16 julho, 2010

Após quase 4 anos, radares seguem desligados nas BRs



Quase quatro anos. Com atraso na licitação dos radares, esse é o período de tempo que o Brasil vai completar neste fim de ano sem um sistema de monitoramento fixo nas rodovias federais não pedagiadas. Em 2007, os radares pararam de funcionar, com o fim do contrato das empresas. Em agos­­to do ano passado, o governo federal lançou um edital recorde de R$ 1,6 bilhão para a contratação de 2.696 equipamentos. A expecta­­tiva era que os aparelhos entrassem em funcionamento a partir do fim de 2009. Com uma enxurrada de recursos e contrarrecursos, a licitação não foi concluída até agora e as estradas permanecem sem essa fiscalização.

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Trans­­portes (Dnit), responsável pela concorrência, no último dia 24 de junho as propostas de preços foram finalmente abertas. Não hou­­ve recursos nessa fase. Desde então, a Coordenação Geral de Ca­­das­­tro e Licitações está analisando as propostas e deve emitir um relatório final até a semana que vem. Em seguida, vem a fase de publicação do resultado e posterior homologação da licitação. Os contratos são assinados e as empresas terão entre 60 e 120 dias para instalar os equipamentos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: