11 março, 2010

Incentivo à exportação ajuda poucas empresas

A possível redução do porcentual exportado da produção - de 60% para 40% - para que as empresas possam receber os incentivos fiscais previstos na chamada Lei do Bem deve ter o mérito de corrigir distorções provocadas pela crise internacional, mas não deve beneficiar muitas empresas. A avaliação é de técnicos do próprio governo.

Como perderam mercado internacional, muitas empresas reduziram a participação das exportações no total da produção e perderam a isenção de PIS e Cofins na compra de insumos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: