24 julho, 2009

Porto de Santos: em obras

Enquanto o poder público perde muito tempo com burocracia e trabalha a passos paquidérmicos, a iniciativa privada não espera. Um exemplo é o que ocorre no Porto de Santos: enquanto as obras de construção das avenidas perimetrais se arrastam há pelo menos quatro anos e outros projetos nem saíram da gaveta, a iniciativa privada faz a sua parte sempre com maior rapidez. Até porque precisa recuperar investimentos e obter lucros com as concessões que recebe do poder público.

Nem mesmo a perspectiva de refluxo nos ganhos, provocado pela crise financeira mundial, tem levado as concessionárias a recuar em sua programação. A ideia é aproveitar a desaceleração econômica para investir em obras de expansão e melhorar os serviços com o objetivo de reorganizar a cadeia logística, incluindo porto e terminais.

Num rápido balanço, podemos relacionar pelo menos nove grandes empreendimentos do setor privado. Um deles é o Terminal Marítimo do Valongo (Teval), do Grupo Libra, que até o final do ano estará em funcionamento. Em fevereiro, foi inaugurada a primeira fase do Teval e, em seguida, iniciada a segunda (e última) etapa de um empreendimento que constitui uma parceria com a MRS Logística, que permitiu a exploração da área sob seu domínio. O empreendimento está avaliado em R$ 100 milhões, sem contar investimentos em equipamentos.

Clique aqui e veja o artigo na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: