17 julho, 2009

Está devagar, quase parando

A movimentação de operários e a atividade de guindastes nas obras de reconstrução do cais do Porto de Itajaí estão parando. À espera de pagamento e de alterações no projeto executivo da obra, o consórcio contratado pela Secretaria Especial de Portos do governo federal tirou esta semana duas das três balsas da operação e reduziu a três a equipe que era de dez engenheiros.

Parte dos 80 operários que atuam no canteiro de obras foi dispensada. Menos de 30 devem permanecer trabalhando. O consórcio TSCC, formado pelas empresas Triunfo, Serveng Civil San e Constremac, confirmou ontem que um processo de desmobilização está sendo adotado por conta de um alegado débito do governo federal com as empresas, desde março. Outro motivo para a desaceleração é a falta de previsão da Secretaria Especial de Portos para autorizar as próximas etapas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: