02 fevereiro, 2010

Bancos dos EUA ainda têm dificuldade no Brasil

O grupo de bancos que mais sofreu com a crise em 2009, os que possuem matriz no exterior, terá duas realidades distintas em 2010. Enquanto os bancos europeus devem investir em crescimento e expansão do crédito, com uma atitude mais agressiva, as instituições norte-americanas devem sofrer com reduções de carteira, devido às incertezas que rondam as matrizes.

Segundo o professor da Brazilian Business School (BBS), Ricardo Torres, os bancos norte-americanos acabaram de repagar os empréstimos feitos pelo Federal reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos) e ainda enfrentam uma série de incertezas jurídicas devido à proposta de mudanças na regulamentação. "Como as matrizes estão nessas dificuldades, enquanto perdurarem as incertezas irão reduzir a tomada de risco e ter certa relutância em investir", argumenta. Ainda segundo Torres, essa situação deve durar pelo menos nos seis primeiros meses do ano, até que as instituições tenham uma visão clara do futuro.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: