08 julho, 2009

Plano diretor prevê concentração de carga no Porto do Rio Grande

Transformar o Porto do Rio Grande em concentrador de cargas e o Estado em centro logístico do Mercosul são projetos de plano diretor (master plan) dos consultores holandeses Win Ruijgh, presidente da Associação dos Portos de Amsterdã (Amport), e Harrie de Lajier, diretor de projetos do NEA Transport (instituto holandês de pesquisas internacionais na área de transportes). Os dois executivos se reuniram, na última segunda-feira (6), em Porto Alegre, com o grupo de trabalho da Força-Tarefa Intermodal encarregado de debater gargalos e propostas de soluções relativos aos setores de terminais portuários, contêineres e granéis. Na ocasião, esteve presente o superintendente do Porto do Rio Grande, Janir Branco.

Os consultores baseiam-se no exemplo da Holanda, onde os complexos portuários de Amsterdã e Roterdã desenvolvem forte política de atração de transporte de mercadorias pela hidrovia. Os cais de Porto Alegre, Cachoeira do Sul, Estrela e Pelotas se tornariam rede coletora para alimentar o terminal marítimo gaúcho. “Com a malha rodoviária gaúcha congestionada, o projeto de utilização da hidrovia garante redução de custos e aumento de competitividade para o setor produtivo do Rio Grande do Sul”, ressaltou o secretário adjunto de Infra-Estrutura e Logística, Adalberto Silveira Netto.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: