31 agosto, 2009

Ponte do Rodoanel sobre a Represa Billings está 90% pronta

Uma das duas pontes do Rodoanel Mário Covas que passarão sobre a Represa Billings, em São Bernardo, estará completamente pronta até o fim do ano. O tráfego de veículos, contudo, só será liberado em março de 2010, quando a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário) promete entregar todo o Trecho do Sul, que atravessará também Santo André e Mauá.

Cerca de 90% dos trabalhos para edificação da ponte interna estão concluídos. A ponte externa tem 80% da obra terminada. Cada uma das ligações tem 1.750 metros de extensão. Apesar de relativamente curta, se comparada aos quase 62 quilômetros do Trecho Sul, a ponte é emblemática porque pode servir como exemplo da grandeza, para o sistema de transporte, e do impacto, sobre o meio ambiente, de todo o Rodoanel.

Vista de longe, ou de perto, como fez o Diário em viagem de barco pela represa, a "Rio-Niterói paulista" impressiona pela imponência.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Petrobras deve sair como a grande vencedora no pré-sal

Na disputa por interesses privados, políticos ou estatais durante as discussões que permearam as reuniões da Comissão Interministerial, criada para discutir o pré-sal, ao longo do último ano, há pelo menos um consenso: a Petrobras sagrou-se como a grande vitoriosa. Nos primeiros encontros, segundo fontes ligadas aos membros da comissão, a companhia começou em baixa, desprestigiada pela proposta de criação de uma nova estatal que ficaria com todas as reservas do governo e passaria a fazer contratos de partilhas com as empresas privadas (entre elas, a Petrobras) para a exploração do óleo. Na época, em um dos poucos comentários sobre o tema durante o ano em que se desenrolaram as discussões, o próprio presidente da companhia, José Sérgio Gabrielli, posicionou-se contrário à criação dessa nova empresa.

Durante os meses que se seguiram, com ânimos um pouco acalmados, os papéis da nova estatal e da Petrobras foram se definindo e a companhia começou a brigar por algo que inicialmente seria impensável: uma capitalização pela União e a garantia de operação de todos os blocos do pré-sal. Inicialmente, a proposta para que a empresa ficasse com a operação previa um porcentual para a Petrobras de, no máximo, 10%. A proposta foi fortemente rechaçada pela companhia, que encontrou aval para subsidiar seus argumentos em uma recomendação na legislação da Agência Nacional do Petróleo (ANP) de que as operadoras de um bloco não deveriam ter menos de 30%.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

China vai subsidiar empréstimos para importação de insumos

A China cortará custos de importação de matérias-primas ao subsidiar os juros sobre empréstimos tomados para pagamento dos carregamentos, afirmou o principal órgão de planejamento da China, a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma.

As importações incluem concentrados e minérios de metais como cobre, níquel, chumbo, zinco, urânio e cromo, bem como equipamentos para energia limpa como solar e componentes para energia nuclear.

A oferta dos subsídios sobre importações é a mais recente de uma série de medidas desenhadas para apoiar a indústria chinesa. Outras ações tomadas incluíram a flexibilidade do crédito, pacote de estímulo de US$ 585 bilhões, ajustes tributários sobre importações e exportações e uma campanha de formação de estoques de commodities por governos locais e central.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Crise na Receita pode atrasar licitações e prazos nos portos

Apenas 17 scanners capazes de verificar o conteúdo de contêineres de cargas estão em atividade no Brasil, quando dentro de pouco mais de dois anos, vencerá o prazo dado pelos Estados Unidos para o recebimento de cargas totalmente vistoriadas nos portos de origem. A Receita Federal está licitando a compra de 37 equipamentos, porém o processo que vem se arrastando há meses, pode sofrer um atraso maior, em função de sua atual crise administrativa.

Quatro consórcios estão no aguardo do resultado da licitação que envolve cerca de R$ 255 milhões, para a compra dos superscanners pelo órgão federal. Estão no páreo, a Ebco Systems em parceria com a inglesa Smiths Heimann, a associação entre a chinesa Nuctech Company com a VMI Sistemas de Segurança, a Rapiscan do Brasil, representante da norte-americana Rapiscan Systems mais a IB Tecnologia, e, finalmente a Science Applications International como par da Teletronic Comércio de Equipamentos de Segurança, conforme informou Receita Federal ao DCI

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações fortes

A trading Bauche Energy não deverá perder sua participação nas exportações brasileiras de álcool nesta safra, mesmo com a forte queda dos embarques brasileiros do combustível previstos para 2009/10. "Temos boas parcerias comerciais no país e um acordo com uma empresa desidratadora de álcool no Caribe, o que nos permitirá manter nossos volumes", afirmou Nelson Ostanello, diretor da exportadora.

A expectativa do mercado é de que as exportações brasileiras de álcool recuem quase 40% nesta safra, para cerca de 3 bilhões de litros, dos quase 5 bilhões de litros embarcados no ciclo anterior. A queda das vendas externas reflete a baixa demanda global pelo combustível, sobretudo dos EUA.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Câmbio na mira

O governo discute como lidar com a alta volatilidade da taxa de câmbio, tão prejudicial aos exportadores e aos investidores quanto a própria valorização excessiva. Propostas como maior abertura da conta de capital - com a permissão para que os bancos brasileiros possam investir no exterior e maior flexibilidade para as operações no mercado de derivativos - têm sido objeto de discussão no Banco Central, mas ainda não há consenso na área econômica do governo para avançar nessa linha.

O fato é que o real tem sido uma das moedas mais voláteis do planeta. Disputa a primazia ora com o dólar australiano, ora com o rand, da África do Sul. Economistas oficiais de todos os matizes se preocupam em compreender as razões desse fenômeno, discutem alternativas para combater os picos e vales da cotação da moeda, mas não há uma decisão madura sobre o que fazer. Foi o real a moeda que mais se desvalorizou após a bancarrota da Lehman Brothers, em 2008, e, este ano, a que mais se valorizou. No final do jogo, está praticamente empatada, mas os altos e baixos impuseram prejuízos à economia.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

27 agosto, 2009

Recuperação do tráfego aéreo está a caminho

Uma recuperação do tráfego aéreo está a caminho, segundo os dados mais recentes da associação mundial do setor, Iata. Os números também sinalizam que a economia mundial está deixando a recessão.

Mas essa recuperação será "volátil e fraca", afirmou a Associação Internacional de Tráfego Aéreo (Iata, na sigla em inglês), nesta quinta-feira, indicando que a turbulência que fez a indústria rumar para outro ano de perdas bilionárias não está no fim.

As companhias aéreas transportaram 11,3% menos carga e 2,9% menos passageiros em julho em relação ao mesmo período do ano passado, informou a entidade na mais recente leitura de tráfego transfronteiriço, que indica a saúde do comércio mundial.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Tóquio recua 1,6% após alta do iene e queda das bolsas da China

A Bolsa de Tóquio registrou queda com realizações de lucros sobre os ganhos recentes, provocadas pelas preocupações com a insistente valorização do iene e a queda das bolsas chinesas nesta quinta-feira, 27. O índice Nikkei 225 baixou 165,74 pontos, o equivalente a 1,6%, fechando aos 10,473,97 pontos, retrocedendo aos níveis de quarta-feira.

As preocupações com a economia chinesa se ampliaram depois que o Conselho de Estado da China alertou para o excesso de capacidade em alguns setores. Incertezas sobre a demanda por automóveis nos EUA após o fim do programa "dinheiro por sucata" aumentaram a cautela dos investidores, disse o analista Yukio Takahashi, da corretora Mizuho Securities. "Os players estão avaliando se as tendências de recuperação da economia que estão surgindo são sustentáveis sem o reforço temporário das medidas do governo", afirmou.

Ações sensíveis à economia global, como as de siderúrgicas, tradings e empresas de transporte marítimo lideraram a baixa desta quinta-feira. As montadoras e o setor de tecnologia também se enfraqueceram com o dólar bem abaixo dos 94 ienes durante a maior parte do dia. JFE Holdings baixou 3,2% e Itochu caiu 3,1%.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Com exportação baixa, preço do boi despenca na entressafra

Adentrando o segundo semestre com as vendas externas limitadas, o mercado de carne bovina segue em ritmo lento e com a cotação em queda em plena entressafra. Nessa mesma época no ano passado, os preços negociados em São Paulo estavam cerca de 15% maiores. Este ano, a média mensal de agosto é de R$ 78,20 a arroba (preço nominal onde a inflação já está descontada). Em agosto de 2008, a média foi de R$ 92,05 a arroba.

De acordo com Shirley Martins Menezes, pesquisadora do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), este ano está sendo bastante atípico, com diversos fatores, dentre eles os climáticos e os econômicos, interferindo nos volumes de oferta e de demanda. "Por causa disso, estamos percebendo frequentes oscilações nos preços e as médias diárias refletem um mercado pontual", disse Menezes.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Santos receberá aportes de R$ 5,2 bilhões para expansão

O Porto de Santos, o maior do País e administrado pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), está com projetos de expansão e de melhorias na infraestrutura que, contabilizados, somam investimentos de cerca de R$ 5,2 bilhões, divididos entre a iniciativa privada e o poder público. Isso sem contar o plano do "novo porto", para a região denominada Barnabé Bagres, hoje objeto de estudo de viabilidade por três grupos e que deve ganhar um orçamento até o final de setembro próximo.

A importância desses aportes pode ser vista no levantamento do potencial de avanço no Porto de Santos, que está em andamento, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e vislumbra que a unidade tem condições de saltar dos atuais mais de 80 milhões de toneladas movimentados, para quase 230 milhões em 2024 - levando em consideração um cenário pessimista, este número ficaria em 130 milhões. "Este estudo leva em consideração as potencialidades de desenvolvimento do complexo santista, observando as demandas projetadas pelo agronegócio e a indústria", explica José Roberto Correia Serra, diretor presidente da Codesp, ao acrescentar que o trabalho está em curso e terá complementações com variáveis socioeconômicas, financeiras e ambientais.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

PIB da Espanha tem contração de 4,2% no segundo trimestre

A economia espanhola recuou 4,2% entre abril e junho deste ano, na comparação com mesmo intervalo de 2008, a maior queda desde 1970. Perante o primeiro trimestre deste calendário, o decréscimo do Produto Interno Bruto (PIB) do país ficou em 1,1%. Os números foram apresentados nesta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) da Espanha.

No dia 14 deste mês, o organismo havia comunicado, em caráter preliminar, que o PIB espanhol teve retração de 4,1% no segundo trimestre, ante os mesmos três meses do ano passado, e diminuição de 1% no confronto com janeiro e março do exercício atual.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Déficit fiscal deve ficar abaixo de 3% do PIB

O déficit nominal brasileiro deve ficar abaixo de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, um número baixo quando comparado ao de outros países, tanto emergentes quanto desenvolvidos. Para combater a crise, os governos de todo o mundo adotaram políticas fiscais expansionistas, que elevaram o buraco no resultado das contas públicas incluindo o pagamento de juros.

Nos EUA, o déficit nominal em 2009 atingirá 13,7% do PIB e no Reino Unido, 14,4% do PIB, de acordo com estimativas da Economist Intelligence Unit (EIU). Os outros países do Bric também deverão ter déficits maiores que o Brasil neste ano: a EIU projeta rombo de 8% do PIB para a Rússia, de 7,8% do PIB para a Índia e de 4,1% do PIB para a China. Os analistas ouvidos semanalmente pelo Banco Central apostam que o Brasil terá um déficit de 2,9% do PIB em 2009.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

União pode pôr até R$ 100 bi na Petrobras

Com esse valor, a União, que detém 55,7% das ações ordinárias da empresa, passará a ter algo entre 65% e 70%

O governo avançou na discussão da capitalização da Petrobras. Números preliminares, estimados pela própria estatal, indicam aporte que varia de R$ 40 bilhões a R$ 100 bilhões. Se prevalecer o valor mais alto, a União, que detém 55,7% das ações ordinárias da empresa (com direito a voto), passará a ter, segundo cálculo do Valor Data, algo entre 65% e 70%, caso os acionistas privados não participem da chamada de capital.

Para capitalizar a Petrobras, a União, segundo informou uma fonte graduada do governo, emitirá títulos lastreados no petróleo das "franjas" dos blocos já licitados e pertencentes à Petrobras na área do pré-sal. Esse processo - a unitização -, é necessário para evitar que a estatal ou qualquer outra empresa extraia indevidamente petróleo que pertence à União.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

26 agosto, 2009

TAM faz parceria com Amadeus

A TAM anunciou, ontem, uma parceria tecnológica de dez anos com a Amadeus, empresa de tecnologia da informação do setor de turismo e viagem. Ainda que não tenha revelado o valor do contrato, a expectativa da TAM é de que o sistema traga US$ 60 milhões por ano em novas vendas. A solução vai gerenciar as reservas, inventários e outros processos da TAM. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Meirelles reafirma independência do BC

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou preferência para que o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, fique no cargo até dezembro do próximo ano, mas também apoia e respeita qualquer decisão que o titular do BC tomar sobre uma eventual candidatura nas eleições em 2010. A informação foi dada pelo próprio Meirelles à imprensa, em Nova York, durante entrevista coletiva ontem.

O presidente do BC disse que um dos fatores a ser considerado na sua decisão sobre concorrer a um cargo público eletivo é o desempenho da economia brasileira. “O presidente Lula manifestou em público, e a mim diretamente mais de uma vez, a preferência para que eu permaneça na posição até o dia 31 de dezembro de 2010. Evidentemente, ele também manifestou seu apoio e respeito a qualquer decisão minha”, afirmou Meirelles, depois de fazer apresentação em evento organizado pela Câmara de Comércio Brasil-EUA.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações têm alta de 14%

As exportações de Maringá entre janeiro e julho de 2009 ultrapassaram em 14,12% o valor exportado no mesmo período do ano passado. Dados da Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, mostram que nos sete primeiros meses foram vendidos ao exterior US$ 554,523 milhões em produtos maringaenses. De janeiro a julho de 2008, o município exportou US$ 495,902 milhões.

No entanto, em julho o volume exportado caiu em relação a junho, de US$ 153,895 milhões para US$ 83,773 milhões. Descontando o volume importado nos dois anos, o saldo comercial de Maringá de janeiro a julho cresceu 37,77% em 2009, na comparação com os sete primeiros meses de 2008. No ano passado, o saldo foi positivo em US$ 335,462 milhões. Este ano, Maringá opera com resultado positivo de US$ 462,180 milhões.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Incentivo a cabotagem

As empresas brasileiras de navegação e segmentos do governo, incluindo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e o Ministério dos Transportes, estão engajados em um movimento para fortalecer a cabotagem, o transporte marítimo de cargas entre os portos do País. A atividade vem crescendo rápido - só nos contêineres expandiu-se 350% em volume nos últimos cinco anos. Mas a participação do modal na matriz de transporte do Brasil é de apenas 1%, segundo o Plano Nacional de Logística de Transportes (PNLT), elaborado pelos ministérios dos Transportes e Defesa.

A baixa participação relativa da cabotagem deve-se, em parte, ao fato de que os estímulos previstos em lei para fortalecer o setor até hoje não vingaram. O resultado é que, mesmo sendo um meio de transporte menos poluente e mais seguro do que o caminhão em longas distâncias, o custo para operar um navio de bandeira brasileira é quase o dobro se comparado ao de uma embarcação estrangeira. A comparação indica que falta competitividade à navegação de cabotagem no Brasil, que é protegida por reserva de mercado, assim como em diversos países com tradição marítima.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

China supera Alemanha e se torna maior exportador mundial

A China superou a Alemanha como maior exportador mundial em volume comercial no primeiro semestre do ano, segundo publicou hoje a imprensa oficial, que reproduziu informações do último relatório da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Entre janeiro e junho, a China vendeu bens ao exterior no valor de US$ 521,7 bilhões, enquanto a Alemanha, então líder mundial em exportação, negociou US$ 521,6 bilhões.

Apesar de as exportações chinesas estarem caindo há nove meses, a China conseguiu passar a Alemanha em números absolutos, embora analistas reconheçam que as vendas dos dois países não são comparáveis em valor agregado.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Bovespa opera em alta na abertura do pregão

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu os negócios desta quarta-feira em baixa, mas logo reverteu o movimento e passou a operar com leve alta. Por volta das 10h05, o Ibovespa, principal índice da Bolsa paulista, subia 0,22% para os 57.547 pontos.

Em Wall Street, os agentes reagem à divulgação dos dados sobre encomendas por bens duráveis, que subiram 4,9% em julho, superando o previsto e marcando a maior alta em dois anos. Tirando os bens de transporte da conta, os pedidos subiram 0,8%, abaixo do 1% previsto. Ainda nesta manhã, os investidores recebem os dados sobre a venda de casas novas.

Na Ásia, a quarta-feira encerrou de forma positiva para os principais mercados. Tóquio e Seul registraram valorização de 1,36% e 0,80%, respectivamente. Na China, Xangai fechou com acréscimo de 1,78% e Hong Kong teve leve acréscimo de 0,10%.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

25 agosto, 2009

Azul lança transporte de cargas amanhã

A Azul Linhas Aéreas vai lançar amanhã uma unidade de negócios voltada ao transporte de cargas, a Azul Cargo, ampliando competição com as líderes do mercado brasileiro de aviação TAM e Gol. A empresa aérea realiza atualmente voos comerciais e utiliza aviões Embraer 190 e 195. A assessoria de imprensa da Azul indicou que não serão usados aviões exclusivamente para o transporte de carga, e sim parte do espaço livre das aeronaves utilizadas em voos comerciais. De acordo com informações no site da Embraer, o jato modelo 195, por exemplo, tem condições para transportar até cerca de 13 toneladas, sem incluir combustível. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Ferrovias de SC ganham investimentos

Duas novas medidas prometem impulsionar a malha ferroviária e a economia de Santa Catarina nos próximos anos.

Ontem, parlamentares catarinenses se reuniram na Câmara Municipal de Imbituba, no Sul do Estado, para anunciar a ampliação da Ferrovia Leste-Oeste até a fronteira com a Argentina e a assinatura do contrato e a ordem de serviço para execução do projeto executivo da Ferrovia Litorânea.

Dentro de aproximadamente seis meses, será possível conhecer os detalhes da Ferrovia Litorânea, uma obra de 235,6 quilômetros que está orçada em R$ 945 milhões e deve ser finalizada até 24 meses após a contratação das empresas envolvidas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Cresce superávit da balança comercial

A balança comercial registrou superávit de US$ 415 milhões na terceira semana de agosto, com exportações de US$ 3,135 bilhões e importações de US$ 2,720 bilhões. O saldo acumulado no mês é positivo em US$ 2,030 bilhões. As exportações somam US$ 9,601 bilhões as importações, US$ 7,571 bilhões.

No ano, a balança acumula superávit de US$ 18,943 bilhões. Pelo critério da média diária das operações, as exportações em agosto estão com desempenho 31,9% inferior ao verificado em agosto de 2008. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Fórum Santos Export debate a expansão da atividade portuária

O ministro-chefe da Secretaria Especial de Portos (SEP), Pedro Brito, participará da abertura do Santos Export 2009 Fórum Nacional para Expansão do Porto de Santos que começa nesta terça-feira.

Considerado o maior e mais significativo evento portuário do País, o Fórum vai reunir autoridades governamentais, empresários e executivos do porto, comércio exterior, logística e transportes, dirigentes, executivos e técnicos e empresas portuárias, além de profissionais, especialistas e técnicos de atividades e serviços diversos. Iniciativa do Sistema A Tribuna de Comunicação e uma realização da Una Marketing de Eventos, o Fórum ocorrerá até amanhã, no Mendes Convention Center, em Santos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Obama vai nomear Bernanke para 2º mandato no Fed

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, irá nomear Ben Bernanke para um segundo mandato como chairman do Federal Reserve nesta terça-feira.

Obama fará o anúncio em Massachusetts com Bernanke a seu lado e irá parabenizar Bernanke por suas ações para salvar o sistema financeiro do colapso em meio à crise, disse uma autoridade sênior do governo na noite de segunda-feira.

A nomeação de Bernanke para um novo mandato de quatro anos precisa ser aprovada pelo Senado. Os democratas de Obama controlam o Senado, mas Bernanke enfrenta críticas de políticos de ambos os partidos por ter ido longe demais nas medidas do Fed contra a crise, já que elas podem ser difíceis de reverter, sendo uma ameaça inflacionária futura.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

24 agosto, 2009

Argentina restringe comércio

O governo de Cristina Kirchner pretende continuar aplicando de forma intensiva o sistema de licenças não automáticas para restringir a entrada de produtos estrangeiros, incluindo as mercadorias de seu principal aliado estratégico, o Brasil.

Segundo declarações do subsecretário de Política e Gestão Comercial, Eduardo Bianchi, ao jornal portenho La Nación, o sistema de licenças não automáticas será mantido – no mínimo – até o final deste ano.

– Depois, veremos se é necessário continuar monitorando certos setores, de acordo com o contexto internacional – afirmou.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

O Plano Real da Infraestrutura

Há quinze anos nascia o Plano Real liderado pelo então Ministro da Fazenda Fernando Henrique Cardoso, na gestão do Presidente Itamar Franco e com a intensa colaboração de economistas, tais como Pérsio Árida, Gustavo Franco, Clóvis Carvalho, André Lara Resende, entre tantos outros notáveis, destacando-se o pensamento liberal e de mercado.

Antes de 1994, ano de implementação da URV (Unidade Real de Valor), como indexador da moeda e a posteriori do Plano Real em si, quem não recorda do elevado processo inflacionário nacional, oriundo de políticas públicas equivocadas, de um gasto público exorbitante, gerando uma dívida interna absurda e com perdas no poder de compra consumidor. Em paralelo, o parque industrial nacional estava defasado, com baixa capacidade de investimento e crescimento, devido à ausência de recursos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Gerenciamento de crises em acidentes com produtos perigos e vazamentos de óleo

É claro, o total despreparo das empresas de transporte quanto a atenção devida a a acidentes ambientais que têm o potencial de arranhar sua imagem ou reputação, quando não administrados de forma adequada.

Não restam dúvidas de que a marca promove uma valorização no valor de mercado das empresas já que se tornou um diferencial competitivo diante da concorrência. E o que está por trás da marca é a reputação de uma empresa que foi construída no decorrer da sua existência. Desta maneira, é necessário que as empresas busquem construir uma boa reputação e não meçam esforços para preservá-la e protegê-la. "Se um acidente ambiental não é atendido, a credibilidade e reputação da empresa desaparecem rapidamente aos olhos do público .Acidentes ambientais são eventos imprevisíveis, que, provocam prejuízos significativos a uma empresa e logicamente.

Clique aqui e veja o artigo na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Voos domésticos no Brasil somam mais 2,87 milhões de passageiros em Julho

A aviação brasileira teve em Julho, mês de férias no Brasil, um aumento de 2,87 milhões de passageiros nos voos internos, concluiu o PressTUR a partir dos dados da Infraero, empresa gestora dos aeroportos, os quais indicam um total de 11,7 milhões de passageiros em voos domésticos, mais 33% que no ano passado.

O número total de passageiros nos aeroportos brasileiros em Julho, incluindo voos domésticos e internacionais, foi de 12,74 milhões, o que representa um aumento em 27,7% ou 2,76 milhões.
A atenuação da taxa de crescimento ocorre pela queda do tráfego em voos internacionais, que os dados indicam ter sido de 8,7%, o que corresponde a um decréscimo de 112 mil passageiros, para 1,17 milhões.

A Infraero, que divulga os dados para o acumulado do ano, indicou que de Janeiro a Julho os aeroportos brasileiros somam 69,98 milhões de passageiros, o que representa um aumento em 3,6% ou cerca de 2,4 milhões em relação a 2008.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações de Moçambique caíram 36% no primeiro trimestre

As exportações de Moçambique caíram em valor 36 por cento no primeiro trimestre do ano para 348 milhões de dólares, afirmou sexta-feira o presidente do Instituto de Exportações de Moçambique (Ipex), João Macaringue.

Segundo João Macaringue, no primeiro trimestre do ano passado, as exportações moçambicanas atingiram cerca de 544 milhões de dólares.

A queda das exportações entre Janeiro e Março deste ano foi influenciada pela redução das vendas de alumínio, gás natural e electricidade, os principais produtos nas transacções de Moçambique com o exterior, acrescentou João Macaringue.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Tóquio sobe 3,4%, com commodities e exportadoras

A Bolsa de Tóquio fechou em alta, impulsionada pelos ganhos de sexta-feira nas bolsas de Nova York e pelo crescimento do otimismo em relação à economia global, que estimulou a compra das ações da Inpex e de outras empresas ligadas a commodities. A desvalorização do iene ajudou as exportadoras. O índice Nikkei 225 ganhou 342,85 pontos, ou 3,4%, e fechou aos 10.581,05 pontos.

Notícias específicas também despertaram o interesse dos investidores depois que a operadora de lojas de conveniência Lawson e a rede de drogarias Matsumotokiyoshi Holdings fecharam acordo para a formação de uma ampla aliança, que incluirá novas lojas de venda de medicamentos no balcão.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Planalto preparado para blindar Dilma

Alvo preferencial da oposição nas últimas semanas, a ministra-chefe da Casa Civil e preferida do Planalto para disputar a Presidência da República, Dilma Rousseff, sairá de cena por no mínimo uma semana, em setembro.

A princípio, Dilma deverá sair de férias depois do anúncio do marco regulatório do pré-sal, no dia 31. A retirada de Dilma coincide com a nova estratégia do Planalto para reforçar sua blindagem. A partir de agora, líderes do PT e do governo no Congresso, dirigentes petistas e até ministros ficarão responsáveis por uma espécie de “comitê” da pronta resposta em Brasília.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Risco-Brasil fica entre os menores

O Brasil teve destaque entre os emergentes no mercado internacional de crédito no período pós-quebra da Lehman Brothers e se consolidou como o de menor prêmio de risco entre os países mais negociados. O risco-Brasil está 19,6% abaixo do que era um dia antes de estourar a fase mais aguda da crise, em 15 de setembro, na comparação com o aumento de 12,9% na média de 14 países do índice CDX.

"A despeito de todos os problemas e desafios, o Brasil é percebido como mais disciplinado e previsível", diz Octavio de Barros, diretor do Departamento de Economia do Bradesco. "Mesmo o cenário eleitoral do ano que vem, ainda que possa suscitar alguma volatilidade mais adiante, não tira o sono de ninguém, pois o mercado não identifica incentivos a se andar para trás", diz ele. No seu entender, o risco-Brasil tende a seguir uma trajetória de queda, fechando nos níveis de 100 pontos básicos no final deste ano, na comparação com os 124,915 pontos básicos na sexta-feira do prêmio do swap de crédito (CDS) de vencimento em cinco anos da dívida externa brasileira.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

21 agosto, 2009

Aeroporto opera normalmente e registra 4 atrasos em voos

O Aeroporto Internacional de Campo Grande opera sem restrições para pousos e decolagens desta sexta-feira.

A Infraero informa que houve quatro atrasos em voos da Trip.

São eles o 5503 procedente de Belo Horizonte (MG) desembarcou à 0h45, o horário programado era para às 23h50; o 5532 com saída para Cuiabá (MT)programada para à 0h20, decolou às 1h01; i retorno da aeronave como 5533 desembarcou às 4h20. O horário programado era para às 3h35; o 5502 com destino a capital mineira decolou com pouco mais de meia hora de atraso, às 4h41. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Petrobras descobre novo reservatório de petróleo

Uma nova descoberta de petróleo de boa qualidade na Bacia de Campos foi anunciada ontem pela Petrobras. O reservatório, localizado a 120 quilômetros do litoral de Cabo Frio, na região dos Lagos, contém cerca de 280 milhões de barris de petróleo, segundo nota distribuída pela empresa. Trata-se da terceira importante descoberta de óleo leve em Campos. A companhia informou que o projeto de desenvolvimento de Aruanã será apresentado em breve à Agência Nacional do Petróleo (ANP). (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Etanol sobe 25% em 5 meses

O litro do etanol, ao sair das destilarias paranaenses, subiu de R$ 0,574 na semana entre 30 de março e 3 de abril, para R$ 0,717, na semana entre os dias 10 e 14 de agosto.

Das mais de 30 indústrias paranaenses, oito produzem exclusivamente etanol. As demais são usinas, que podem dividir a produção entre açúcar e o combustível.

Embora a maior parte dos usineiros esteja privilegiando a produção de açúcar, em detrimento da destilação de etanol, a Associação dos Produtores de Bionergia do Paraná (Alcopar) afirma que não há relação direta entre a variação de preços das duas commodities.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Comércio exterior de alimento está sob ameaça

Um grupo de agentes fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que atuam no sistema de vigilância do Porto de Santos, aponta irregularidades na importação e exportação de alimentos. A denúncia já foi formalizada junto ao Ministério Público Federal (MPF) e relata situações perigosas para a saúde pública e animal, meio ambiente, comércio internacional e turismo.

Do ponto de vista do agronegócio, as exportações brasileiras ficarão seriamente ameaçadas se confirmadas as infrações. Pelo Porto de Santos passa a maior parte da produção agropecuária do País e uma das acusações dos fiscais federais é a de que seria comum a liberação ilegal de carnes, produtos lácteos, ovos e mel.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil planeja mais investimentos na Bolívia

Planos para investimentos bilionários de empresas brasileiras na Bolívia farão parte das conversas que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá, amanhã, com o presidente boliviano Evo Morales, na Bolívia. Executivos da Braskem discutiam ontem, em Santa Cruz, com o ministro de Hidrocarburos boliviano, Oscar Coca, e o presidente da estatal de petróleo YPFB, Carlos Villegas, condições para investir até US$ 2,5 bilhões em um polo petroquímico desejado pela empresa no país. A Vale iniciou sondagens para um investimento de U$ 1,5 bilhão na exploração e processamento de minerais.

As negociações, ainda em estágio preliminar, têm recebido apoio entusiasmado do governo brasileiro, que, estimulado pelo interesse privado em empreendimentos industriais na Bolívia, acredita ter superado a crise de confiança entre os dois países, nascida em 2006 com a nacionalização, pelo governo Morales, de maneira abrupta, de todo o setor de gás no país. Lula pedirá sinais do governo boliviano de que haverá condições estáveis para os investimentos por parte de empresas brasileiras. Poderá anunciar, também, a venda em condições especiais, de tratores brasileiros aos bolivianos.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Cresce importação no país de carros e peças

Das 15 empresas que mais importaram entre janeiro e julho, seis são fabricantes de veículos. O total de compras dessas empresas no exterior - carros mais componentes - totalizou US$ 4,175 bilhões, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Esse volume representa 7,5% das importações brasileiras no período e também um aumento de 231% em relação ao volume das compras feitas também por montadoras no exterior nos sete primeiros meses de 2002, quando o câmbio não era tão favorável aos produtos importados.

A lista das montadoras que mais trouxeram produtos de outros países este ano não é a mesma de sete anos atrás. Em 2002, as veteranas Volkswagen, General Motors, Ford e Fiat, além do grupo francês PSA Peugeot Citroën estavam entre os 15 maiores importadores. Mas as três primeiras também se destacavam entre os 15 maiores exportadores. Agora, na lista dos 15 maiores importadores deste ano, além de Volks, Fiat e Ford estão também Honda, Toyota e Mercedes-Benz . No entanto, apenas duas - Volkswagen e Mercedes-Benz - estão entre os 15 primeiros colocados nas exportações.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

20 agosto, 2009

Transportes e Consumo de Combustíveis

Quando o assunto é o futuro do setor de transportes e o respectivo consumo de combustíveis, o cenário é repleto de questionamentos e dúvidas cruéis. Algumas perguntas típicas sobre o problema em questão são: qual o futuro da matriz de transportes nacional? Qual a tendência para o consumo de combustíveis? Qual o impacto dos preços dos combustíveis no mercado internacional e para o setor de transportes?Em função do comportamento do PIB, qual a tendência para o consumo de combustíveis e movimentação industrial?

Logo, não existe bola de cristal para avaliar o futuro, ainda mais, no longo prazo. Porém, estudos conduzidos pelo Núcleo de Estudos em Operações da Fundação João Pinheiro, simulando para os próximos dez anos, as características atuais da matriz de transportes brasileira, em correlação ao possível aumento da capacidade produtiva pela Petrobras, mediante a camada pré-sal e por avaliações econômicas, podem indicar um cenário futuro e referencial.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Integração reforçada com US$ 1,8 bilhão

Brasil e Argentina assinaram ontem um acordo para criar uma linha de crédito recíproca, que dará acesso a cada país a cerca de US$ 1,8 bilhão.

D etalhes do convênio serão discutidos por técnicos dos bancos centrais de cada país, que estabelecerão as normas e os prazos do que chamaram de swap (troca de moedas), assim como a data de entrada em vigor do pacto. Como cada país deve fornecer o equivalente a US$ 1,8 bilhão, pelo câmbio atual representaria R$ 3,5 bilhões e 7 bilhões de pesos argentinos.

O ministro da Economia da Argentina, Amado Boudou, disse que a linha de crédito servirá para fortalecer iniciativas como o comércio em moedas locais, em vez de dólares, que Brasil e Argentina implementaram em 2008, mas que até agora não despertou muito interesse dos empresários.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Marina deixa PT e diz que pode ajudar na revisão programática do PV

A senadora Marina Silva (PT-AC), ex-ministra do Meio Ambiente do governo Luiz Inácio Lula da Silva por mais de cinco anos, confirmou ontem sua saída do PT, depois de 30 anos de filiação. Com a decisão, Marina avança nas negociações para se filiar ao Partido Verde (PV) e disputar a Presidência da República em 2010. Uma eventual candidatura da senadora ao Palácio do Planalto pode causar prejuízos tanto à estratégia eleitoral governista quanto à da oposição.

Marina deixa o PT sem receber de Lula um gesto no sentido de tentar demovê-la da decisão. No PV, a adesão da ex-ministra e sua candidatura a presidente são consideradas certas. Ontem, ela anunciou apenas a saída do PT, mas admitiu sentir-se "livre" para discutir o convite do PV para participar de uma "revisão programática", com atualização do programa e do estatuto. O objetivo é apresentar ao país um modelo de desenvolvimento baseado na "sustentabilidade ambiental, social e econômica".

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil e UE farão parceria com a África para produzir etanol

O Brasil e a União Europeia (UE) vão lançar uma parceria triangular com a África na área de bioenergia. O objetivo é produzir etanol no continente africano para ser vendido no mercado europeu, um dos grandes consumidores mundiais.

A parceria deverá ser assinada durante a reunião de cúpula Brasil-Uniao Europeia, no dia 6 de outubro, em Estocolmo (Suécia), com a presença do presidente Luis Inácio Lula da Silva. Para o embaixador brasileiro na UE, Ricardo Neiva Tavares, a iniciativa poderá servir de modelo para outras cooperações triangulares.

Com a iniciativa, o Brasil quer continuar fomentando a criação de um mercado internacional do etanol. Além disso, o país entrará com tecnologia e expertise na produção do biocombustível pela sua alta competitividade no setor.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Carne de frango: participação das exportações na produção volta a cair

Depois de absorverem, em abril passado, praticamente 40% da produção brasileira, nos últimos três meses as exportações de carne de frango vêm tendo participação decrescente no setor. Em julho último, por exemplo, o volume exportado representou pouco mais de 33% da produção brasileira, o segundo menor índice de 2009 (só perde para janeiro, quando o volume exportado correspondeu a 31% do que foi produzido no mês).

Naturalmente, nenhum desses índices se compara àquele observado em novembro de 2008, mês em que as exportações corresponderam a apenas 23,5% do que foi produzido no período, o que resultou no maior aumento histórico da oferta interna – 30% em relação a novembro/07. Mas, todos sabem, aquele “desastre” resultou de uma abrupta queda nas exportações combinada com um indesejável aumento da produção (998,6 mil toneladas, até julho recorde do setor).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Superávit em conta corrente da China cai no 1º semestre

O superávit em conta corrente da China caiu 32% no primeiro semestre ante o mesmo intervalo do ano passado, para US$ 130 bilhões, segundo dados preliminares divulgados hoje pela Administração Estatal do Câmbio (Safe, na sigla em inglês). Foi o primeiro declínio do superávit desde 2004. No mesmo período do ano passado, o saldo foi de US$ 191,72 bilhões. A Safe comunicou em sua página na internet que divulgará, entre setembro e outubro, os números finais da balança de pagamentos do primeiro semestre.

Os números mostraram o impacto da crise financeira global sobre a terceira maior economia do mundo, uma vez que o investimento direto líquido da China caiu pela metade e o superávit comercial também diminuiu. A China está a caminho de registrar a primeira diminuição em seu superávit comercial desde 2001. No período de janeiro a julho, o superávit da balança comercial, que é o principal motor da conta corrente, foi de US$ 107,5 bilhões, ante US$ 295,5 bilhões em todo o ano de 2008. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

PAC deixará pendência de R$ 115 bi

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) deixará para o sucessor de Lula uma pendência de R$ 115 bilhões não gastos até 2010 no setor de logística. O cálculo foi feito pelo professor da Coppead/UFRJ Paulo Fleury, diretor do Instituto de Logística e Supply Chain (Ilos), com base no último balanço do programa. Segundo o trabalho, até agora só 10% dos recursos foram efetivamente desembolsados pelo Estado. "Nesse ritmo, o governo só terminaria de gastar todo o dinheiro em 2034", prevê Fleury.

Ele explica que o governo planejava deixar para o seu sucessor compromisso de investimentos de apenas R$ 36 bilhões - montante referente a parte dos projetos do Trem de Alta Velocidade (TAV), que vai custar R$ 34 bilhões, e da Ferrovia Oeste-Leste, na Bahia, de R$ 6 bilhões. "Mas o que temos visto até agora não vai nesse caminho. Se nada for feito para dar celeridade ao processo, no máximo o PAC terminará com 12,7% dos recursos gastos", diz o professor.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

19 agosto, 2009

Dólar abre com alta de 0,43%, vendido a R$ 1,858

O dólar comercial opera com valorização na abertura dos negócios nesta quarta-feira. Há pouco, a moeda estava a R$ 1,856 na compra e a R$ 1,858 na venda, aumento de 0,43%.

No mercado futuro, os contratos de setembro negociados na BM & F registravam ganho de 0,59%, a R$ 1,859.

Na terça-feira, o dólar comercial caiu 1,01%, para R$ 1,848 na compra e R$ 1,850 na venda. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Docas do Espírito Santo publica edital para novo cais em Vitória

A Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) publica, hoje, no Diário Oficial do estado, o edital de licitação para reforma, alargamento e ampliação dos berços 101 e 102 do cais comercial do Porto de Vitória. A licitação para a derrocagem e dragagem foi publicada no final de junho. Os investimentos somam R$ 242 milhões, com recursos provenientes dos governos federal e estadual.

O projeto prevê que, até o fim de 2010, a capacidade de movimentação de cargas do Porto de Vitória cresça 30%. Segundo comunicado da Codesa, o cais será aumentado em 20 metros mar a dentro por 100 metros de extensão. Além disso, poderá comportar equipamentos mais pesados e eficientes. A obra está orçada em R$ 128 milhões, sendo R$ 40 milhões provenientes do governo estadual e o restante da União.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Balança comercial da área de Campinas tem queda de 51%

A balança comercial da Região Metropolitana de Campinas (RMC) teve uma queda de US$ 2,6 bilhões entre janeiro e julho de 2009, em comparação com o mesmo período do ano passado, o que representou uma redução de aproximadamente 51%. Neste primeiro semestre, foram registradas transações de US$ 2,51 bilhões, ante os US$ 5,11 bilhões do mesmo intervalo de 2008.

Os dados mostram ainda que o saldo da balança comercial ficou negativo em US$ 11 milhões este semestre, enquanto no mesmo período do ano passado ficara positivo em US$ 26 milhões. Os números fazem parte de pesquisa divulgada ontem pelo Centro das Indústrias do Estado (Ciesp) regional Campinas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Clima econômico na América Latina melhora em julho

O clima econômico da América Latina melhorou em julho, indicando que a região entrou em uma fase de recuperação, com o Brasil registrando o segundo melhor resultado regional, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

O índice da Fundação Getúlio Vargas (FGV) em parceria com o instituto alemão Ifo subiu de 3,6 pontos em abril para 4,0 pontos em julho. O indicador havia atingindo em janeiro deste ano o menor nível da série histórica iniciada em 1990, a 2,9 pontos.

"A América Latina entra na fase de recuperação do ciclo econômico", afirma a FGV em nota.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Ex-secretária nega pressão de Dilma

Em um depoimento de cinco horas ontem no Senado, a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira reafirmou que foi chamada para um encontro com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e classificou o pedido da ministra para agilizar a investigação do Fisco sobre a família do senador José Sarney (PMDB-AP) como “ingerência desnecessária e descabida”.

Lina, no entanto, frustrou a oposição e animou os governistas ao não apresentar provas do encontro e não sustentar com veemência declarações anteriores.

Como Lina não revelou a data do encontro – que Dilma nega ter existido – e também disse que, apesar do pedido da ministra, não se sentiu pressionada, os senadores governistas saíram do depoimento considerando que a dúvida sobre a existência da reunião perdeu importância. Agora, para a base aliada, o mais importante é que Lina admitiu não ter sofrido pressão política para cancelar ou aliviar as investigações.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Comércio de minério de ferro Brasil-China enfraquece

Reservas de embarcações para transporte de minério de ferro do Brasil para a China diminuíram o ritmo na primeira metade de agosto depois que um recorde em julho compensou uma oferta reduzida da Austrália.

Os embarques de minério de ferro comprado a termos à vista do Brasil somaram cinco até agora neste mês, queda acentuada ante um recorde de 39 no mês passado, segundo dados da empresa de dados AXSMarine.

As reservas de embarcações de minério de ferro dos principais portos da Austrália para a China permaneceram em 15 até agora neste mês, contra média de 40 no segundo trimestre e 31 em julho.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística