30 junho, 2010

Azul planeja voos regulares para países da América do Sul

Com o início de voos fretados para Buenos Aires e Bariloche, a Azul começa a planejar ligações regulares para países da América do Sul. O início dessas operações pode se dar daqui a dois anos. Em uma primeira fase, devem ser atendidas cidades do Mercosul.

Atualmente a Azul voa para 22 cidades brasileiras. Nesta quinta-feira, estreia a ligação Porto Alegre-Belo Horizonte (aeroporto de Confins) sem escala. A partir da capital mineira é possível prosseguir viagem para Recife ou Fortaleza.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Barreira argentina dificulta acordo com Mercosul


A retomada das negociações para um acordo de livre comércio entre a União Européia e o Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) está ameaçada por causa das barreiras argentinas contra a entrada de alimentos europeus em seu mercado, segundo afirmou o comissário europeu de Agricultura da UE, Dacian Ciolos. "Se persistem as medidas (de restrição ao comércio), as negociações com o Mercosul vão ser necessariamente afetadas", advertiu Ciolos, durante entrevista coletiva à imprensa, em Luxemburgo, após reunião do Conselho de Agricultura da UE.

Ciolos sugeriu ao governo argentino "ação clara e rápida" para desarmar as restrições comerciais. As declarações dele foram feitas concomitante ao início das primeiras reuniões técnicas entre os dois blocos, em Buenos Aires. A reunião de ontem é a primeira iniciativa concreta para reiniciar as conversações, interrompidas há seis anos, com vistas a alcançar um pacto de liberalização do comércio entre ambos os blocos. Contudo, o conselho de ministros da Agricultura da Europa ofuscou o encontro.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

TCU vai limitar tarifa do trem-bala em R$ 199


O Tribunal de Contas da União (TCU) fixará em R$ 199 a tarifa máxima a ser cobrada aos passageiros do trem-bala no trajeto entre Rio e São Paulo. Vencerá a concorrência para construir e operar o trem-bala, um negócio de mais de R$ 30 bilhões, quem oferecer a menor tarifa. O relatório de análise dos estudos de viabilidade do projeto será votado hoje pelo tribunal.

Grupos coreanos, japoneses, chineses, espanhóis, franceses e alemães já manifestaram interesse pelo projeto, uma das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A previsão é de que o primeiro trem de alta velocidade do País entre em operação cinco anos após o aval da área ambiental e as primeiras desapropriações de terrenos no trajeto. O percurso entre o centro de São Paulo e o centro do Rio será feito em uma hora e 33 minutos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Vendas de etanol atingem 2,1 bi de litros


As vendas de etanol por usinas do Centro-Sul cresceram em maio e totalizaram 2,15 bilhões de litros, aumento de 16,55% sobre abril. Do total vendido em maio, 199,36 milhões de litros foram para o mercado externo e 1,96 bilhão ao mercado doméstico. A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) atribui esse aumento à volta do nível de mistura do etanol anidro adicionado à gasolina, ao incremento de transferências de anidro ao Norte-Nordeste e à evolução da frota de veículos flex. 

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

29 junho, 2010

Dólar comercial abre em alta de 0,95%, a R$ 1,80

O dólar comercial abriu o dia em alta de 0,95%, negociado a R$ 1,80 no mercado interbancário de câmbio. No pregão de ontem, a moeda norte-americana fechou em alta de 0,22%, cotada a R$ 1,783. Às 10h01, a divisa registrava apreciação de 0,67%, a R$ 1,795. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o dólar com liquidação à vista abriu as negociações em alta de 1,27%, também cotado a R$ 1,80.

Hoje, a aversão ao risco no exterior renova o fôlego de alta do dólar em relação ao real, diante da apreensão dos mercados com o crescimento econômico global e da cautela com a proximidade do vencimento de uma linha de crédito do Banco Central Europeu (BCE). O pregão mais curto de ontem, por causa do jogo do Brasil na Copa do Mundo, adiou para hoje e amanhã a disputa para a formação da ptax - taxa de câmbio calculada pelo Banco Central (BC) - que liquidará os contratos futuros de julho.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

China terá medidas antidumping para produtos de aço e ferro da UE

O Ministério chinês de Comércio anunciou a imposição de medidas antidumping a produtos de aço e ferro importados da União Europeia (UE), por considerar que prejudicaram o mercado interno.

Segundo informou a agência oficial de notícias Xinhua, o Ministério de Comércio chinês indicou que serão aplicadas taxas entre 6,1% e 26% nos produtos durante um período de cinco anos.

O ministério acrescentou que a indústria nacional sofreu grandes "danos" provocados pelo dumping aplicado pela UE nestes produtos no mercado nacional.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Argentina contraria o G-20 e aperta o cerco sobre importações

O governo da Argentina pretende aumentar o cerco às importações, apesar do compromisso assumido com o Grupo dos 20 (G-20, que reúne as nações mais industrializadas e as principais potências emergentes do mundo) de não colocar barreiras ao comércio.

O aviso foi dado pelo secretário de Comércio Interior, Guillermo Moreno, que se reuniu com os empresários para dizer que só pode importar quem exportar e em proporções iguais. A Argentina está preocupada com o aumento das importações, de 72% em maio, enquanto as exportações subiram só 25%, na comparação anualizada. A ordem é evitar a redução do superávit comercial e a consequente pressão sobre o câmbio.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Economia dá sinais de desaceleração no 2º trimestre

O ritmo de atividade econômica começou o segundo trimestre deste ano em desaceleração, apontam dois indicadores divulgados ontem e que tentam antecipar o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB). O PIB mensal calculado tanto pelo Itaú Unibanco como pelo Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica tiveram acréscimo de apenas 0,1% em abril na comparação com março, descontado o comportamento normal da atividade nesse período.

Em março, o indicador da Serasa havia crescido 1,2% em relação a fevereiro e o do Itaú Unibanco, 0,7%. A alta de apenas 0,1% obtida pelo indicador Itaú Unibanco de abril foi a menor registrada nos últimos doze meses em relação ao mês anterior.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

24 junho, 2010

Exportações no Japão sobem 32,1% em maio, menor alta em cinco meses


As exportações do Japão cresceram 32,1% em maio, sustentadas pela demanda por carros e aço. Embora sólida, a taxa de crescimento foi a menor em cinco meses, levantando preocupações de que a recuperação da economia do país - baseada em exportações - pode começar a desacelerar.

Dados publicados pelo Ministério de Finanças mostram que as exportações do Japão em maio atingiram 5,311 trilhões de ienes. O crescimento de 32,1% marcou o sexto mês seguido de ganhos. Ainda assim, ficou abaixo da previsão de analistas ouvidos pela Dow Jones, de aumento anual de 37,2%, e da alta de 40,4% registrada em abril. Economistas esperam que as exportações desacelerem mais em junho.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Contra as barreiras argentinas


Quatro ministros do Brasil e da Argentina se reúnem hoje (24/06), em São Paulo, em meio aos rumores sobre as barreiras impostas informalmente pelo país vizinho à entrada de alimentos importados. A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e a Câmara de Importadores da República Argentina (Cira) se contradizem sobre a vigência das restrições - já desmentidas categoricamente pela presidente Cristina Kirchner.

O fato é que o déficit comercial da Argentina com o Brasil alcançou US$ 919 milhões nos cinco primeiros meses do ano e supera em 24% o saldo negativo registrado em todo o ano passado. As autoridades argentinas se preocupam com o resultado, que acompanha a rápida deterioração do comércio exterior do país. Até maio, há superávit de US$ 6,1 bilhões. Enquanto as exportações cresceram 17% na comparação anual, contudo, as importações subiram 44%.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Economia deve crescer 7,1%


A economia brasileira deverá crescer 7,1% em 2010, segundo pesquisa feita pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) com 30 departamentos econômicos de bancos entre os dias 17 e 21.

A estimativa é superior à de 6,3% apurada no levantamento de maio. Crescimento definido como explosivo pelo economista e professor da Unesp (Universidade Estadual Paulista), Valdemir Pires.


Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Investimento da Wilson, Sons fortalece Polo Naval em Rio Grande


Mais um passo será dado para o fortalecimento e a consolidação do Polo Naval do Porto do Rio Grande. Nesta quinta-feira (24), às 13h30min, a governadora do RS, Yeda Crusius, fará o descerramento da placa comemorativa ao lançamento das futuras instalações do estaleiro do grupo Wilson, Sons.  O empreendimento faz parte dos R$ 13 bilhões em investimentos e da geração de 12 mil empregos previstos para a área naval de Rio Grande até 2015.

O novo estaleiro, que se unirá na construção naval ao Estaleiro Rio Grande 1 e 2 (ERG1 e 2) e a área da Quip, teve sua implantação possível devido as tratativas junto ao Governo Estadual que é responsável pela administração do porto rio-grandino.  Dessa forma, com o auxilio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seinfra), foi aprovada a alteração do zoneamento do Porto do Rio Grande e a doação do terreno ao Grupo Wilson, Sons, o que viabilizou a instalação do estaleiro na área do Superporto. Da mesma forma, também foi viabilizada a instalação do ERG1 e 2, no Superporto, e da Quip, no Porto Novo.  
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

23 junho, 2010

Estado de São Paulo não cumpre metas de transportes


O governo paulista só conseguiu cumprir 14 das 30 metas na área dos transportes metropolitanos previstas para 2009 no Plano Plurianual 2008-2011, ou seja, 46,6% do total.

Um exemplo é a Linha 2-Verde, que teve apenas 14,7% da obra concluída, quando a meta era 38%. Na Linha 5-Lilás, foram implantados 9,5% dos 25% previstos no trecho entre o Largo 13 e a Chácara Klabin. Nos trens, a situação não é diferente.

Nenhuma das metas de modernização da CPTM foi cumprida. Segundo o relatório, a intenção é “diminuir o intervalo médio entre os trens em 25%” e ampliar a oferta de lugares de 70 mil para 140.500 por hora.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

TAM firma acordo com empresa de trens alemã

A TAM acaba de anunciar uma parceria de interline inédita com a empresa de trens alemã Deutsche Bahn. Agora, os passageiros da companhia aérea podem adquirir bilhetes de trem para viagens em trechos dentro da Alemanha quando comprarem suas passagens aéreas.

"Esta é a primeira vez que combinamos dois tipos de transportes em acordos interline. Basta trocar o e-ticket pelo bilhete de trem nos terminais eletrônicos disponíveis no aeroporto de Frankfurt", declarou Paulo Cezar Castello Branco, vice-presidente Comercial e de Planejamento da TAM. A Deutsche Bahn proporcionará aos passageiros da TAM conexões a partir de Frankfurt para as principais cidades alemãs, como Nuremberg, Stuttgart, Munique, Dresden, Leipzig, Berlim, Hamburgo, Hanover, Dortmund, Düsseldorf e Colônia, possibilitando o trânsito entre mais de 5.700 estações ferroviárias no país europeu. 

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Petrobrás adia oferta de ações para setembro


Com maioria de votos entre os acionistas da Petrobrás, o governo conseguiu aprovar ontem o aumento de capital da estatal, considerado necessário para o cumprimento do plano estratégico de US$ 224 bilhões para os próximos cinco anos, divulgado na segunda-feira. No fim da noite, porém, a estatal decidiu adiar o processo para setembro.

O motivo do adiamento é a demora da Agência Nacional do Petróleo (ANP) em contratar uma auditoria para certificar 5 bilhões de barris em reservas do pré-sal que serão vendidos à empresa. O adiamento, cujo risco já vinha sendo alertado por envolvidos na operação, tornou aparente uma falha de estratégia do governo.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Vopak Brasil ampliará em 41% a capacidade no porto Aratu (BA)


Com inauguração prevista para março de 2011, empresa anuncia investimento em terminal localizado na Bahia, que terá mais 13 tanques, um acréscimo de 26.300 metros cúbicos à capacidade instalada no local

Atenta ao crescimento do mercado brasileiro, a Vopak Brasil acaba de anunciar mais um importante investimento, desta vez no porto de Aratu, na Bahia. Com previsão de inauguração para março de 2011, o terminal terá mais 13 tanques, que atenderão empresas químicas da região, adicionando 26.300 metros cúbicos à capacidade atual (64.300m3), um aumento de 41%.

Simultaneamente, a empresa iniciou um segundo projeto em Aratu. Trata-se de um processo de reconfiguração ou atualização de unidades industriais na área 1 do Terminal Aratu. O objetivo é otimizar e modernizar a operação dos 36 tanques, tornando a operação mais ágil e racional, colaborando  para aumentar a performance e a eficiência da planta.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

22 junho, 2010

Importações recuaram 12,7% na semana passada

Na terceira semana do mês, a balança comercial registrou superávit de US$ 806 milhões, com média diária de US$ 161,2 milhões. No período, as exportações somaram US$ 4,075 bilhões (média diária de US$ 815 milhões) e as importações US$ 3,269 bilhões (média diária de US$ 653,8 milhões). A corrente de comércio chegou a US$ 7,344 bilhões (média diária de US$ 1,468 bilhão).

As exportações foram 6,4% menor que a observada até a segunda semana do mês. A retração foi justificada pela queda dos embarques de produtos básicos (-13,3%) e bens manufaturados (-5,5%), enquanto os semimanufaturados cresceram 17,6%.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Agronegócio de MS elevou exportações em 50% neste ano

De janeiro a maio deste ano as exportações do agronegócio sul-mato-grossense atingiram US$ 879.277.517, aumento de 50% comparado aos US$ 583.321.329 do mesmo período de 2009.

O ranking das exportações do agronegócio, por Estado, divulgado pelo Ministério da Agricultura, coloca Mato Grosso do Sul em 9º lugar, retomando sua melhor posição histórica e a maior participação da série na balança nacional.

Com o bom desempenho, a participação de Mato Grosso do Sul na balança nacional do agronegócio saltou de 2,42% a 3,13%. As exportações de soja, carne bovina e de aves são alguns dos destaques.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Soja lidera exportações em Tangará da Serra

Apesar das negociações alcançarem a casa de US$ 14 milhões, as exportações tangaraenses caíram 37,6% quando comparado ao mesmo período de 2009. Na ocasião, as vendas fecharam o período em US$ 22,5 milhões. Na contra-mão da situação, quando comparado apenas os meses de maio, houve aumento de 15,8%, já que neste ano os negócios fecharam em US$ 4 milhões e, no ano passado, em US$ 3,4 milhões.

A relação dos mais exportados neste ano é composta ainda pela venda de pedaços de galinhas congelados, com pouco mais de US$ 1 milhão, o que corresponde a 7,54% do total. Foram vendidos ainda madeiras serradas (US$ 413,4 mil) e, milho, cuja comercialização resultou em US$ 248,2 mil.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil e Argentina se reúnem para ajustar comércio bilateral

A turbulência do mercado financeiro argentino, as conturbadas relações comerciais bilaterais e as últimas notícias sobre proibições de entrada de alimentos no mercado vizinho serão alguns dos temas abordados durante a reunião ministerial que está prevista para acontecer ainda nesta semana, em Buenos Aires.

O encontro ministerial anunciado por Débora Giorgi, ministra da Indústria e Turismo da Argentina, terá a participação do ministro argentino da Economia, Amado Boudou.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

21 junho, 2010

Neblina faz aeroportos do Rio operarem somente com o auxílio de instrumentos

Os aeroportos Santos Dumont e Internacional Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, operavam, por volta das 6h30, apenas com o auxílio de instrumentos por causa do nevoeiro que cobre a cidade desde o início da manhã desta segunda-feira (21).

No Santos Dumont, apenas as aeronaves equipadas com equipamentos GPS estavam autorizadas a pousar.

Segundo a Infraero, empresa responsável pelos aeroportos do país, não houve voos atrasados ou cancelados.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Governo apoia ações para exportação de máquinas

Aumentar as exportações brasileiras, apoiando micro e pequenas empresas. Fazer com que o setor de máquinas para calçados e couros tenha maior participação no mercado internacional e gere emprego e renda dentro do País. Estes são os principais objetivos do novo acordo do governo federal, através da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex-Brasil) junto à Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os Setores de Couro, Calçados e Afins (Abrameq).

A parceria visa também a capacitar os novos fornecedores de tecnologia para as indústrias de curtume e calçados. A próxima edição da Francal, uma das maiores feiras calçadistas da América Latina -  que acontece de 5 a 8 de julho, em São Paulo - é a primeira ação do Projeto Setorial Integrado para a Indústria de Máquinas de Fabricação de  Calçados, Couros e Afins. Na ocasião, estão agendadas rodadas de negócios entre 14 empresas brasileiras com importadores de países da América Latina e México. “Entre as mais de 30 ações projetadas para ocorrerem nos próximos dois anos, a mais importante é o Projeto Comprador, em que cada um destes expositores pode indicar até dois compradores para a feira”, destaca Isabel Aguiar, diretora-executiva da Abrameq.


Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Rússia reduz exportações de gás para a Bielorrúsia


A Rússia concretizou hoje a ameaça de cortar as exportações de gás para a Bielorrússia, na sequência de um conflito financeiro, revelou fonte da empresa, abrindo caminho a possíveis ruturas de abastecimento em países europeus mais dependentes.

A gigante estatal russa Gazprom começou esta manhã a reduzir em 15 por cento as exportações de gás para a vizinha antiga república soviética, mas continua em negociações com a Bielorrússia para chegar a um acordo.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Rondonópolis: exportações acumulam queda 10,39% no ano

As exportações de produtos rondonopolitanos resultaram, em cinco meses, em US$ 327,1 milhões. Houve queda de 10,39% quando comparado com o mesmo período do ano passado, que resultou em US$ 365 milhões, aponta o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Somente em maio, as vendas para o comércio exterior foram de US$ 74,9 milhões. Neste caso, a queda foi de 23,26% ao ser comparado com o mesmo período do ano passado, quando as vendas alcançaram a casa de US$ 97,7 milhões, segundo o comparativo.

A exemplo de vários municípios matogrossenses soja, algodão, milho e suínos compõem a relação dos produtos mais vendidos por Rondonópolis. US$ 212,2 milhões (64,8%) do comercializado corresponde a bagaços e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja. Em seguida, com 11,7% da parcela exportada, está os grãos de soja, que resultaram em US$ 38,3 milhões.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Movimentação de veículos bate recorde no Porto do Rio Grande

A movimentação de veículos do Porto do Rio Grande, referente aos cinco primeiros meses deste ano, bateu recorde histórico para o período. De janeiro a maio foram importados e exportados 28.896 veículos. A maior movimentação até então tinha sido obtida em 2008, quando foram operados 28.378 veículos.

Ao compararmos com o mesmo período do ano passado a movimentação cresceu 54,2%. Os desembarques foram responsáveis por 96,4% de toda a movimentação. Ao todo foram importados 27.869 veículos, com alta de 65% em comparação com 2009. Neste setor a maior movimentação foi a do modelo Agile (GM), que somou 21.540 unidades, enquanto que no mesmo período do ano passado não houve movimentação deste veículo. O modelo Captiva também se destacou, registrando crescimento de 8,9% atingindo 5.225 veículos. Assim como os desembarques de tratores que tiveram alta de 45%.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

17 junho, 2010

Exportação: Tomate de Rondônia abastece a cidade de Manaus


O secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária (Seagri), Francisco Evaldo de Lima, acompanhou, nesta manhã, a embarcação de aproximadamente 30 toneladas de tomates, com destino a Manaus. A produção é de Alto Alegre dos Parecis que, pelo quarto ano consecutivo abastece aquele mercado. Milho e feijão produzidos e Rondônia também abastecem a capital amazonense.

Alto Alegre dos Parecis, 531 quilômetros distante da capital, Porto Velho, tem se destacado na produção agrícola, em especial o tomate. Atentos ao consumo no mercado os agricultores se uniram para atender as demandas e hoje, organizados, conseguiram aumentar a produção, agregar valor ao produto.


Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Obra do metrô altera trânsito na avenida Presidente Vargas (RJ)



A partir do primeiro minuto de sexta-feira (18) até meia-noite de 1º de julho, na primeira etapa de obras de readequação de via para a nova passarela de pedestres do Metrô Rio, uma faixa de rolamento do lado direito da pista lateral da avenida Presidente Vargas será fechada ao tráfego, entre a rua Visconde Duprat e a passarela provisória, sentido zona norte.

Durante a interdição serão remanejados os pontos de ônibus na pista lateral, próximos ao local das obras, conforme orientação e planejamento operacional de tráfego da CET-Rio. 

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

TSE confirma multa a Lula por propaganda antecipada


Em decisão unânime, os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mantiveram na noite da última quarta-feira a multa de R$ 10 mil ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela prática de propaganda eleitoral antecipada em favor da então pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, durante a inauguração da sede do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados de São Paulo, no último dia 22 de janeiro.

Relator do recurso, o ministro Aldir Passarinho Junior, afirmou que a decisão da corte não precisa ser reformada, uma vez que fixou a punição com base em sua jurisprudência. Segundo Passarinho, o presidente da República fez propaganda subliminar para Dilma.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil e EUA estão perto de acordo no algodão


Negociadores de Brasil e Estados Unidos chegaram ontem a um "pré-acordo" que pode evitar a retaliação brasileira a produtos americanos. O documento será apresentado hoje aos sete ministros que compõem a Câmara de Comércio Exterior (Camex). "Não é uma solução para a controvérsia, mas um roteiro que deve ser seguido até 2012", explicou o diretor do departamento econômico do Itamaraty, Carlos Cosendey. Ele não entrou em detalhes sobre o teor do texto. Se os ministros concordarem com o que foi acertado entre os negociadores, a retaliação fica suspensa até 2012, quando o Congresso dos Estados Unidos vai discutir a renovação da Farm Bill (Lei Agrícola americana).

O Brasil venceu uma disputa contra os EUA na Organização Mundial do Comércio (OMC), que condenou os subsídios americanos aos produtores do algodão. Como os EUA se recusaram a retirar os subsídios, a OMC autorizou o Brasil a aplicar uma retaliação de US$ 829 milhões, em sobretaxas à importação de produtos e quebra de direitos de propriedade intelectual. Em abril, quando o Brasil se preparava para elevar as tarifas de importação de 102 produtores americanos, os EUA pediram para adiar a retaliação.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Feira Internacional Logística.2010 movimenta a região


 A Feira Internacional Logística.2010 veio para marcar Jundiaí e região como um importante polo logístico nacional. A solenidade de abertura realizada nesta terça-feira reuniu autoridades do governo federal, estadual e também municipal.

Entre os presentes estavam o Gerente de projetos da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Cássio Marx Roberto da Costa representando o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; o Secretário Adjunto de Estado dos Transportes, Silvio Aleixo representando o governador do Estado de São Paulo, o prefeito de Jundiaí, Miguel Haddad, o Chefe do Departamento Comercial de Encomendas dos Correios, Ricardo Fógos e o representante da Infraero Carlos Magno Ribeiro Leite.

 Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

16 junho, 2010

Navegação será reativada na hidrovia do São Francisco

Uma ampla mobilização que envolve os governos federal, estadual e municipais, além de empresas, está sendo firmada para a recuperação da navegação, em escala comercial, na hidrovia do rio São Francisco. Seminário realizado no dia 10 de junho de 2010, pelo Ministério dos Transportes (MT), em Sobradinho (BA), levantou os gargalos e as soluções necessárias para que a hidrovia possa ser ativada e passe a ser rota de transporte, principalmente de fertilizantes e grãos.

A hidrovia receberá investimentos do PAC 2, que inclui a construção de estaleiros e portos. De acordo com o coordenador-geral do Departamento de Transportes Aquaviários do Ministério, Edison de Oliveira Vianna Jr., são previstos investimentos de R$ 399 milhões até 2014 na hidrovia, que sai de Pirapora e segue até Juazeiro, perfazendo o total de 1.371 quilômetros. "Os recursos serão utilizados principalmente para a implantação de três terminais de carga, dragagem, derrocamento e sinalização".
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Indústria no nível pré-crise com ajuda das importações

Na sua edição de ontem, o jornal Valor publicou um trabalho avaliando em que medida a indústria brasileira conseguiu voltar ao nível pré-crise, levando em conta o volume produzido, o nível de emprego, a exportação e importação e o nível de Utilização da Capacidade Instalada (UCI).

Em resumo, verifica-se que o nível da produção industrial está praticamente no nível anterior à crise; que o nível de emprego baixou menos do que a produção; que em todos os setores a UCI continua abaixo daquela pré-crise; e que a exportação caiu, enquanto o contrário ocorreu com a importação, que em alguns setores explodiu.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

11 junho, 2010

EUA alertam Brasil sobre a venda de etanol ao Irã

O governo dos EUA não vê como uma "boa ideia" a venda de etanol do Brasil para o Irã, uma vez que as sanções aprovadas pelo Conselho de Segurança afirmam que há ligação potencial entre o setor de energia do Irã e as atividades de proliferação nuclear. A possibilidade de o Brasil suprir parte das necessidades de combustível do Irã com etanol foi levantada pelo ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, em visita a Teerã, em abril. Na época, ele afirmou que o Irã estava interessado no etanol brasileiro por causa dos problemas que enfrenta para comprar gasolina diante dos bloqueios comerciais que sofre.

Além da venda do etanol, o acordo fechado por Lula durante a visita de maio ao Irã, pelo qual a Petrobras participaria na exploração de gás e petróleo no Irã, também está em risco. Até o fim da noite de ontem, o governo não havia reagido ao alerta americano, embora o chanceler Celso Amorim tivesse afirmado que o Brasil respeitaria as sanções, caso fossem aprovadas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Mão Santa divulga detalhes sobre a retomada das obras do porto de Luís Correia

As obras do porto de Luís Correia, no Piauí, foram retomadas obedecendo aos mais modernos requisitos de portos exigidos em qualquer lugar do mundo. A informação foi transmitida por Heitor Gil Castelo Branco, engenheiro da Staff de Construções e Dragagem, por email lido da tribuna do Plenário pelo senador Mão Santa (PMDB-PI). A conclusão desse porto é tema frequente de pronunciamentos do parlamentar.

Projetado na década de 1960 para ter profundidade de 10 metros, que era adequada para o porte dos navios da época, o porto agora passará a ter um aprofundamento de 12 metros, segundo Gil Castelo Branco. Baseado na correspondência eletrônica do engenheiro, Mão Santa informou que a estrutura que estava abandonada há 27 anos no mar passou por uma restauração devido à corrosão provocada pela água do mar.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Para ministro, sanção ampliará exportações

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, previu ontem que as novas sanções contra o Irã, aprovadas na quarta-feira pelo Conselho de Segurança da ONU, devem beneficiar as exportações brasileiras para o país persa. O setor mais privilegiado deverá ser o de alimentos, afirmou o ministro.

"Vários países devem retrair (as vendas) com a sanção aplicada pela ONU. Isso abre uma porta de oportunidades para o Brasil", avaliou Jorge ao participar do programa Bom Dia Ministro, da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC). O ministro disse que o Irã passou a ser, este ano, o segundo maior comprador de carne do Brasil.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Explosão de vendas de celulares leva fabricantes a reduzir exportações

O crescimento das vendas de celulares este ano tem surpreendido os fabricantes, a ponto de fazê-los deixar de exportar para que o mercado interno não fique desabastecido. Segundo estimativas das empresas, o mercado deve crescer cerca de 30% no primeiro semestre, comparado ao mesmo período de 2009.

"É uma situação que até dá medo, porque o carro está a 200 quilômetros por hora", disse Silvio Stagni, vice-presidente da Samsung. No ano passado, houve uma queda de 4% nas vendas, somando 46 milhões de unidades, segundo a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). Foi a segunda queda da história no mercado doméstico de aparelhos móveis (a primeira foi em 1999) e a única redução de produção da indústria brasileira.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

10 junho, 2010

Preparativos finais para a Feira Internacional Logística.2010

 Jundiaí é considerara uma região próspera dentro do Estado de São Paulo. Um dos fatores desse título é o fato de a cidade ocupar o oitavo lugar no PIB estadual. A cidade e sua região sempre foram conhecidas pela sua produção agrícola, mas agora a região se prepara para ser conhecida nacionalmente como um grande e importante polo logístico.

Justamente visando esse mercado promissor é que a Adelson Eventos realiza nos dias 15, 16 e 17 de junho a Feira Internacional Logística.2010 um evento internacional que será realizado no Parque Comendador Antônio Carbonari, o Parque da Uva em Jundiaí, São Paulo. A feira deve atrair 15 mil visitantes, com aproximadamente 100 expositores em um espaço de quase 53 mil m² que serão divididos em uma área externa e mais 3 pavilhões cobertos. O objetivo é atrair investidores, empresários e profissionais da área de logística que queiram conhecer as novas tecnologias, as novidades do setor e consequentemente a geração de negócios.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações da China crescem 48,5% em maio


As exportações chinesas cresceram 48,5% em maio em comparação com o mesmo mês do ano passado, enquanto as importações registraram um aumento anual de 48,3%, informou hoje a Administração Geral das Alfândegas da China.

O crescimento das exportações foi 18,1 pontos porcentuais a mais que o registrado em abril e o das importações foi inferior ao de abril em 1,4 ponto.

O valor das vendas ao exterior atingiu US$ 131,76 bilhões em maio, enquanto que o dos produtos importados chegou a US$ 112,23 bilhões, indicou a administração em um comunicado publicado em seu site.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Porto do Rio Grande apresenta projeto para novo prédio administrativo


Os funcionários da Superintendência do Porto do Rio Grande (Suprg) conheceram nesta quarta-feira (09), à tarde, o projeto conceitual do novo prédio administrativo da autarquia.  As novas instalações estão sendo projetadas para funcionarem no edifício do antigo Frigorífico João Mascarenhas, no interior do Porto Novo. A superestrutura desativada nos anos 90, que hoje é utilizada como depósito, passará por uma reciclagem.

O projeto foi criado pelas arquitetas Bianca Figurelli, Francelli Miletho e  Graziele  Becker, do escritório Irmãs de Criação Arquitetura, de Porto Alegre. A idéia é preservar a estrutura existente, realizando adequações, para tornar o local um centro administrativo funcional, onde abrigará, além da sede do porto rio-grandino, escritórios de empresas ligadas a área portuária, como agências marítimas, despachantes aduaneiros, empresas de rebocadores, operadores portuários, sindicatos, entre outros.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Importações de minério de ferro na China caem 6% em maio



As siderúrgicas chinesas reduziram as importações de minério de ferro pelo segundo mês consecutivo em maio, uma vez que começaram a planejar cortes de produção. A China importou 51,9 milhões de toneladas de minério de ferro em maio - queda de 6% em comparação com abril e de 3%, em bases anuais -, de acordo com dados preliminares da Administração Geral Alfandegária.

A desacelaração das importações ficou em linha com as previsões do mercado, uma vez que a indústria siderúrgica chinesa tem sido assombrada pelos movimentos recentes do governo para esfriar o crescimento do setor imobiliário.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

País é "alertado" sobre venda de etanol ao Irã


O governo americano afirmou ontem que "não seria uma boa ideia" o Brasil vender etanol ao Irã. "Eu não sei detalhes específicos sobre a iniciativa, mas (vender etanol ao Irã) seria muito arriscado, uma vez que a sanção aprovada pelo Conselho de Segurança reconhece que há uma ligação potencial entre o setor de energia do Irã e atividades de proliferação", disse um alto funcionário da Casa Branca.

Questionado se os EUA iriam desencorajar empresas brasileiras de venderem etanol aos iranianos, o funcionário afirmou: "Qualquer iniciativa que burle as sanções prejudica nosso objetivo, então não é uma boa ideia." A possibilidade de o Brasil suprir parte das necessidades de combustível do Irã com etanol brasileiro foi levantada pelo ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, em visita a Teerã em abril. Ele afirmou que o Irã está interessado em comprar etanol brasileiro por causa dos problemas que enfrenta para comprar gasolina diante dos bloqueios comerciais que sofre.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Receita investiga crescimento da importação de carros da Coreia

Sob forte pressão das montadoras, a Receita Federal está investigando o aumento das importações de automóveis da Coreia do Sul. A fiscalização especial está sendo feita na aduana, na entrada dos carros no País. Segundo fontes do governo, os fiscais analisam a documentação para verificar se há subfaturamento.

O Fisco quer garantir que a incidência do imposto de importação, de 35%, ocorra sobre o valor correto dos automóveis, para evitar uma concorrência desleal com os produtos nacionais.

O crescente aumento dos importados é uma das reclamações recorrentes da Associação Nacional de Veículos Automotores (Anfavea). No entanto, o governo não tem muitos mecanismos para barrar a entrada dos veículos porque a taxação aplicada pelo Brasil é a máxima permitida pela Organização Mundial do Comércio (OMC). Além disso, Argentina e México são os outros grandes vendedores de carro para o mercado brasileiro, mas estão isentos de tarifa porque têm um acordo automotivo com o Brasil.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

09 junho, 2010

UE vai analisar contas da zona do euro

A União Europeia anunciou ontem, em Luxemburgo, ao término da reunião de seus 27 ministros de Finanças, o reforço dos mecanismos de controle comunitários sobre déficits e dívidas nacionais, assim como a análise dos orçamentos de cada país da zona do euro antes de sua entrada em vigor. Ontem, em reação a essas medidas, trabalhadores públicos da Espanha fizeram uma paralisação nacional. Segundo os sindicatos, cerca de 75% dos 2,3 milhões de funcionários públicos do país cruzaram os braços em protesto contra a redução dos salários em 5% neste ano, congelando-os nesse nível em 2011.

O aumento do rigor na verificação das contas decidido pelos ministros se dará pelo reforço das atribuições do Escritório Estatístico das Comunidades Europeias (Eurostat) que, além de receber os dados macroeconômicos nacionais, poderá agora investigar a solidez das estatísticas. Os países "infratores" do Pacto de Estabilidade - que prevê déficit máximo de 3% e relação entre a dívida e o Produto Interno Bruto (PIB) de até 60% - serão obrigados a se explicar. Dependendo da gravidade das falhas, o país poderá ser apontado em público como deficitário, o que o deixaria sujeito a ter sua nota rebaixada pelas agências de classificação de risco.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Conselho debate exploração do pré-sal com ANP

O Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica realiza nesta quarta-feira (8) reunião com a diretora da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Magda Chambriard, para debater o papel da ANP na exploração das reservas do pré-sal. O presidente do conselho, deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE), avalia que a reunião representa mais uma oportunidade "para a realização de uma discussão pública transparente e democrática em relação ao processo de exploração e produção desses recursos públicos". “O povo brasileiro desconhece os reais benefícios resultantes da exploração desse valioso patrimônio financeiro”, acredita.

O encontro do colegiado será às 14 horas na sala de reuniões da Mesa Diretora da Câmara.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportação de etanol vai despencar no ano

As exportações brasileiras de etanol deverão atingir, neste ano, seu pior resultado desde 2003. O valor pago pelo biocombustível nos Estados Unidos está no patamar mais baixo dos últimos anos e, por isso, a tão esperada "janela" de exportações que se abre no verão americano - quando o consumo de combustível aumenta no país - não deverá se abrir.

A estimativa da Bioagência, agência que comercializa cerca de 10% do etanol produzido no Brasil, é de que os embarques a todos os destinos somem apenas 1,7 bilhão de litros no ciclo atual, dos quais apenas 200 milhões aos Estados Unidos, entre vendas diretas e indiretas. O volume representa 20% do total realizado na temporada passada.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

08 junho, 2010

Para EUA, o B dos Brics tem menos importância

Na semana passada, o presidente Barack Obama anunciou que visitará a Índia em novembro. A Rússia e a China ganharam visitas oficiais de Obama no ano passado. Ou seja, dos chamados Brics, ele só não visitou o Brasil. E não há previsão para isso.

Na realidade, o Brasil nem é parte dos Brics, para o governo americano. Uma leitura cuidadosa da Estratégia de Segurança Nacional americana, divulgada há dez dias, mostra que os EUA sempre agrupam Rússia, Índia e China, os "centros-chave de influência", enquanto o Brasil aparece ao lado de Indonésia e África do Sul , "países de influência crescente". "Algumas relações bilaterais ? como as dos EUA com China, Índia e Rússia ? serão críticas para construir cooperação mais ampla em áreas de interesse mútuo", diz a estratégia, sem mencionar o B dos Brics. Enquanto o Brasil é "parceiro importante", a Índia tem "parceria estratégica", e a relação com a China "é essencial para abordar os grandes desafios do século 21".

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportador aposta em sistema de preferência

O Brasil busca uma rota para ampliar as exportações à União Europeia, apesar da crise que se alastra naquela região. De olho no mercado de 25 nações, um grupo de mil empresários vai discutir hoje em São Paulo o Sistema Geral de Preferências europeu para produtos brasileiros, com o objetivo de criar alternativas para diminuir a burocracia do SGP e ampliar o grupo de produtos brasileiros beneficiados pelo sistema.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, a lista do SGP europeu para o Brasil tem atualmente 425 itens, com destaque para os alimentos.

Além dos produtos agrícolas, estão na lista do SGP europeu para o Brasil setores como os de artigos têxteis, metais e minérios, calçados, eletrônicos, automóveis e autopeças e peças para aviões.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações Goianas somam U$1,57 Bi

As exportações goianas totalizam US$ 1,57 bilhão de janeiro a maio deste ano, com crescimento de 21,3% sobre o mesmo período de 2009. Os números da balança comercial do Estado relativos a maio foram divulgados hoje pela Secretaria da Indústria e Comércio - SIC. Entretanto, nos cinco primeiros meses de 2010 as importações acumulam US$ 1,58 bilhão, resultando em saldo negativo de US$ 16,5 milhões.

Segundo o superintendente do Comércio Exterior da SIC, Joni Ronnie Pessoni, o déficit da balança comercial de Goiás deve ser revertido em junho. "Nós fecharemos o primeiro semestre do ano com saldo positivo", garante. O superintendente explica que o resultado de janeiro a maio se deve ao ocorrido no primeiro mês do ano, quando foi registrado o maior saldo negativo da história de Goiás ( - US$ 198,1 milhões), porque a cotação do dólar estava muito baixa e as importações em alta. Mas desde março o saldo (diferença entre exportações e importações) tem sido positivo.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

07 junho, 2010

G-20 tenta acalmar mercados e dá prioridade a ajustes fiscais

Depois da forte queda registrada nos mercados financeiros no final da semana passada, os presidentes dos bancos centrais e os ministros das Finanças do G-20, grupo dos 20 países mais industrializados do mundo, procuraram tranquilizar as bolsas após a reunião que realizaram na Coreia do Sul.

Os ministros das Finanças do G20 concordaram que ainda existem desafios importantes para lidar com a volatilidade atual dos mercados, mas tentam passar a imagem de que algo será feito para proteger a recuperação econômica mundial e colocar em ordem as contas públicas, mas sem definir quais serão essas ações de controle.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Comissão discute impacto de atrasos e cancelamentos de voos

A Comissão de Defesa do Consumidor realiza audiência pública nesta quarta-feira (9) para discutir a situação dos aeroportos brasileiros e o impacto da grande incidência de atrasos e cancelamentos de voos para os consumidores.

O debate foi proposto pelo deputado Dimas Ramalho (PPS-SP). Ele quer esclarecimentos das autoridades sobre as providências que estão sendo tomadas para garantir os direitos dos usuários do transporte aéreo, diante do descumprimento dos deveres das empresas de aviação.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística