08 dezembro, 2009

Desenvolvimento pede R$ 10 bilhões para o Eximbank


Está em curso uma intensa disputa no governo sobre o montante de capital do Eximbank, o novo banco de fomento à exportação. A proposta do Ministério do Desenvolvimento é que o patrimônio da instituição alcance de R$ 10 bilhões a R$ 13 bilhões. Mas não há consenso na Fazenda de que seja necessário um valor tão alto logo no início. A queda de braço entre Fazenda e Desenvolvimento está travando a criação do Eximbank. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já deu o aval ao banco, mas é pouco provável que o projeto saia do papel ainda este ano, conforme a promessa inicial do governo. O surgimento do Eximbank visa a apoiar os exportadores, que estão perdendo competitividade por causa da valorização do câmbio.

Segundo uma fonte do governo federal, se o patrimônio alcançar R$ 10 bilhões, o banco poderia se alavancar em até cinco vezes no mercado financeiro, garantindo R$ 50 bilhões de financiamento à exportação. A dificuldade é conseguir a liberação inicial na Fazenda. O momento internacional é propício para captações de empresas brasileiras no exterior, principalmente públicas. Ainda não está definida qual vai ser a fonte do capital do banco. Há algumas opções em estudo: o Tesouro Nacional, o que depende do Orçamento da União em 2010, ou o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), caso o Eximbank se transforme em uma subsidiária integral.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: