19 maio, 2010

Tesouro Nacional vai bancar risco do trem-bala

 Projeto terá um modelo alternativo de financiamento, em operação compartilhada com o BNDES, para dar maior segurança aos investidores

O governo estuda um modelo alternativo para tornar viável a construção do trem de alta velocidade (TAV) ligando o Rio de Janeiro a São Paulo e Campinas. A obra, avaliada em R$ 36,4 bilhões, terá financiamento do Tesouro Nacional, em operação compartilhada com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Por causa das incertezas quanto à demanda de passageiros, que ditará o fluxo da receita, o banco deverá incluir, também pela primeira vez, cláusula especial de refinanciamento da dívida. As condições do empréstimo serão divulgadas em paralelo à versão definitiva do edital de licitação, ainda em análise pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: