvida, a esfera de influência do Brasil. Está também a reforçar a sua presença na África. Estes países passam ao uso de novas tecnologias muito rapidamente. A influência e a importância da Índia sobre a Ásia do Sul e sobre a Ásia Sudeste são enormes.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Aeroporto de Confins terá novos voos para Canadá e Bahamas

Em 15 de junho, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Grande Belo Horizonte, vai ganhar mais dois voos para o exterior. A companhia panamenha Copa Airlines vai inaugurar um voo para Toronto (Canadá) e outro para Nassau (Bahamas). Os dois voos vão ter conexões na Cidade do Panamá.

O voo para Nassau vai ter tarifa de ida e volta a partir de US$ 966 (cerca de R$ 1,69 mil) e contará com duas frequências semanais, às segundas e sábados. O horário é à 1h47. “A partir de agora, os brasileiros terão oportunidade de conhecer um verdadeiro paraíso tropical. Nas Bahamas, estão as águas mais transparentes do mundo, com visibilidade de mais de 61 metros. Há opções para prática de esportes aquáticos, pesca, além de atrativos históricos”, destaca o gerente geral da Copa Airlines para o Brasil, Marcos Calixto.

Já o voo para Toronto terá quatro frequências semanais e vai sair às terças, quintas, sextas e domingo, à 1h47. “Vamos agora oferecer a chance de os brasileiros conhecerem a maior cidade canadense e uma bela região da América Latina”, destaca Calixto. As novas frequências da Copa Airlines têm vantagens estratégicas em relação aos voos com conexão via Estados Unidos, pois dispensam a necessidade de visto americano. As bagagens são despachadas diretamente para o destino final.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

China tem déficit comercial de US$ 7,3 bi em fevereiro

A China registrou um inesperado déficit comercial de US$ 7,3 bilhões em fevereiro, o primeiro desde março do ano passado, depois de apresentar superávit de US$ 6,45 bilhões em janeiro, conforme dados divulgados pela alfândega chinesa nesta quinta-feira. A mediana das previsões numa pesquisa da Dow Jones com 13 economistas era de um superávit de US$ 3,9 bilhões. O resultado negativo se deveu basicamente a m forte declínio no crescimento das exportações em fevereiro, já que as companhias chinesas se apressaram para embarcar suas exportações em janeiro, antes da semana de feriado do Ano Novo Lunar.

"Nós acreditamos que o déficit comercial provavelmente é um fenômeno temporário distorcido pelo feriado do Ano Novo Lunar", disseram economistas do Goldman Sachs, num comunicado. "Por várias semanas depois do Ano Novo Lunar, as distorções do feriado afetam as exportações muito mais do que as importações, porque os exportadores têm uma tendência muito maior a pegar feriados prolongados", afirmaram.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações alemãs diminuíram 1% em Janeiro

A Alemanha registou decréscimo de 1% nas exportações de Janeiro, face ao valor de Dezembro de 2010, segundo dados oficiais - corrigidos da sazonalidade e das variações de calendário – publicados esta quinta-feira pela agência federal de estatística.

As importações pagas pela maior economia da Europa cresceram 2,3% no mês, face a Dezembro de 2010. De acordo com o relatório da Destatis, cujos dados ainda são provisórios, as vendas germânicas cresceram 24,2%, em base de variação homóloga, com as importações a progredirem 24,1% face a Janeiro de 2010. Assim, a Alemanha contabilizou um excedente comercial de 10,1mil M€ em Janeiro de 2011, mais forte do que os 8,1 mil M€ em igual mês do ano passado. Corrigindo da sazonalidade e das variações de calendário, o excedente comercial alemão é estimado em 11,8 mil M€ (Janeiro 2011).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Indústria vai importar peças, e não brinquedos da China

A Estrela, maior fabricante nacional de brinquedos, planeja diminuir a participação dos importados entre os produtos que oferece ao mercado. Segundo o presidente da Estrela, Carlos Tilkian, cerca de 40% do faturamento atual equivale ao brinquedos trazidos do mercado externo. "Vamos diminuir essa participação em 10% este ano. Para 2012, a projeção é trabalhar com menos de 20% da receita atrelada aos importados", afirma Tilkian.

O presidente da Estrela diz a mudança é decorrente principalmente da entrada em vigor da nova alíquota de 35% sobre o brinquedo importado. "Agora será mais vantajoso para nós trabalharmos apenas com alguns componentes de brinquedos, que serão provenientes de importação", diz Tilkian.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

01 março, 2011

PIB da Itália acumula alta de 1,3% em 2010

A economia da Itália cresceu 1,3% em 2010, após ter registrado uma contração de 5,2% em 2009, segundo informou hoje a agência nacional de estatísticas. A desaceleração do Produto Interno Bruto (PIB) em 2009 foi revisada ante um cálculo anterior, que apontava contração de 5%. A agência informou ainda que a dívida pública do país aumentou para 119% do PIB no fim de 2010. O déficit orçamentário caiu para 4,6% do PIB no ano passado, ante 5,4% em 2009.

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do país subiu 0,3% em fevereiro ante janeiro e avançou 2,4% em relação a fevereiro do ano passado. A taxa anual foi a maior desde novembro de 2008. O núcleo do CPI, que exclui alimentos e energia, subiu à taxa anual de 1,7% em fevereiro, após elevação de 1,4% em janeiro. Os preços do segmento de energia, que respondem por cerca de 8% do CPI, avançaram 0,7% em fevereiro ante janeiro e 9,8% na comparação com fevereiro de 2010. A taxa de desemprego do país se manteve em 8,6% em janeiro, o mesmo índice de dezembro, mas acima dos 8,3% de janeiro do ano passado.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Superávit comercial é de US$ 1,199 bi em fevereiro

A balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 1,199 bilhão em fevereiro, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (1) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). No mês, as exportações somaram US$ 16,733 bilhões, com média diária de US$ 836,7 milhões, enquanto as importações chegaram a US$ 15,534 bilhões, com média de US$ 776,7 milhões. Em fevereiro de 2010, a balança havia registrado superávit de US$ 389 milhões.

Assim como em janeiro, o ritmo de crescimento das exportações voltou a superar o das importações no mês passado, invertendo a tendência verificada em todo o ano de 2010. Em relação à média diária de embarques de fevereiro do ano passado, houve crescimento de 23,5%. Ante janeiro deste ano, houve aumento de 15,5%. Nas importações, o valor foi 18,4% superior à média registrada em fevereiro de 2010 e 10,3% superior ao apurado em janeiro.

Com o primeiro resultado semanal deficitário em fevereiro, o resultado fechado do mês ficou abaixo do piso de US$ 1,3 bilhão previsto em coleta feita junto a 17 analistas pelo Na quarta semana de fevereiro, a balança comercial brasileira teve déficit de US$ 399 milhões. Entre os dias 21 e 27, as exportações totalizaram US$ 3,704 bilhões e as importações, US$ 4,103 bilhões. Na quinta semana (dia 28), houve superávit de US$ 41 milhões, com US$ 730 milhões em vendas e US$ 689 milhões em compras do exterior.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Crise pode afetar exportações de Mato Grosso

A crise políticas nos países árabes, que começou no Egito e está se alastrando por vários outros, ainda não teve impacto para as exportações de Mato Grosso, pelo menos até o saldo de janeiro já divulgado no mês passado. Mas, se a convulsão se prolongar, poderá gerar perdas para a economia do Estado, com a redução das vendas de vários produtos, especialmente carnes, soja e seus derivados, principalmente o óleo.

No ano passado, Mato Grosso exportou para o bloco “Oriente Médio” US$ 771,62 milhões, o que gerou participação de 9,13% sobre o total de 2010, em US$ 8,45 bilhões. Comparando o intercâmbio realizado no ano passado com o contabilizado em 2009, por exemplo, houve incremento de 18%, já que no ano anterior as exportações ao bloco somaram US$ 653,32 milhões.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Dilma: responsabilidade do cargo é como escalar Everest

A presidente Dilma Rousseff afirmou que a responsabilidade do cargo para o qual foi eleita em 2010 é como uma escalada diária do Monte Everest. Dilma inaugurou nesta terça-feira (1) uma fase mais popular do mandato, em entrevista ao programa Mais Você, da Rede Globo de Televisão. "É como se todos os dias eu tivesse que escalar um Monte Everest", disse à apresentadora Ana Maria Braga. Para Dilma, a Presidência da República "é um desafio que nunca acaba", mas "um desafio é o que pode mudar o Brasil".

Em clima descontraído, a presidente conversou também sobre a emoção que sentiu durante a posse, no dia 1º de janeiro. Classificou como "turbulenta" a sensação que teve ao receber a faixa presidencial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "É um momento muito especial. Por baixo daquela faixa tão levinha existe todo o peso e a responsabilidade de um país."

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Ibravin pede fim da guerra fiscal no vinho entre os estados brasileiros

Lideranças do setor vitivinícola entregaram reivindicações ao governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro, com destaque para o aumento do repasse ao Fundovitis e intervenção no Confaz para diminuir as diferenças de cobrança de ICMS sobre o vinho entre os estados brasileiros.

O governador Tarso Genro assegurou, na segunda-feira (28), o encaminhamento de medidas em âmbito estadual e federal para o fortalecimento da cadeia produtiva da uva e derivados no Rio Grande do Sul, em especial a vitivinicultura. “Vamos trabalhar essas questões em conjunto”, afirmou Tarso, durante audiência, no Palácio Piratini, com o presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Júlio Gilberto Fante, além de representantes do setor e da entidade, sediada em Bento Gonçalves.

No encontro, que reuniu ainda o presidente da Assembleia Legislativa, Adão Villaverde, o secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, e o coordenador executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), Marcelo Danéris, foram pontuadas três principais reivindicações referentes ao tratamento tributário do vinho, com ênfase na questão dos importados, ao incremento do Fundovitis (Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura do RS) e ao escoamento dos estoques excedentes do produto.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística