08 julho, 2009

G8 se reúne na Itália com emergentes pedindo reformulação

Os líderes das maiores economias do mundo se encontram a partir desta quarta-feira na Itália em uma reunião do G8 inflada pela presença dos emergentes, para discutir mais formas de amenizar os efeitos da crise global, o comércio internacional, incluindo a Rodada de Doha, agricultura e mudanças climáticas. O encontro ocorre em L Aquila - cidade destruída há três meses por um terremoto que matou 297 pessoas - em meio à discussão sobre a representatividade do grupo nas decisões globais.

O G8 é formado por Estados Unidos, Itália, Japão, França, Canadá, Alemanha, Reino Unido e Rússia. Junto aos emergentes Índia, China, África do Sul, México, Brasil e Egito formam o G14, que participará ativamente das discussões no encontro. Esta será a primeira cúpula em que os seis países emergentes assinarão a declaração final do encontro, que vai até sexta-feira. Outros países, como Indonésia, Dinamarca, Turquia, Angola, Etiópia, Nigéria, Líbia, Senegal, também acompanharão o evento.

O Brasil está representado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim. Segundo adiantou o porta-voz da Presidência, Marcelo Baumbach, Lula defenderá a participação de mais países emergentes nas decisões de interesse global.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: