14 janeiro, 2010

Empresas chilenas voltam a investir e Brasil está na mira


O esqueleto do Costanera Center assombrou os chilenos com a perspectiva de que tempos ruins na economia estariam por vir. A construção do complexo reunindo um prédio de escritórios e um shopping center foi interrompida em janeiro passado pelo grupo Cencosud, o maior varejista do país: o projeto de US$ 600 milhões teria de parar até que as “incertezas da crise se dissipassem”. Sobre o prédio vazio, a placa dizendo “Ícone do Desenvolvimento Latino-americano” parecia fazer piada sobre a desgraça de toda a região. Entretanto esse cenário sombrio parece ter ficado para trás. O Cencosud reiniciou as obras há três semanas. Outros grandes grupos chilenos vêm anunciando a retomada de investimentos, num movimento que deve beneficiar o Brasil.

A CMPC, grupo florestal e papeleiro, disse que investirá US$ 400 milhões neste ano em suas operações distribuídas por Chile, Brasil, México e Colômbia. Gonzalo García, secretário-geral da CMPC, não deu detalhes sobre quanto seria investido no Brasil, mas afirmou que a operação em Guaíba é uma das prioridades da companhia em 2010.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: