20 janeiro, 2010

América Latina enfrentou bem a crise, mas precisa crescer


As economias da América Latina mostraram uma resistência surpreendente durante um dos períodos econômicos mais difíceis da história recente, evitando uma onda de tomada de empréstimos que tradicionalmente ocorria nas crises anteriores, afirma um relatório da Moody's sobre a região. O documento destaca também a estabilidade do Brasil durante esse período.

Segundo a agência classificadora de risco, com uma recuperação global frágil à vista, as economias latino-americanas precisam voltar a ter taxas de crescimento mais altas para estimular o desenvolvimento e o aumento da classe média. A Moody's alerta também que a América Latina pode entrar numa condição fiscal vulnerável se não crescer mais rápido. Economistas têm defendido taxas de crescimento acima de 6% para melhorar os padrões de vida numa região ainda assolada pelo subdesenvolvimento.

"A América Latina saiu-se muito bem nessa crise, melhor do que esperávamos", disse o economista Gabriel Torres, no relatório publicado hoje. "Mas, para continuar saindo-se bem, a região precisa de um crescimento forte, previsível e sustentável."

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: