25 fevereiro, 2010

Paquistão e Índia prometem estabelecer confiança após reunião

Índia e Paquistão permanecerão "ligados" para reconstruir uma relação de confiança, disse a secretária de Exteriores indiana Nirupama Rao nesta quinta-feira, 25, após reunião com seu homólogo paquistanês, no primeiro encontro diplomático entre os dois países desde os ataques a Mumbai de 2008, há 15 meses.

Nirupama disse que sua reunião com Salman Bashir foi "útil" e que as portas para futuros diálogos não devem ser fechadas, embora uma data para um novo encontro não tenha sido definida. A secretária indiana pediu ao paquistanês que solicite às autoridades de seu país que trabalhem para desmantelar as atividades terroristas e levar os responsáveis pelos atentados de Mumbai à justiça.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

BC retira R$ 71 bi do mercado e reduz oferta de crédito pelos bancos

O Banco Central (BC) começou a retirar os estímulos ao crédito concedidos em 2008 para atenuar o impacto da crise global na atividade econômica. Ontem à noite, a autoridade monetária anunciou a reversão de parte das medidas que flexibilizaram o recolhimento compulsório, a parcela dos depósitos que os bancos devem manter no BC. A decisão deve tirar R$ 71 bilhões da economia a partir do fim de março e início de abril. Outros R$ 50 bilhões continuarão com os bancos, já que nem todas as mudanças efetuadas no auge da crise foram revistas.

"O sistema está suficientemente líquido. Não se justifica mais injeção de liquidez", afirmou o presidente do BC, Henrique Meirelles. "Os indicadores mostram que as condições de liquidez estão adequadas."
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nevoeiro fecha Aeroporto de Maringá para pousos e decolagens


Um denso nevoeiro fechou o Aeroporto Silvio Name Júnior, em Maringá (Noroeste), para pousos e decolagens na manhã desta quinta-feira (25). Segundo o departamento de meteorologia do aeroporto, desde as 5h30 o terminal está fechado. Dois voos, um da Gol e outro da Pantanal, aguardavam na pista, por volta das 8 horas, as condições do tempo melhorar para decolarem. Eles estão atrasados, pois teriam que sair de Maringá às 6h10.

A previsão é que até as 8h30 o aeroporto comece a operar por instrumentos para decolagens. Para pousos a previsão é que o terminal abra por volta das 9 horas, quando a neblina se dissipar. Nos demais aeroportos paranaenses a operação é normal.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Azul prepara-se para nova guerra tarifária

A Azul Linhas Aéreas, que alçou o posto de quarta maior companhia aérea brasileira em menos de um ano, em 30 dias vai lançar um produto voltado para a nova classe média e em até cinco anos quer iniciar operações na América do Sul. Quem revela os planos da empresa é o fundador e presidente do conselho de administração da Azul, David Neeleman, que já separou 25% da receita prevista para este ano para enfrentar uma nova guerra tarifária.

Na terça-feira, durante reunião com diretores da Azul, Neeleman deu mais um sinal de como pretende incomodar a concorrência. Decidiu ampliar de 30 para 60 dias o prazo de validade de um produto, que nasceu na americana JeBlue, fundada por ele há 10 anos. Por R$ 899, o passageiro pode viajar em dois meses quantas vezes quiser entre os 17 destinos atendidos pela Azul a partir de Campinas, a cidades como Rio e Salvador.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Fórum debaterá a Qualificação Portuária em Santos

O assunto será debatido no “Empregabilidade 2010” e já tem a presença confirmada do presidente da Localfrio, José Roberto de Sampaio Campos, do presidente do CAP e secretário de Assuntos Portuários, Sérgio Aquino, entre outros importantes representantes do setor.

Acontece nos próximos dias 16, 17, 18 e 29 de março, no Teatro Guarany, em Santos-SP, o “Empregabilidade 2010”, primeiro Fórum realizado na Baixada Santista para atender às demandas da região nos temas mercado, profissionalização e qualificação. O evento engloba os quatro principais pilares econômicos da região: Porto (porto de Santos, maior Porto da América Latina), Indústria (Pólo Industrial de Cubatão, um dos principais do País), Petro & Gás (Bacia de Santos) e Turismo (Costa da Mata Atlântica, segundo destino mais procurado do Brasil).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

19 fevereiro, 2010

EUA vão ampliar subsídios para dobrar exportações em 5 anos

Os Estados Unidos anunciaram ontem o que promete ser a maior ofensiva do país no comércio internacional do agronegócio. Em cinco anos, o governo norte-americano quer dobrar as exportações do setor, que devem alcançar US$ 100 bilhões neste ano. A meta foi apresentada na abertura do Agricultural Outlook Forum 2010, em Arlington, cidade nos arredores de Washington que tradicionalmente é sede do evento organizado pela Secretaria de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês). Caso se concretize, ela ameaça o desempenho das exportações agrícolas do Brasil, que no ano passado atingiram US$ 64 bilhões. O Paraná, maior produtor nacional de grãos, também sentirá com força os efeitos do avanço da agricultura dos EUA.

“Essa é a hora de fortalecer o comércio global de commodities agrícolas”,
afirmou o analista do USDA Jim Miller, durante a cerimônia de abertura da conferência. “As estatísticas da agricultura norte-americana preocupam. A ‘América Rural’ representa apenas um sexto da população do país, mas é o setor que mantém a nação unida. Precisamos fortalecer o agronegócio através da abertura de novos mercados dentro e fora do país”, disse Tom Vilsack, secretário de Agricultura dos EUA. Sem maiores detalhes, o secretário deixou claro que para atingir a meta o país não deve medir esforços, inclusive com o aumento dos subsídios ao segmento.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil e Argentina definem agenda para integração


Os governos do Brasil e da Argentina definiram uma " agenda comum " para avançar em questões de integração produtiva. Um dos primeiros passos, segundo funcionários dos dois países que se reuniram ontem em Buenos Aires, é eliminar uma série de " problemas regulatórios " que dificultam o uso de linhas de financiamento do BNDES.

O secretário de Comércio Exterior, Welber Barral, revelou que isso tem ocorrido em duas situações: empresas argentinas que pedem recursos para financiar investimentos no Brasil e companhias brasileiras que buscam empréstimos para a compra de bens de capital produzidos na Argentina, mas com um percentual de peças brasileiras.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

FAO quer taxa ambiental na pecuária

A pecuária deveria ser taxada para reduzir os estragos ao ambiente causados pela produção de carnes. Polêmica, a proposta da Agência das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) afeta grandes exportadores de carnes como o Brasil e pode ser considerada o "contrapeso" do cenário de crescimento contínuo da demanda internacional sinalizado em amplo estudo divulgado na quinta-feira.

A agência da ONU estima que a produção mundial de carnes dobrará até 2050 para atender a uma demanda que cresce de maneira vertiginosa. E alerta que a elevação constante da produção animal "se traduzirá em enormes pressões sobre a saúde dos ecossistemas, a biodiversidade, os recursos em terras e florestas e na qualidade da água, além de contribuir de maneira significativa para o aquecimento do planeta".

Nesse cenário, a FAO sugere que os governos adotem medidas para reduzir o custo ambiental da expansão da pecuária, e uma dessa medidas poderia ser a imposição de "taxas ou direito de utilização de recursos naturais" pelos pecuaristas, para levá-los a "internalizar os custos dos estragos ambientais causados pela produção animal". Segundo a agência, impor taxações é necessário sobretudo porque "os preços atuais das terras, da água e dos alimentos usados na produção dos rebanhos frequentemente não refletem o verdadeiro valor desses recursos, o que provoca seu excesso de consumo".

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Países em crise na Europa devem US$ 3,4 tri

A cifra inclui bônus dos governos, dívidas de empresas e até empréstimos pessoais

Os bancos internacionais têm uma exposição gigantesca de US$ 3,4 trilhões ao grupo de países europeus com maior vulnerabilidade fiscal e que ameaçam a zona do euro - Grécia, Portugal, Espanha, Irlanda e Itália, os chamados Piigs, na sigla em inglês. A cifra inclui bônus dos governos, dívidas de empresas e até empréstimos pessoais. Os dados do Banco Internacional de Compensações (BIS) indicam que, embora as atenções dos investidores estejam focadas na Grécia e em Portugal, a exposição da banca é muito maior na Itália, Irlanda e Espanha.

 
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

12 fevereiro, 2010

Tupi pode ter mais petróleo que o previsto

Nove meses após o início da fase de testes de produção de petróleo na área de Tupi, até agora a descoberta mais promissora do pré-sal da Bacia de Santos, a estimativa de 5 bilhões a 8 bilhões de barris de óleo para o bloco já é tida como conservadora pelos técnicos. Instalados no navio-plataforma Cidade de São Vicente, a uma distância de 300 quilômetros da costa, eles registram diariamente o resultado da retirada de 20 mil barris do reservatório.

Paulo Buschinelli, gerente de operações do Teste de Longa Duração (TLD), que começou em maio do ano passado para durar 15 meses, disse que já foram perfurados três poços no entorno da área para delimitar as fronteiras do campo. Por causa da enorme dimensão do reservatório, o consórcio operador (Petrobrás, 65%; BG, 25%, e Petrogal, 10%) foi obrigado a pedir à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) autorização de aumento da produção para que os testes surtissem efeito.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

PAC 2 prevê R$ 21 bi para ferrovias

 O orçamento total para ferrovias no PAC 2 não está fechado, mas estima-se o preço médio de US$ 1 milhão por quilômetro

A segunda versão do Programa de Aceleração do Crescimento, com planos de investimento até 2020, prevê a expansão da malha ferroviária dos atuais 29 mil para 40 mil quilômetros. Essa projeção inclui projetos não realizados no primeiro PAC.

O orçamento total para ferrovias no PAC 2 não está fechado, mas estima-se o preço médio de US$ 1 milhão por quilômetro, ou quase R$ 21 bilhões. Estão previstas interligações entre os principais ramais do país e destes com os portos - além de Pecém (CE) e Suape (PE), onde chegará a Nova Transnordestina até 2012, haveria também ligações entre a Norte-Sul e o porto de Barcarena (PA) e da Ferrosul até Rio Grande (RS). (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Dólar sobe 0,70%, a R$ 1,863 na venda

O dólar comercial avança na abertura dos negócios desta sexta-feira. Há pouco, a moeda registrava R$ 1,861 na compra e R$ 1,863 na venda, valorização de 0,70%.

No mercado futuro, o contrato de março negociado na BM & F aumentava 0,94%, a R$ 1,865.

Na quinta-feira, o dólar comercial subiu apenas 0,05%, a R$ 1,848 na compra e R$ 1,850 na venda. (Fonte)
Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Vale negocia preço provisório para 2010

A Vale está negociando com clientes que têm contratos baseados no ano-calendário um preço provisório para o minério de ferro acima do valor atual do 'benchmark' (sistema de referência para os contratos excluído frete) com correção a partir de 1º de janeiro, informou José Carlos Martins, diretor-executivo da área de ferrosos da Vale, durante a conferência telefônica para analistas, realizada ontem, na qual os jornalistas participaram sem o direito de fazer perguntas. Segundo Martins, na China, 75% dos contratos com as usinas de aço são baseados no ano-calendário.

No ano passado, a Vale negociou preços provisórios com desconto de 20% sobre o preço de referência vigente em 2008. Com a nova estratégia para 2010, a mineradora pretende se antecipar às negociações, caso demorem muito, porque entende que não dá para manter um diferencial tão grande entre o mercado à vista e o de referência nas vendas atuais. O preço do mercado à vista, incluindo frete, está hoje em torno de US$ 120 a US$ 130 a tonelada ante US$ 56 a tonelada do benchmark da Vale.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

DHL Supply Chain é a empresa mais admirada pelos embarcadores no Brasil

Segundo pesquisa realizada pela Tigerlog, companhia foi a que mais se destacou no setor de terceirização logística

A DHL Supply Chain, líder mundial em logística, foi eleita pela segunda vez consecutiva como a empresa mais admirada pelos embarcadores no Brasil, segundo a pesquisa “III Panorama da Terceirização Logística no Brasil”, realizada pela Tigerlog Consultoria.

De acordo com Marco Antonio Oliveira Neves, diretor-presidente da Tigerlog Consultoria, o principal objetivo da análise foi traçar um panorama atual da terceirização logística brasileira e identificar tendências futuras relevantes para o embarcador e prestador de serviços logísticos.
Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

10 fevereiro, 2010

Açúcar congestiona o Porto do Recife

O aumento da movimentação portuária está deixando menos trabalhadores disponíveis para operar os navios que serão carregados com açúcar ensacado no Porto do Recife. “A quantidade de serviço aumentou e o número de pessoas é o mesmo”, afirmou o gerente-geral do Órgão Gestor de Mão de Obra (Ogmo) do Porto do Recife, José Antonio Falcão. Ontem, estava sendo movimentada a carga de quatro navios em Suape e cinco navios no Porto do Recife, sendo dois de açúcar ensacado.

“A escassez de mão de obra tem atrasado o embarque do açúcar ensacado e isso já trouxe prejuízos pelo menos a sete usinas nessa safra”, comentou o presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (Sindaçúcar), Renato Cunha. Desde segunda-feira, dois navios de açúcar esperam para atracar no Porto do Recife. A expectativa é que eles consigam começar a operar até amanhã.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Anúncio do 2º estaleiro de Suape será no dia 22

O anúncio oficial do segundo grande estaleiro a se instalar no cluster naval de Suape poderá ocorrer logo após o Carnaval. A data da divulgação está pré-agendada para o dia 22, mas será confirmada quando os executivos do consórcio Schahin-Modec voltarem de Houston, onde foram ajustar os detalhes do negócio com os acionistas. Do lado do governo de Pernambuco, a informação é que as negociações estão avançando. O empreendimento seria o primeiro (não virtual) depois do Atlântico Sul, uma vez que a planta da Galvão-Alusa ainda depende de vencer a licitação da Petrobras para um primeiro pacote de sondas de perfuração antes de bater o martelo.

O consórcio Schahin-Modec já concluiu as negociações com a Petrobras para o afretamento de uma plataforma FPSO, que vai operar na exploração do pré-sal, no prospecto de Guará, na Bacia de Santos. A plataforma terá capacidade para processar 100 mil barris de petróleo por dia e deve entrar em operação em 2013. Como já conta com uma encomenda concreta, o governo de Pernambuco está contando com o empreendimento como real, ao passo que os demais ainda são considerados virtuais.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Angola vai aumentar produção de petróleo

Angola deverá expandir de forma significativa a exploração de petróleo e de gás a curto e médio prazos, de acordo com uma recente informação sobre o país da Administração de Informação sobre Energia dos Estados Unidos da América.

"Não obstante os limites impostos pela Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP), as empresas a operarem em Angola vão aumentar significativamente a sua actividade offshore a curto e a médio prazos", informa aquele organismo federal no seu mais recente relatório sobre Angola.

E a EIA (na sigla, em inglês) adianta que a capacidade de produção de Angola poderá atingir um pico de 2,5-3 milhões de barris por dia em 2015 tendo por base o petróleo já descoberto.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

China já é o maior país exportador

Agora é oficial: a China é a maior exportadora do mundo, superando Alemanha e Estados Unidos. Em 20 anos, Pequim multiplicou por 20 suas exportações e sobrepujou tradicionais potências europeias e os americanos. A China também caminha para ultrapassar os japoneses e ocupar a posição de segunda maior economia do mundo, atrás apenas dos EUA.

Os dados sobre o comércio mundial foram confirmados ontem diante da constatação das autoridades alemãs de que as exportações do país sofreram em 2009 a maior queda desde os anos 50. Segundo o departamento de estatísticas da Alemanha, as vendas chinesas atingiram US$ 1,201 trilhão em 2009. Já as exportações alemãs foram de US$ 1,121 trilhão no ano passado.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Para representante europeu, Lula deve rever visita a Teerã

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deveria rever seus planos de visitar o Irã em maio após a decisão de Teerã de enriquecer urânio a 20%. A recomendação foi feita pelo vice-ministro de Relações Exteriores da Itália, Vincenzo Scotti. Em entrevista ao Estado, em Genebra, Scotti deixou claro que Bruxelas e Washington pretendem formar uma aliança para pressionar Teerã.

Os EUA anunciaram ontem que querem a aprovação de sanções contra Teerã "em questão de semanas, não meses". A China, porém, continuou a dar sinais de que é contra as medidas de pressão. "Estamos, de fato, conversando com os países emergentes, que precisam tomar posições claras", disse o vice-chanceler italiano, questionando a insistência do Brasil em manter o diálogo com o Irã.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Produtor precisa aproveitar picos de cotação

2010 será um ano de recuperação para o agronegócio brasileiro. A avaliação é do analista Alexandre Mendonça de Barros, da MB Associados. A safra nacional de grãos de verão volta a crescer após a quebra do ano passado e deve garantir boa rentabilidade para aqueles produtores que souberem aproveitar os picos de preço para vender a sua produção, afirmou o analista durante o Ciclo de Palestras RPC-Ocepar, aberto ontem no Show Rural Coopavel. “A dúvida do clima acabou. Agora a boa safra é quase uma certeza. Mas estamos colhendo em um momento de fartura na América do Sul. A Argentina, sozinha, vai colocar no mercado 20 milhões de toneladas de soja a mais neste ano”, explica.

A avaliação de Mendonça de Barros está em linha com a estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que ontem reajustou para 143 milhões de toneladas a sua projeção para a safra brasileira de grãos. O volume representa um aumento de 5,9% ante o ciclo anterior e é ligeiramente menor que o recorde obtido em 2007/08, quando o Brasil colheu 144,1 milhões de toneladas de grãos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Camex deve divulgar lista de retaliação aos EUA em março

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) adiou para o início de março, a divulgação da lista de bens para retaliação aos Estados Unidos no caso do algodão.

Não foi informado quantos produtos estão na lista de ajustes, mas segundo Lytha Spindola, secretária da Camex, o valor será ao redor de US$ 560 milhões em bens, e a diferença para o limite de US$ 830 milhões deve ser retaliação cruzada em propriedade intelectual e serviços.

Na prática, a retaliação permite o aumento de até 100 pontos percentuais no Imposto de Importação, ou seja, uma sobretaxa contra produtos americanos semelhantes ao que constarem da lista de bens que for aprovada.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Monotrilho pode ligar Venda Nova a Confins

Nem prolongamento do metrô, nem Veículo Leve sobre Trilho (VLT). A estação Vilarinho, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, deverá ser ligada ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana, por uma linha de monotrilho. Meio de transporte ferroviário sobre trilhos suspensos por pilares, a aproximadamente 15 metros de altura, o monotrilho é muito comum nos Estados Unidos, Japão, China e alguns países europeus, como a Alemanha. Mas o ramal que terá de 22 a 30 quilômetros de extensão, passando pela Cidade Administrativa, no Bairro Serra Verde, poderá ser o único a funcionar no Brasil. O pioneiro, de seis quilômetros, foi criado em Poços de Caldas, no Sul de Minas, mas está desativado.

A construção do ramal está sendo analisada pelo consórcio espanhol Iberinsa-Spim, que assinou um convênio com o governador Aécio Neves (PSDB) em 20 de janeiro e vai investir 310 mil euros – cerca de R$ 1 milhão – no estudo de viabilidade social, econômica e ambiental do planejamento do Vetor Norte da capital, onde foi erguida a Cidade Administrativa, nova sede do governo. De acordo com o secretário de estado de Assuntos Internacionais, Luiz Antônio Athayde, tudo indica que o monotrilho seja a opção mais viável para o trecho, por causa do custo, bem menor do que o de metrô e VLT. “Achamos que o metrô, de superfície ou subterrâneo, é uma opção muito cara. Portanto, faz mais sentido, e de fato começou a ser feito um estudo nessa linha, a criação do monotrilho.”

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Honda investe US$ 200 mi no Brasil

A Honda vai investir US$ 200 milhões em sua fábrica de automóveis em Sumaré (SP) até o fim de 2011. Com este valor, o montante aplicado no País desde 1997 chegará a US$ 1 bilhão. Os recursos serão usados, principalmente, na automação em várias etapas do processo produtivo e têm o objetivo de melhorar a competitividade e qualidade dos carros feitos no interior de São Paulo - Fit, City e Civic.

"Os investimentos não são focados no aumento da capacidade, mas sim na verticalização e qualidade da produção", afirmou o vice-presidente da Honda do Brasil, Izzao Mizoguchi.

Com os recursos, a Honda dá prosseguimento ao seu programa de robotização da fábrica de Sumaré. Nos últimos anos, a companhia ganhou maior automação na pintura e também na fundição, que passou a ser feita pela própria montadora. A empresa passou ainda a formular em Sumaré toda a produção de plástico injetado - peças que compõem painel e para-choques de novos veículos, por exemplo. Antes todo o serviço era feito por fornecedores.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Cotação da soja cai, mas permanece acima do preço histórico

A cotação internacional da soja, determinada pela Bolsa de Chicago, nos Estados Unidos, já caiu cerca de 8% neste ano, com o bushel (27,2 quilos) a US$ 9,5 no momento. valor que, apesar de mais baixo que na virada do ano passado, ainda se mantém acima do preço histórico de US$ 8,5 de acordo com o coordenador-geral de Oleaginosas e Fibras, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) Sávio Rafael Pereira.

Ele disse que a pressão de baixa nos preços da soja decorre da expectativa de forte oferta do produto, neste ano, no mercado internacional, pois segundo previsão do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) haverá safras recordes de soja nos três maiores produtores (EUA, Brasil e Argentina), com oferta adicional estimada em 42,5 milhões de toneladas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

09 fevereiro, 2010

Lula quer manter economia em ritmo acelerado

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer que a economia seja mantida em "ritmo acelerado" neste ano, segundo relato do ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. A manifestação do presidente foi feita ontem, durante reunião semanal do grupo de coordenação política do governo.

Segundo Padilha, Lula quer que os integrantes do governo se preocupem diariamente com o crescimento econômico para "fazer 2010 melhor que 2009".

Na reunião de coordenação, no Centro Cultural Banco do Brasil, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, relatou que os empresários presentes ao Fórum Econômico de Davos (Suíça), no fim de janeiro, apontaram o Brasil como o país que mais vai gerar empregos em 2010. Em sua exposição, segundo Padilha, Mantega manifestou tranquilidade em relação à economia brasileira.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

MPEs do Ceará crescem acima da média do País

A crise fez nascer outras oportunidades entre empreendedores cearenses, que souberam superar as adversidades

A crise econômica parece não ter abalado a intenção do cearense em empreender. Ao contrário do que se poderia imaginar, a conjuntura de recuperação notada em 2009 estimulou a abertura do próprio negócio. É o que indica a pesquisa divulgada pelo Departamento Nacional de Registro do Comércio (DNRC), órgão do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). De acordo com o levantamento, no ano passado, foram abertas 19.334 novas empresas no Estado, um crescimento de 9% com relação a igual período de 2008, superando o desempenho nacional, cuja alta foi de 5%.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Porto do Rio Grande inicia dragagem para 18 metros

A dragagem de aprofundamento do Porto do Rio Grande que está sendo executada pelo consórcio formado pelas empresas Odebrecht Serviços de Engenharia S.A. e Jan de Nul do Brasil Dragagem Ltda, já teve início no canal externo do Porto do Rio Grande (fora dos molhes da Barra), onde a profundidade será de 18 metros. No final do mês passado o consórcio deu por concluída a dragagem do canal interno do Porto (do píer petroleiro a raiz dos Molhes da Barra – Superporto), com profundidade de 16 metros, o que será averiguado e confirmado por técnicos da Secretaria Especial de Portos (SEP), contratante da obra, que estarão em Rio Grande na próxima quinta-feira (11).

No Porto do Rio Grande os trabalhos iniciaram no dia 23 de gosto do ano passado pelo trecho 4, da raiz até a ponta dos Molhes da Barra, onde a profundidade será de 16 metros. Posteriormente foi realizada a dragagem no trecho 5, do píer petroleiro até a raiz dos Molhes da Barra (Superporto), onde a profundidade também será de 16 metros. Agora a draga está atuando no trecho 3 e, na sequência, executará a dragagem nos trechos 2 e 1, todos fora dos Molhes da Barra e onde a profundidade será de 18 metros.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Mercado segue atento a Europa

A deterioração fiscal de países da Europa segue no foco dos investidores globais nesta terça-feira, enquanto no Brasil o mercado digere mais um dado de inflação e o balanço trimestral do Itaú Unibanco.

Na véspera, os mercados financeiros tiveram uma trégua na turbulência, com alta das principais bolsas de valores europeias e alguma recuperação do euro. Neste pregão, a maior parte da Ásia manteve o viés positivo e o índice europeu de ações subia 0,31% nesta manhã, após uma abertura em queda, puxado por papeis ligados a metais. Em Wall Street, os futuros tinham alta.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Dados de inflação e balanços fazem agenda do dia

A terça-feira tem fraca agenda de indicadores econômicos tanto em âmbito doméstico quanto externo. Por aqui, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) apresenta sua leitura para o Índice de Preços ao Consumidor. Já a Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra o seu IPC semanal para as cidades São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Recife.

Ainda pela manhã, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra as estimativas da produção agrícola brasileira e a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário referente ao mês de dezembro.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Não se muda juro e câmbio por decreto

Em almoço fechado para 70 empresários da Câmara de Comércio França-Brasil, ontem, em São Paulo, o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, teria afirmado, segundo relato de pessoas presentes no evento, que sua permanência por oito anos à frente da instituição foi o bastante e que seu papel estará cumprido no fim desse período. Além disso, ele teria dito que "não é possível alterar os juros e o câmbio por decreto".

Segundo esses dirigentes de empresas, que pediram para não ser identificados, Meirelles reiterou que o próximo presidente da República não deve mudar as bases da política macroeconômica, como a busca da inflação baixa, o regime de câmbio flutuante e o rigor fiscal. Meirelles destacou que o Brasil é um País com economia estável e previsível e possui uma história de vários anos de estabilidade. Na avaliação de um empresário francês, o comentário de Meirelles sobre os juros teria sido uma crítica indireta ao governador de São Paulo, José Serra.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Usiminas vai investir R$ 3,2 bilhões em 2010

A Usiminas abafou altos-fornos, adiou investimentos, fez o primeiro programa de desligamento de empregados da sua história e perdeu mercado em alguns segmentos, como o automotivo. Mas pretende mudar esse quadro em 2010.

A empresa vai anunciar até o fim do mês um plano de investimentos de R$ 3,2 bilhões para este ano. E ainda poderá tirar da gaveta um dos investimentos suspensos no ano passado - o da construção de uma nova usina de placas em Santa do Paraíso (MG).

Os R$ 3,2 bilhões superam a média anual de todos os investimentos feitos entre 1999 e 2007, fase anterior à crise, em que o setor siderúrgico passou aquecido. Em Ipatinga (MG), a Usiminas fará a expansão da capacidade de produção de chapas grossas com uma nova tecnologia de resfriamento acelerado. Vai expandir também a capacidade instalada da coqueria 3 e a Unigal, unidade de produção de galvanizados. Em Cubatão (SP), o plano é abrir uma nova linha de tiras a quente. E em Itatiaiuçu (MG), onde está a mina, o objetivo é expandir significativamente a capacidade de produção de minério de ferro.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Reunião da Camex expõe divergências no governo

A reunião da Câmara de Comércio Exterior (Camex) será palco de um confronto entre o Itamaraty e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) em torno das retaliações a produtos e a patentes de medicamentos dos Estados Unidos – o principal item da pauta do encontro. O MDIC acredita que o governo brasileiro já atrasou demais a aplicação das sanções e se contrapõe à proposta da diplomacia de dar mais tempo para a negociação de uma solução alternativa com os EUA. A possibilidade de um acerto final no encontro é considerada improvável em ambos os ministérios. “Já passou do ponto de impor as retaliações.

Os EUA não vão cortar os subsídios condenados”, afirmou uma autoridade do MDIC. Mais fácil para os ministros que compõem a Camex será outra decisão – a redução para zero da tarifa de importação de etanol, em caráter temporário. A controvérsia do Brasil com os EUA em torno dos subsídios ao algodão foi um dos casos mais emblemáticos da OMC. A disputa iniciou-se em 2002, quando ainda estava em vigor a chamada “cláusula da paz”, uma regra adotada na Rodada Uruguai (1986-1994) que impedia o questionamento de subsídios agrícolas até 2003. Ao longo de sete anos, o Brasil levou adiante o contencioso até a condenação dos subsídios americanos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações da Alemanha crescem pelo 4º mês em dezembro

As exportações da Alemanha subiram 3% em dezembro sobre novembro, para 72,3 bilhões de euros (US$ 98,8 bilhões), no quarto mês consecutivo de expansão. As importações subiram 4,5%, para 55,6 bilhões de euros, acrescentou a agência federal de estatísticas nesta terça-feira.

O superávit comercial do país diminuiu para 16,7 bilhões de euros em dezembro, ante 17 bilhões de euros em novembro e previsão do mercado de 15 bilhões de euros.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Correios deverão ter agências no Exterior

Depois de garantir o monopólio no serviço no país, os Correios devem expandir sua atuação para o Exterior.

Em reunião, o ministro das Comunicações, Hélio Costa, apresentou ontem ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva minuta de medida provisória que promove a modernização e flexibilização das operações dos Correios. O objetivo é permitir que a empresa use sua infraestrutura para oferecer serviços como venda de seguro e chip de telefone celular, além de permitir que opere no Exterior.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

08 fevereiro, 2010

EUA ainda inspiram confiança nos investidores

O secretário americano do Tesouro, Timothy Geithner, afirmou neste domingo estar seguro de que os Estados Unidos ainda inspiram confiança nos investidores, apesar da crescente dívida e das advertências da agência de classificação Moody''s.

Perguntado em um programa do canal ABC se os investidores estão começando a rejeitar os bônus do Tesouro americano, Geithner respondeu que "isto nunca acontecerá com este país". "Se você dá um passo atrás e observa o que aconteceu em toda esta crise, quando as pessoas estavam mais preocupadas com a estabilidade do mundo, elas continuavam encontrando segurança nos bônus do Tesouro americano e no dólar", afirmou. "Este é um sinal muito, muito importante da confiança básica em nossa capacidade como país para trabalhar juntos para solucionar estes problemas", disse.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Logística crescerá 30% e estuda alta do frete

Operadores logísticos veem 2010 com grande otimismo, puxado por bons resultados obtidos no segundo semestre de 2009, e preveem incremento de até 30% nos negócios. A previsão é positiva e chega a puxar a perspectiva de aumento de frete em até 18%, segundo orientação da Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística). De acordo com presidente da NTC, Flávio Benatti, as empresas devem ser remuneradas pelos serviços adicionais, como o tempo de espera dos caminhões nos clientes e nos postos fiscais.

O setor também contabiliza qual será o real reajuste do percentual, que dificilmente conseguirá ser repassado para os clientes, mas Peter Wanke, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especialista na área, acredita que nem a questão de reajustes assusta. "O setor ainda está no inicio do seu ciclo de vida e consegue bons resultados. O dinamismo e os investimentos em tecnologia fazem com que o seu crescimento seja acelerado."

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Microempreendedor de todo o país já pode formalizar atividade

Os microempreendedores autônomos que estão hoje na informalidade poderão dar início a seu processo de formalização, ganhando direito a benefícios sociais, a partir desta segunda-feira (8), de acordo com o Ministério do Desenvolvimento.

A figura do microempreendedor individual foi criada para atender, por exemplo, profissionais que atuam de forma autônoma, com doceiros, borracheiros, camelôs, manicures, cabeleireiros e eletricistas. O governo diz que existem hoje cerca de 11 milhões de trabalhadores na informalidade, e a meta é formalizar 1 milhão deles somente em 2010.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

IBGM e Apex-Brasil renovam convênio durante a Feninjer

O Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) renovam convênio para o Projeto Setorial Integrado de Apoio às Exportações de Gemas, Joias e Bijuterias. A assinatura acontece na tarde desta segunda-feira, 8 de fevereiro, durante a 50ª edição da Feninjer - Feira Nacional da Indústria de Joias, Relógios e Afins, em São Paulo.

O projeto visa aumentar as exportações brasileiras de produtos de maior valor agregado, diversificar mercados e ampliar a base exportadora em cada um dos segmentos selecionados: gemas lapidadas, artefatos de pedra, folheados de metais preciosos, produtos de metais preciosos para a indústria, joias e bijuterias. O convênio terá o investimento total de R$18,3 milhões, dos quais R$9,3 milhões serão investidos pela Apex-Brasil. As instituições estimam atender mais de 150 empresas até o final do convênio, que tem o prazo de dois anos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Imposto alto é maior obstáculo à pesquisa

As empresas querem inovar, mas o custo ainda é considerado alto para o risco do investimento, segundo pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Para as empresas, os principais obstáculos aos investimentos em atividades inovadoras são decorrentes do desequilíbrio do trinômio câmbio-juros-carga tributária.

Nos últimos dois meses, a entidade ouviu 334 empresas, que listaram as dificuldades que enfrentam para investir em inovação. A mais citada - por 59% dos entrevistados - foi a elevada carga tributária incidente sobre os gastos em pesquisa e desenvolvimento (P&D), seguida da alta taxa de juros e dos custos de financiamento (58%) e da valorização do câmbio (55%).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Agropecuária catarinense tem cenário positivo para 2010

Para o chefe do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri, Airton Spies, as perspectivas do setor são muito boas. O clima está colaborando para uma boa safra e há diversos programas de apoio disponíveis aos agricultores familiares, como o Pronaf por exemplo, além do SC Rural, parceria entre o Governo do Estado e Banco Mundial, que vai investir 180 milhões de dólares no setor nos próximos 6 anos para alavancar o desenvolvimento rural, com sustentabilidade.

Para os agricultores familiares, que representam mais de 90% do total dos quase 200 mil estabelecimentos rurais do estado, a alternativa é a diversificação da produção, o planejamento, a melhoria da gestão da propriedade e principalmente a sua organização em forma de cooperativas e associações para ganhar escala, viabilizar estrutura de armazenagem e com isso acesso ao mercado. “É importante produzir produtos de alta densidade econômica, que permitam gerar maior renda por área de terra, e ainda, agregar valor a esses produtos”, afirma Spies, complementando que, com isso, é possível gerar uma renda capaz de manter e atrair os jovens para o campo, já que serão eles os sucessores da geração de produtores atuais.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil vai à OMC contra subsídio ao açúcar europeu

O Brasil levou as vendas de açúcar da Europa à Organização Mundial do Comércio (OMC). O Itamaraty, ao lado de Tailândia e Austrália, pediu a inclusão do tema na agenda. A exportação europeia será discutida no dia 18 de fevereiro, em Genebra.

O Brasil denuncia a Europa por exportar açúcar subsidiado ilegalmente, mas a decisão de levar o caso à OMC ainda não significa a abertura de uma disputa jurídica. Por enquanto, o Itamaraty pedirá explicações aos europeus. Bruxelas anunciou semana passada que autorizaria seus produtores a exportar 500 mil toneladas adicionais de açúcar em 2010, acima do teto permitido em acordo na OMC.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

PIB deve chegar a R$ 65,7 bi

A cifra ainda é preliminar e norteia o planejamento do governo do Estado para o atual exercício

O Produto Interno Bruto (PIB) cearense deverá alcançar um valor próximo a R$ 65,74 bilhões este ano, com o PIB per capita na casa de R$ 7.898,00. As cifras, baseadas em dados preliminares, norteiam o planejamento do Governo do Estado para o atual exercício. Se confirmado, o novo valor do PIB estadual representará um crescimento em torno de 8% para a economia do Ceará em 2010, na comparação com o ano anterior, que deve fechar com o indicador estimado em R$ 60,79 bilhões, apreços de mercado.

Além da conjuntura macroeconômica favorável - com juros baixo, inflação sob controle e superação da crise mundial -, as eleições (presidenciais e de outros cargos majoritários) promete aquecer a economia nacional como um todo, sobretudo segmentos dos Serviços e da Indústria.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Liberdade de mercado determina preços das companhias aéreas

As companhias aéreas têm total liberdade para estabelecer os preços das passagens que cobram aos clientes, esclareceu a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) à Agência Brasil, por meio de sua assessoria de imprensa. "Podem cobrar, desde que informem ao cliente", destacou a assessoria.

A Secretaria de Acompanhamento Econômico, do Ministério da Fazenda, e  o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), do Ministério da Justiça, entram no circuito somente quando há suspeita de dumping (concorrência desleal).

A Anac faz o registro das tarifas que as empresas são obrigadas a informar, para detectar se há alguma prática irregular, mas a liberdade de mercado é que vigora nesse setor.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Pesquisador questiona a relação entre o etanol e o preço do açúcar

O etanol tem pouca influência na variação do preço do açúcar. É isto que indica a dissertação Biocombustíveis e Culturas Alimentares: um Estudo das Relações de Causalidade entre os Preços do Açúcar, do Etanol e do Petróleo no Brasil, do economista André Souza de Melo, defendida em março de 2009 no Programa de Pós-Graduação em Economia da UFPE (Pimes). O trabalho foi realizado sob a orientação do professor Ricardo Chaves.

André Melo ressalta que a preocupação mundial com o meio ambiente e o baixo custo da produção (o menor do mundo) tem estimulado o Brasil a substituir os combustíveis fósseis por fontes alternativas, como o etanol. Exemplo disso é que, apesar das indústrias brasileiras produzirem simultaneamente açúcar e álcool, 12 das 19 indústrias recentes do País estão produzindo apenas etanol.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

05 fevereiro, 2010

Brasil é o sétimo país mais afetado por protecionismo

O Brasil é o sétimo país mais afetado por protecionismo no comércio internacional, revela o Global Trade Alert (GTA), um grupo de monitoramento de barreiras nas trocas globais. A China, maior exportadora mundial de mercadorias, é o país mais atingido, com 337 medidas, seguida pela União Europeia (UE), com 276, pelos Estados Unidos, com 213, Japão, com 173, Coreia do Sul, com 154, e Tailândia, com 142.

Em seguida, vem o Brasil, prejudicado por 136 medidas contra importações adotadas pelos parceiros. As medidas incluem aumento de tarifas, subsídios a exportação, mais exigências de licença de importação e 20 outras restrições. No caso brasileiro, o maior efeito (26 medidas) vem de restrições impostas a importações em programas de socorro às economias nos países industrializados, seguido de elevação tarifária (22).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil e argentina vão rever licenças que prejudicam comércio bilateral

Brasil e Argentina anunciaram nesta quinta-feira que vão rever a lista de produtos do comércio bilateral que hoje estão sujeitos às chamadas Licenças Não Automáticas (LNAs), um mecanismo que aumenta a burocracia para que as mercadorias entrem no país vizinho.

A ideia é tentar reduzir a quantidade de mercadorias que, hoje, demoram até sessenta dias, como determina a Organização Mundial do Comércio, ou até mais para desembarcar no país vizinho por causa das LNAs.

As autorizações - que chegaram a afetar cerca de 400 de um total de três mil produtos brasileiros exportados para a Argentina - provocaram, no ano passado, uma crise comercial entre os dois países.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Missão do Sebrae vê logística na Europa

Uma missão nacional do sistema Sebrae, integrada por 18 técnicos de vários estados, incluindo o Ceará, está na Alemanha mantendo contatos com empresas de logística de transporte e de redes de distribuidores da Europa para identificar novas oportunidades que possam ser apropriadas pelos pequenos empresários brasileiros. Raimundo Reginaldo Braga, assessor técnico da diretoria do Sebrae do Ceará, informou ao Diário do Nordeste que a missão já visitou o Porto de Rotterdam, na Holanda, detendo-se na operação das empresas de logísticas. Lá, os técnicos do Sebrae visitaram também redes de supermercados, potenciais compradores de produtos de micro e pequenos empreendedores do Brasil. Na Fruit Logística, que se realiza em Berlim, o time de técnicos do Sebrae dividiu-se para contatar as empresas internacionais da área de logística, buscando conhecer novos conceitos e tecnologias, adequando a instituição às exigências do mercado globalizado.

Reginaldo Braga revelou que a equipe de técnicos do Sebrae viajará amanhã para Frankfurt, onde cumprirá agenda de visitas a empresas locais.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Lula elogia ameaça da AGU a quem interromper obras

O tom forte usado pela Advocacia-Geral da União ao ameaçar processar membros do Ministério Público que abusarem de suas prerrogativas para impedir a construção da Hidrelétrica Belo Monte, ou qualquer outra obra pública, foi elogiado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A decisão de responder aos procuradores "na mesma altura" segue como posição de governo.

O presidente quer a AGU defendendo os funcionários públicos que assumem atitudes consideradas corajosas de garantir a continuidade das obras importantes para o governo, para que eles não se sintam desprotegidos com ameaças, disse uma fonte oficial.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Empresas de Portugal estão entre as que mais planejam investir no estado de São Paulo

No período pós-crise financeira internacional, as empresas de capital estrangeiro aumentaram de 23,3% para 31,1% a participação nas intenções de investimentos no estado de São Paulo, embora o volume financeiro tenha sido inferior na comparação entre o primeiro semestre do ano passado com igual período do ano anterior (2008).

De acordo com dados da Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo (Piesp),da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade), o montante passou de US$ 3,7 bilhões para US$ 3,1 bilhões.

No caso das empresas nacionais, houve uma diminuição mais acentuada, de US$ 12,1 bilhões para US$ 6,9 bilhões, e proporção de anúncios caiu de 76,7% para 68,9%.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Espírito Santo liderou queda na produção industrial em 2009

A produção da indústria nacional recuou em 13 das 14 regiões pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no ano passado. No acumulado do ano, a maior queda foi registrada no Espírito Santo, onde a indústria “encolheu” 14,6% no período.

Em todo o país, a produção industrial recuou 7,4% no ano passado, na maior queda desde 1990. Também tiveram recuo superior à média nacional os resultados verificados no Amazonas (-8,9%), Minas Gerais (-13,1%), São Paulo (-8,4%) e Santa Catarina (-7,8%). Goiás foi o único estado a não apresentar resultado negativo, com a indústria mostrando estabilidade no período.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística