25 agosto, 2010

Superávit comercial do Japão mais do que dobra em julho

As exportações do Japão aumentaram em julho, uma vez que os embarques para a Ásia continuaram firmes, mas o ritmo de crescimento diminuiu pelo quarto mês consecutivo, despertando o temor de que a economia em geral esteja perdendo fôlego. As exportações japonesas aumentaram 23,5% no mês passado, comparadas às de julho de 2009, para 5,983 trilhões de ienes (US$ 70,797 bilhões), depois de terem crescido 27,7% em junho, disse o Ministério das Finanças. O resultado marcou o oitavo mês seguido de alta e ficou um pouco acima da mediana das previsões de economistas consultados pela Dow Jones, que era de 22,9%.

As importações cresceram 15,7%, para 5,179 trilhões de ienes (US$ 61,283 bilhões). Com isso, o superávit comercial mais do que duplicou em relação a julho do ano passado, para 804,2 bilhões de ienes (US$ 9,521 bilhões), de 365,7 bilhões de ienes, superando a expectativa dos economistas, que previam um superávit de 457 bilhões de ienes.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Previ, Petros e Funcef devem entrar no trem-bala

Os principais fundos de pensão de funcionários de estatais do País, como Petros (Petrobrás), Funcef (Caixa) e Previ (Banco do Brasil), querem criar um Fundo de Investimento em Participações (FIP) para entrar no projeto do trem-bala que ligará Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. A informação é do diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo.

Segundo ele, a ideia é que o FIP não participe do leilão marcado para 16 de dezembro, mas se associe ao consórcio vencedor, após a licitação. "Eles querem se associar ao vencedor se a proposta do consórcio atender às suas exigências de rentabilidade", afirmou Figueiredo a jornalistas ao chegar ao Palácio do Planalto para participar de reunião com a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Espanha revisa para cima retração econômica de 2009, a 3,7%

A economia da Espanha contraiu 3,7 por cento em 2009, segundo dado revisado ante a leitura preliminar de 3,6 por cento, informou a Agência Nacional de Estatísticas nesta quarta-feira.

A revisão foi resultado de uma mudança nos dados de exportações, que caíram 11,6 por cento no ano em vez da queda preliminar de 11,5 por cento.

As importações declinaram 17,8 por cento, contra a divulgação anterior de baixa de 17,9 por cento.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Equipaindustria potencializa o mercado de petróleo e gás em Santa Catarina

O mês de agosto marcou o encontro de profissionais e empresários de Santa Catarina interessados em conhecer oportunidades de negócios no setor de petróleo e gás. O evento entra para o calendário da cidade e tem data para 2011: de 16 a 19 de agosto, no pavilhão Centreventos.

O evento Equipaindustria Itajaí 2010 trouxe para a região do Vale do Itajaí empresas e entidades motivadas a conhecer e se envolver nas questões e negócios do mercado de petróleo e gás. De 17 a 20 de agosto, os 5.200 visitantes que estiveram presentes no pavilhão Centreventos, em Itajaí, encontraram uma exposição com 70 empresas do segmento, além de programadas ações de negócios com importantes parcerias como SEBRAE/SC e Petrobras. ?Um resultado maior do que estimado, porém exatamente proporcional às oportunidades que estão surgindo em Santa Catarina. Empresários puderam conhecer e, agora, começar a participar dos volumosos investimentos da cadeia produtiva de petróleo e gás?, afirma Carlos Gaspar, organizador do Equipaindustria.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Sistema de monitoramento de tráfego será licitado

Durante reunião do Conselho de Autoridade Portuária do Porto do Rio Grande (CAP/Rio Grande), realizada nesta terça-feira (24), pela manhã, na sede da Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH), em Porto Alegre, o superintendente do Porto do Rio Grande, Jayme Ramis, anunciou que será dado início ao processo para a abertura da licitação para contratação do novo sistema de monitoramento de tráfego marítimo, conhecido como VTMS. Nos próximos dias o processo será encaminhado pelo secretário adjunto de Infra-Estrutura e Logística do RS, Adalberto Silveira Netto, a Central de Compras do Estado (CECOM).

O projeto também foi tema da palestra do superintendente do Porto do Rio Grande, nesta terça-feira (24), às 15h30min, em Porto Alegre, no Congresso Internacional Navegar 2010 - Os novos caminhos do Comércio Mundial. O Sistema, que é utilizado por portos da Europa, como o de Barcelona e Roterdã, contará com investimento do Governo do Estado de aproximadamente R$ 25 milhões. De acordo com o projeto serão implantadas 18 bóias de sinalização náutica inteligentes, que reforçarão o sistema de sinalização náutica já existente. A diferença é que as novas bóias possuem sensores inteligentes e são monitoradas por radar, integradas por radiofrequência GSM e interligadas a diversas estações estrategicamente posicionadas ao longo dos canais e bacias de evolução do porto rio-grandino.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

23 agosto, 2010

Custo logístico do agronegócio sobe 147% no Brasil

A falta de alternativas para escoar a safra brasileira de grãos, que neste ano deve atingir novo recorde, provocou a explosão dos custos logísticos do agronegócio. Entre 2003 e 2009, os gastos de transporte saltaram, em média, 147%, enquanto a inflação subiu 48%. Nos Estados Unidos e na Argentina, principais concorrentes do País, o avanço foi de 16% e 35%, respectivamente, segundo dados da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

O aumento nos custos é decorrente de uma série de fatores, como estradas sem condições de tráfego e malhas insuficientes de ferrovias e hidrovias. Junta-se a isso o fato de o agronegócio avançar fortemente para áreas mais afastadas do litoral e com infraestrutura ainda mais precária que o resto do País. Hoje, a Região Centro-Oeste é responsável por 35% da produção nacional de grãos. Mas a maioria da safra é exportada pelos portos do Sul e do Sudeste, quando a lógica seria escoar pelos terminais da Região Norte.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil cresce 8,4% no 1º semestre, maior ritmo desde 1995

A economia brasileira cresceu 8,4% no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2009, segundo pesquisa da empresa de análise de crédito Serasa Experian, divulgada nesta segunda-feira (23). Trata-se da maior taxa de expansão desde os 9,5% registrados para o período em 1995.

A atividade da indústria foi a que puxou a expansão do PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas por um país) para cima. O setor agropecuário também teve desempenho satisfatório, com crescimento de 7,5% no primeiro semestre. Já o setor de serviços teve alta mais modesta, de 5,5% frente aos seis primeiros meses de 2009.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Lula gira o Brasil e só passa um dia em Brasília


Nesta segunda, o presidente Lula abriu a agenda às 5h da manhã, para pedir votos para Dilma Rousseff na porta da Mercedes, em São Bernardo – e escapou das restrições da lei eleitoral, que impedem que ele faça campanha em horário de trabalho.

Esta semana, Lula se muda de volta para o Palácio do Planalto, que passou por ampla reforma. Na reabertura da sede do governo, o primeiro visitante ilustre deve ser o presidente Guiné Bissau, Malam Bacai Sanhá. No entanto, a agenda do presidente prevê viagens a 4 estados e uma permanência relâmpago no novo Palácio.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Portos deixam de embarcar 900 mil toneladas de açúcar devido a chuva


Por conta das persistentes chuvas nas regiões litorâneas do Sudeste e do Sul do país, já deixaram de ser embarcadas ao exterior, em agosto, cerca de 900 mil toneladas de açúcar nos portos de Santos (SP) e de Paranaguá (PR), as principais saídas do produto brasileiro ao exterior. Desde meados de julho, filas de navios vem se formando nos dois portos por conta da elevada demanda pelo produto brasileiro. A ocorrência das chuvas agravou esse congestionamento, uma vez que o mau tempo obriga os navios a suspenderem o carregamento.

Segundo levantamento da Kingsman do Brasil, entre 1º e 16 de agosto foram exportados nos dois portos 1,2 milhão de toneladas da commodity, volume que foi de 2,129 milhões de toneladas em igual intervalo de 2009. Aos preços médios exportados em julho, o volume de 929 mil toneladas que não foi embarcado está avaliado em US$ 400 milhões.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Rondonópolis: exportações acumulam queda 13%


As exportações de produtos industrializados em Rondonópolis, entre janeiro a julho, acumulam queda de 13,25% comparado com o mesmo período do ano passado. Conforme dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, neste ano os negócios chegaram a US$ 511,2 milhões enquanto, nos sete meses do ano passado, foram de US$ 589,2 milhões.

A relação dos produtos exportados por Rondonópolis é composta por 28 itens. O bagaço e outros resíduos da extração de soja somam US$ 336,9 milhões em negócios, o que corresponde a 65,91% do total. A venda de grãos de soja aparece em seguida, com US$ 68,8 milhões.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

20 agosto, 2010

Pré-sal elevará aportes a R$ 85 bi por ano

O Brasil deverá investir  R$ 170 bilhões por ano em infraestrutura até 2014. Deste montante, os projetos de petróleo e gás deverão ser responsáveis por cerca de 50% do total, capitaneado pelos aportes para a exploração das reservas da camada pré-sal. Essa é a estimativa do presidente da Associação Brasileira da Infraestura e Indústrias de Base (Abdib), Paulo Godoy. Segundo o executivo o restante deverá ser dividido entre projetos geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, transporte e logística, saneamento e telecomunicações.

Para ele, essa perspectiva de investimentos beneficiará toda a cadeia de fornecimento de equipamentos e serviços e servirá para, até mesmo, atrair novas empresas para o Brasil. Ele citou que as regiões que mais deverão sentir o efeito positivo dos aportes começam em Santos e São Sebastião (em SP) e sobem a costa abrangendo a área litorânea na qual se estende a megarreserva.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Demanda chinesa e estiagem na Rússia podem aumentar exportações brasileiras de soja

O produto agrícola é o mais comercializado no mundo, com vendas acumulando, anualmente, US$ 78 bilhões. “E é mais que provável que possamos aumentar ainda mais a nossa participação no mercado”, disse hoje, 19 de agosto, o secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Célio Porto. A avaliação foi feita a participantes do Fórum Internacional de Produtores de Soja &  Cia (Soybean Forum), realizado em Salvador (BA).

De acordo com o secretário, alguns fatores devem puxar as exportações do grão. A crescente demanda de alimentos em nações em desenvolvimento, como a China,  e os problemas climáticos na Rússia, que recentemente suspendeu as vendas internacionais de grãos por conta da estiagem, são oportunidades para o Brasil. “Experiências anteriores nos mostraram que medidas desse tipo desestimulam a produção local e aumentam a necessidade de importação”, comentou Célio Porto, na abertura do Soybean Forum, representando o ministro Wagner Rossi.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Cinco municípios representam 35% da exportação de Mato Grosso

Nos setes primeiros meses do ano, Mato Grosso comercializou US$ 1,8 bilhões com o mercado externo, sendo US$ 500 milhões, quase metade da quantidade, de responsabilidade da economia de Rondonópolis. Em segundo lugar (US$ 369 milhões), seguido de Nova Mutum (US$ 360 milhões), Cuiabá (US$ 326 milhões), e Sorriso (US$ 258 milhões).

Quadro apresenta mudanças de posição entre alguns municípios, como Cuiabá que no mesmo período de 2009 ocupava o quinto lugar.  A capital teve aumento de 11% em produtos exportados.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Porto do Rio Grande participa do Navegar 2010

De 24 a 26 de agosto, a partir das 13h30min, nos Armazéns A e B do Porto de Porto Alegre, o Porto do Rio Grande estará participando do Congresso Internacional Navegar 2010 – Os novos caminhos do comércio mundial. No evento, além de estar incluído na programação oficial, o porto rio-grandino terá um estande, onde apresentará as suas novidades e atrativos.

No primeiro dia do Navegar, às 15h30min, o superintendente do Porto do Rio Grande, Jayme Ramis, estará apresentando o painel O Porto do Rio Grande e seu Controle de Tráfego Marítimo. Também no dia 24 de agosto, às 10h, no auditório da Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH), em Porto Alegre, acontece a 174ª reunião ordinária do Conselho de Autoridade Portuária do Porto do Rio Grande (CAP/RG).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

19 agosto, 2010

Sobretaxa para calçados importados será ampliada a países asiáticos

Será ampliada a outros países asiáticos a cobrança de sobretaxa para calçados importados. A decisão tomada na terça-feira pela Câmara de Comércio Exterior (Camex) atende a pedido de industriais do setor, que denunciavam triangulação.

Pela decisão da Camex, a sobretaxa já em vigor vai incluir importações de produtos, partes, peças e componentes de terceiros países, “quando a venda desses bens estiver frustrando a defesa comercial”. A Associação Brasileira da Indústria de Calçados (Abicalçados) monitorou importações e apontou a prática de triangulação. Desde a implantação da taxa extra de US$ 13,85 por par de sapato importado da China, verificou aumento da entrada de calçados e partes de outros países asiáticos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações retomam ritmo pré-crise

A atual situação econômica do Brasil denota que o setor de exportação caminha sobre os reflexos, ainda presentes, da crise financeira mundial que atingiu a economia no final de 2008. Consequentemente, Bauru passa a sentir essa tendência mercadológica em seu setor de exportações e o panorama de desenvolvimento surge mais sólido e assemelha-se ao período pré-crise.

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria do Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento Industrial brasileiro, os resultados obtidos com a exportação em Bauru, entre os meses de janeiro e julho de 2010, colocam a cidade no 50º lugar em volume de exportações entre as cidades do Estado de São Paulo. Além disso, ao comparar esses valores com o mesmo período de 2009, Bauru apresenta um crescimento de 65,51% no total de exportações e a conquista de 10 posições no ranking estadual.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Importação e exportação têm novas regras

Adicionar legenda
A realização de consultas técnicas sobre importação e exportação de animais, vegetais, seus produtos e subprodutos, bem como de insumos agropecuários, ficou mais ágil.  As novas regras para os procedimentos de consultas, publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (18), determinam que elas sejam ser protocoladas, primordialmente, nas unidades do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) em portos, aeroportos, postos de fronteira ou aduanas mais próximas do demandante, capazes de produzir respostas mais rápidas. “O objetivo é garantir agilidade nas respostas das áreas técnicas às consultas recebidas em todos os estados”, informa o coordenador-geral do Vigiagro, Oscar de Aguiar Rosa Filho.

“As consultas sobre as mercadorias que estão sob fiscalização deverão ser submetidas à análise técnica dos fiscais federais agropecuários dos setores animal e vegetal das próprias unidades”, acrescenta Rosa. As demandas não resolvidas serão submetidas aos técnicos da Superintendência Federal de Agricultura no estado. Os pedidos sem amparo normativo para deliberação serão encaminhados à Coordenação-Geral do Vigiagro, em Brasília. “Muitas pessoas não conheciam esses trâmites e encaminhavam os pedidos para a sede do Ministério da Agricultura, dificultando o processo, que poderia ser solucionado no local de origem da demanda. A partir de agora, vamos harmonizar as informações em todo o País”, finaliza Oscar Rosa.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

18 agosto, 2010

Suspensa cobrança de sobretaxa em contêineres

A Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) obteve uma liminar que suspende a cobrança de sobretaxas na movimentação de contêineres no Porto de Paranaguá.

O problema apareceu há algumas semanas, quando cinco grandes armadores empresas que fazem o transporte marítimo passaram a cobrar uma taxa adicional que varia de US$ 150 a US$ 250 por contêiner, reduzindo a competitividade do terminal paranaense.

Empresas que usam o Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) para suas operações internacionais passaram a ser cobradas pelos armadores Hamburg Süd, Aliança, Maersk, MSC, CMA/CGM e PIL por itens descritos como "sobretaxa de congestionamento" ou "sobretaxa de reposição de contêineres".

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logísitca

Efeito Rússia é gatilho para preço do trigo

Os preços dos derivados do trigo começam a refletir o efeito da suspensão das exportações de grãos pelos russos. Calcula-se, para esta semana, que a farinha registre avanço entre 15% e 20%; o pão francês entre 7% e 10% e a massa seca, 10%. Desde o fim de junho, quando teve início a forte onda de calor na Rússia - e países vizinhos como Ucrânia e Cazaquistão - trigo, milho e soja subiram 70%, 15% e 10%, respectivamente, na Bolsa de Chicago.

Moscou havia avisado que iria suspender os embarques e, no último domingo, colocou em prática a proibição das vendas externas dos cereais. Por conta do clima, o governo russo estima que a perda nos grãos pode chegar a 25%. Seguindo a mesma tendência, ontem, o Ministério de Política Agrária da Ucrânia anunciou que reduzirá as vendas externas de cereais a 3,5 milhões de toneladas até o fim deste ano.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logísitca

Conheça a ZPE Paulista, que será criada em Fernandópolis

A área designada em Fernandópolis para a ZPE tem 121,0 hectares e será instalada ao longo do Anel viário, que contornará a cidade, e ao longo da Ferrovia Bandeirantes – FERROBAN, na Rodovia Carlos Gandolfi, entre a Universidade Camilo Castelo Branco e a Ceagesp.

A sub-região integrada por Fernandópolis está no extremo noroeste do Estado de São Paulo. A 55 km fica a divisa de Minas Gerais, a 90 km a divisa com Mato Grosso do Sul e a 250 km de Goiás.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logísitca

China é principal importador de produtos de Lucas R.Verde

A venda de soja, milho e algodão produzidos no município de Lucas do Rio Verde para o comércio exterior, entre janeiro a julho, gerou US$ 193,3 milhões em negócios. O montante é 35,43% inferior ao mesmo período do ano passado, quando somaram US$ 299,4 milhões, aponta o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Do total de negócios, pouco mais de US$ 104 milhões foram somente com a China (que passou a ser a 2ª economia mundial) - principal importador dos produtos luverdenses -. O valor corresponde a 53,84% do total. A relação é composta ainda por pouco mais de 20 países. Holanda é o segundo na relação com negócios de US$ 32,5 milhões. Tailândia aparece em seguida com US$ 12,5 milhões e, a Espanha em quarto, com US$ 11,7 milhões. A França fica em 5° com US$ 8 milhões.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logísitca

16 agosto, 2010

Exportação de trigo está proibida na Rússia, por causa do mau tempo

 Mais um prejuízo provocado pelo mau tempo. Desde ontem, está proibida a exportação de trigo na Rússia - um dos maiores produtores mundiais do cereal.

Segundo o governo, os incêndios e a seca persistente arrasaram um terço das plantações. O objetivo da medida é evitar o desabastecimento interno e evitar a alta de preço de um item básico na alimentação dos russos.

O governo informou que os incêndios e a seca arrasaram um terço das plantações.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Tráfego cresce 93,27% em Viracopos

 O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, registrou um volume de 2,4 milhões de embarques e desembarques de passageiros no primeiro semestre deste ano. O volume é 93,27% superior ao do mesmo período do ano passado. Levantamento feito pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) aponta a que em 2009, o total de passageiros registrado no aeroporto de Campinas foi de 3.364.300 passageiros.

Em 2008, foi de 1.084.059 embarques e desembarques. Dessa forma, o crescimento de um ano foi de 210%. A perspectiva da Infraero é de até o fim de 2010 chegar a pouco mais de cinco milhões de passageiros. Dados da Infraero mostram que o movimento de passageiros em Cumbica aumentou 25% no primeiro semestre, em comparação com o mesmo período do ano passado: cerca de 12,4 milhões de pessoas passaram pelo local. Em Congonhas, o fluxo foi de 7,2 milhões.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

China ultrapassa Japão e é a segunda economia mundial

 A China superou o Japão -- que registrou crescimento de 0,1% entre abril de junho -- no segundo trimestre do ano e se afirmou como segunda maior economia do mundo.

Pequim está no caminho para confirmar-se no segundo posto também no ano de 2010, segundo o jornal norte-americano Wall Street Journal.

O periódico afirma que a ultrapassagem anual seria um feito histórico para uma economia emergente, já que seria essa a primeira vez que algo do tipo aconteceria.

O PIB japonês no último trimestre foi de 1.288 bilhões de dólares, enquanto a China registrou 1.339 bilhões. O fato de o país ter ultrapassado o Japão no período indica que são boas as chances de que o PIB japonês seja superado no final do ano.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações de soja de Sinop caem e as de milho aumentam no semestre

 A exportação de grãos e carnes produzidas pelas indústrias sediadas em Sinop, para diversos países, são 21,52% inferiores em relação a 2009, segundo o novo levantamento do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (inseridas vendas de madeiras). De janeiro a julho, as vendas no comércio exterior totalizaram US$ 93,8 milhões enquanto em 2009, resultaram em US$ 119,5 milhões.

A soja é o principal produto comercializado pelas empresas sinopenses, com US$ 69,7 milhões em negócios. No entanto, apesar de ser líder em vendas, a queda, em relação ao primeiro semestre do ano passado, é de 33,92%.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

11 agosto, 2010

Navios saltam escala no porto de Rio Grande e causam entraves às exportações do Rio Grande do Sul

Antes, era o calado. Agora, um novo capítulo da guerra fiscal entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina resultou em problemas para as exportações do Rio Grande do Sul, por conta de falhas de até 30% no cumprimento da escala de navios no porto de Rio Grande.

Esse foi um dos temas discutidos ontem no Conselho de Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado (Fiergs). O que vem preocupando empresários é a chamada “omissão” de navios, que, segundo dados da entidade, chegou a 30% em junho e a 20% em julho. Significa que quase um terço do número de navios descumpriram a escala prevista no Terminal de Contêineres, provocando atraso nos embarques de mercadorias gaúchas destinadas à exportação.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Açúcar e carnes registram principais altas nas exportações do agronegócio

As vendas internacionais do agronegócio, em julho, seguiram a tendência apontada no mês anterior, com aumento expressivo dos embarques do complexo sucroalcooleiro (44,3%) e carnes (22,4%). A balança comercial do setor, divulgada nesta quarta, dia 11, mostra que as exportações totalizaram US$ 7,329 bilhões, representando crescimento de 16,6% em relação ao mesmo período de 2009. As importações aumentaram 42%, chegando a US$ 1,13 bilhão. Com isso, o superávit do comércio de produtos agropecuários foi de US$ 6,198 bilhões, 12,87% superior ao registrado no mesmo mês do último ano.

Outros produtos que alavancaram as exportações no último mês foram os florestais (21,9%), café (32,4%), couros, produtos de couro e peleteria (31,7%) e animais vivos (65%).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Programa colombiano de etanol se inspira no brasileiro

O programa colombiano para substituição de gasolina por etanol é um bom exemplo para outros países da América Latina, na avaliação do coordenador do programa de agroenergia do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Frederique Abreu.

Abreu fez a declaração nessa terça, dia 10, após participar do 11º Encontro Internacional de Energia, onde foi apresentado o Panorama Energético das Américas e do Caribe que reúne informações sobre as matrizes energéticas dos países, o comércio internacional de energia e as políticas de promoção da produção e do uso de biocombustíveis na região.

Segundo ele, a Colômbia desenvolveu um projeto com base na experiência brasileira, mas adaptou a suas necessidades. A meta de substituição de combustível colombiana é de 10%, menor do que os 25% praticados no Brasil, o que é, de acordo com Abreu, mais factível com a realidade daquele país.

 Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Mato Grosso ganha R$ 38 milhões por exportar

Mato Grosso vai receber 34% a mais do governo federal em contrapartida pelo envio de mercadorias industrializadas. A estimativa é da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) que calcula um repasse de R$ 38 milhões em 2011 em referência ao envio de mercadorias ao exterior. Em 2010, a União passou R$ 28,7 milhões à Mato Grosso. O acréscimo é em decorrência do aumento da participação do Estado nas exportações industriais, que em 2009 foi de 1,07% e em 2010 deve alcançar 1,44%.

Este incremento é o terceiro maior do país e Mato Grosso fica atrás apenas do Tocantins e de Mato Grosso do Sul. O secretário adjunto de receita pública da Sefaz, Marcel Cursi, explica que Mato Grosso do Sul ficou à frente do Estado devido à isenção de tributos para o beneficiamento da cana-de-açúcar.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

10 agosto, 2010

Dados da Abipecs apontam queda na exportação de carne suína

O Brasil exportou um volume menor de carne de porco em julho. A queda foi de 9% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Apesar de a quantidade vendida ter caído, os dados da Abipecs, Associação da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína, mostram que o faturamento aumentou. Em dinheiro, a alta foi de quase 8% em relação aos preços praticados em julho de 2009.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Aeroporto de Porto Alegre reabre após mais de 5 horas

O Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, reabriu às 9h33 de hoje para pouso e decolagens, com operação visual. O Aeroporto ficou fechado por mais de cinco horas por causa da densa neblina que cobria a capital gaúcha. De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), das 18 chegadas programadas, oito foram canceladas e cinco sofreram atrasos superiores a meia hora. Das 30 partidas marcadas, oito foram canceladas e doze atrasaram mais de 30 minutos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Lucro da ALL mais que dobra no 2o tri, para R$136,4 mi

A América Latina Logística encerrou o segundo trimestre com lucro líquido mais que duas vezes maior que o obtido um ano antes com menores despesas financeiras e aumento da receita.

Para o atual semestre, a companhia tem "perspectivas promissoras", com o período de colheita no Brasil e a safra de meio do ano na região do Mato Grosso tendo um início forte.

"Uma grande parte da safra de 2010 deve ser exportada no segundo semestre e nossos volumes tendem a ser beneficiados por uma base mais fraca de comparação, principalmente no quarto trimestre."

A ALL teve um lucro líquido de 136,4 milhões de reais de abril a junho depois de ter um ganho de 60,1 milhões um ano antes.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Porto congestionado

O excesso de chuva e o aumento nas exportações de açúcar estão provocando enormes filas no Porto de Santos, em São Paulo. Mais de cem navios esperam uma oportunidade para iniciar o embarque.

Caminhões carregados de açúcar parados numa fila sem dia certo para descarregar. Navios na barra sem data marcada para atracar. Alguns estão parados há mais de um mês. O consumo interno nos principais países produtores de açúcar aumentou e o Brasil é hoje o único país com produto para exportar.


Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

06 agosto, 2010

China importa milho dos EUA e intriga o mundo

As primeiras grandes compras de milho dos EUA pela China em mais de uma década motivaram um debate sobre se as exportações dos principais produtos agrícolas americanos estão entrando em uma nova era dourada. Mas o lado que poderia potencialmente resolver a questão (o governo chinês) quase não fala sobre o assunto.

A euforia foi inflamada em junho, quando um navio com milho dos EUA chegou ao porto de Longkou, no nordeste da China. Foi a primeira embarcação carregada de milho americano a atracar na China em cerca de 15 anos. Ele foi seguido por outros quatro.

A China importou este ano cerca de 1,2 milhão de toneladas de milho dos EUA, o maior produtor mundial, ante um total importado de outros países de menos de 100 mil toneladas em anos anteriores.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

LLX assina acordo para comprar área portuária

A LLX Logística (LLXL3) informou hoje que assinou com a Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin) e com o Governo do Estado do Rio de Janeiro promessa de compra e venda relativa à parte dos imóveis do distrito industrial de São João da Barra, que será contíguo ao Superporto do Açu.

A LLX e suas subsidiárias adquirem direitos relativos à propriedade de aproximadamente 4.100 hectares de áreas localizadas dentro do Complexo Industrial.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportação de produtos florestais despenca

As exportações brasileiras de madeiras continuam degringolando, e os volumes de compra de seu maior cliente, os Estados Unidos, dificilmente voltarão aos níveis anteriores à crise econômica global, mostra relatório da agência das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO).

Os mercados de produtos florestais estão realmente globalizados, segundo a entidade. Não é mais necessário ter florestas para fazer esse tipo de produto. O maior exemplo disso é a ascensão meteórica da China como grande produtor, consumidor e comerciante, o que já afeta produtores tradicionais de móveis, como a Itália.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Porto Novo ganhará novo guindaste móvel

Na manhã desta quinta-feira (05), iniciou o descarregamento do mais novo guindaste que irá operar no Porto Novo do Rio Grande. O guindaste sobre-rodas, da marca Gottwald – modelo HMK 26EG, foi adquirido pelo operador portuário Vanzin Serviços Aduaneiros e será destinado a movimentação de granéis sólidos, garantindo maior agilidade as operações portuárias. O equipamento, embarcado na Alemanha no navio BBC Austrália, deve terminar de ser descarregado até o início da noite desta quinta-feira.

O guindaste de 340 toneladas possui uma capacidade de içamento máxima de 100 toneladas, com produtividade média de 1.000 toneladas/hora. Para operação de granéis sólidos o guindaste é dotado de um "grab" com capacidade média de 25 toneladas por ciclo. O novo equipamento possui uma capacidade quase cinco vezes maior do que a dos atuais guindastes sobre trilhos do Porto Novo.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

03 agosto, 2010

Investimento de estatais cresce 27% no 1º semestre e soma R$ 37,9 bilhões

As empresas estatais do governo federal investiram R$ 37,9 bilhões no primeiro semestre deste ano, o que representa uma alta de 27% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados pelo Ministério do Planejamento. Apesar do volume forte de investimentos na primeira metade de 2010, o nível de execução das ações previstas no período ficou, de forma geral, em 40% da dotação orçamentária para o ano, que é de R$ 94,4 bilhões.

Em termos nominais, a Petrobrás foi a empresa federal que mais investiu no acumulado de janeiro a junho, totalizando R$ 34,8 bilhões. Do total, um volume de R$ 16,8 bilhões foi destinado ao programa de ampliação da oferta de petróleo e gás natural e R$ 8,6 bilhões aos investimentos na área de refino de petróleo.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Lula e Cristina Kirchner conversam sobre relações bilaterais



Os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Cristina Kirchner conversarão na tarde desta terça-feira (3) sobre as relações bilaterais entre o Brasil e a Argentina, logo após o encerramento da 39ª Cúpula do Mercosul. Durante a reunião, serão anunciados oficialmente acordos e projetos comuns ao bloco, que é composto ainda pelo Uruguai e pelo Paraguai.

De acordo com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, Lula e Cristina Kirchner vão tratar da evolução dos investimentos  e das relações comerciais entre Brasil e Argentina.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Comércio exterior volta a nível pré-crise


O comércio entre o Brasil e o mundo voltou aos patamares pré-crise internacional. Em julho, exportações e importações recuperaram as perdas registradas no ano passado e atingiram US$ 33,9 bilhões, nível mais alto desde outubro de 2008.

No mês passado, as vendas ao exterior somaram US$ 17,674 bilhões, enquanto as compras ficaram em US$ 16,316 bilhões. Isso garantiu um superavit de US$ 1,358 bilhão – queda de 53,35% em relação ao verificado em julho de 2009.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Frango lidera exportações


O setor de carnes continuou a recomposição das exportações no mês passado. Além de colocar um volume maior de produto no mercado externo, a indústria está obtendo preços melhores.

Com isso, as exportações "in natura" somaram US$ 6,2 bilhões até julho deste ano, 24% a mais do que de janeiro a julho de 2009.

A carne de frango mantém a liderança, e só em julho obteve receitas de US$ 543 milhões para as vendas "in natura". Esse valor superou em 21% o de igual período de 2009. O volume, ao somar 324 mil toneladas, teve alta de 12%, segundo a Secex.


Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Finalizada dragagem de aprofundamento em Rio Grande

 O ministro dos Portos, Pedro Brito, anunciou no final da tarde da última sexta-feira (30) a conclusão da obra de dragagem de aprofundamento do Porto do Rio Grande. Na ocasião, Brito participou que a obra de Rio Grande é uma das maiores e mais importantes do Programa Nacional de Dragagem (PND). Iniciada em agosto de 2009, a dragagem coloca o porto rio-grandino entre os mais profundos do Conesul, contribuindo para consagrá-lo como um Hub Port (porto concentrador de cargas). A obra contou com investimento de R$ 196 milhões, sendo R$ 147, 5 milhões por parte da Secretaria de Portos (SEP), através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e R$ 48,5 milhões por parte do Estado do Rio Grande do Sul.

Como a conclusão dos serviços o porto passa a contar com 18 metros no canal externo (fora dos Molhes da Barra), que antes era de 14 metros. Já no canal interno (entre os Molhes da Barra e píer petroleiro) a profundidade passou dos 14 para 16 metros. O serviço foi executado pelo consórcio formado pelas empresas Odebrecht e Jan de Nul. Para realizar a obra foi usada a draga Juan Sebastián de Elcano, com capacidade de cisterna para armazenar 16,5 mil metros cúbicos de sedimento.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

02 agosto, 2010

Petróleo sobe a US$ 80,87 o barril em NY

Os contratos futuros do petróleo WTI bateram a marca de US$ 80 o barril pela primeira vez em quase três meses, puxados pelo otimismo dos investidores. Às 10h52 (horário de Brasília), os contratos futuros de petróleo com vencimento em setembro avançavam 2,43%, para US$ 80,87 o barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês).

A alta do petróleo acima de US$ 80 o barril coincidiu com fortes ganhos nos mercados de ações da Europa e Ásia, com o dólar fraco e com uma queda nos preços do ouro. Esses fatores são sinais de que os investidores estão mais interessados em comprar ativos atrelados ao crescimento econômico do que buscar a proteção de moedas estáveis e ouro.


Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportação de milho brasileiro ganha força com seca na Europa


As exportações de milho do Brasil contarão com uma demanda extra no segundo semestre, de países da União Europeia que estão vendo uma oferta menor de grãos para ração em função de uma seca que afeta lavouras da Rússia e de outras nações da região do Mar Negro, disseram fontes do mercado na sexta-feira.

O milho do Brasil, onde mais da metade da safra não é transgênica, com melhor aceitação pelos europeus, está sendo visado por empresas que deverão substituir o trigo pelo outro cereal na elaboração de ração.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportação de orgânico alcança US$ 12 milhões



 O Projeto Organics Brasil, que divulga 74 empresas brasileiras exportadoras de produtos orgânicos em feiras internacionais e eventos do setor, fechou o primeiro semestre com US$ 12 milhões em negócios. 

Segundo os organizadores do projeto, a expectativa é de uma continuidade no aumento da demanda.

O projeto negociou o equivalente a US$ 29 milhões em 2008, com a participação de 27 empresas, e US$ 36 milhões em 2009, com o salto para 74 empresas.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Etanol brasileiro não deve invadir mercado americano no curto prazo


A vigência da tarifa de US$ 0,54 por galão de etanol importado (US$ 0,15 por litro) acaba no final deste ano. Caso ela não seja prorrogada, um importante mercado será aberto para o Brasil.

Mas os Estados Unidos não devem assistir a uma enxurrada de etanol brasileiro, pelo menos no curto prazo.

O representante-chefe da Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) na América do Norte, Joel Velasco, diz que o fim do subsídio pode incentivar o aumento da produção brasileira para exportação, que teria de ser acompanhada por investimentos em logística para tornar viável o escoamento do álcool.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística