03 fevereiro, 2010

Recuperação não impediu resultado negativo

O setor industrial chega ao fim de 2009, segundo os indicadores divulgados ontem pelo IBGE, assinalando queda de 7,4% ante 2008, a mais expressiva desde os 8,9% de 1990. Esse desempenho reflete os efeitos da crise mundial desencadeada a partir de setembro de 2008 que, no caso da economia brasileira, afetou particularmente a atividade industrial.

Os impactos derivados da abrupta escassez de crédito e da imediata retração no comércio internacional se traduziram num inédito e intenso movimento de retração da atividade fabril: em apenas três meses, entre dezembro e setembro de 2008, o setor encolheu 20% e iniciou o ano de 2009 com elevados níveis de estoque, num ambiente marcado pela incerteza quanto à extensão desse processo de queda.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: