05 fevereiro, 2010

Brasil é o sétimo país mais afetado por protecionismo

O Brasil é o sétimo país mais afetado por protecionismo no comércio internacional, revela o Global Trade Alert (GTA), um grupo de monitoramento de barreiras nas trocas globais. A China, maior exportadora mundial de mercadorias, é o país mais atingido, com 337 medidas, seguida pela União Europeia (UE), com 276, pelos Estados Unidos, com 213, Japão, com 173, Coreia do Sul, com 154, e Tailândia, com 142.

Em seguida, vem o Brasil, prejudicado por 136 medidas contra importações adotadas pelos parceiros. As medidas incluem aumento de tarifas, subsídios a exportação, mais exigências de licença de importação e 20 outras restrições. No caso brasileiro, o maior efeito (26 medidas) vem de restrições impostas a importações em programas de socorro às economias nos países industrializados, seguido de elevação tarifária (22).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: