30 julho, 2009

Bovespa deve oscilar ao sabor de petróleo e commodities

A Bolsa de Valores de São Paulo promete oscilar hoje ao sabor das variações de preços do petróleo e outras matérias-primas (commodities) nos mercados internacionais. “Foi isso que derrubou a Bovespa nesta quarta-feira”, afirma o economista da Legan Asset Fausto Gouveia. O petróleo recuou na esteira do aumento – inesperado – dos estoques nos Estados Unidos, divulgado ontem. A reserva do combustível subiu 5,1 milhões de barris na última semana, ante previsão dos analistas de que caísse 1 milhão. Com isso, o contrato futuro do óleo caiu 5,77% em Nova York.

Também podem pesar os números do balanço do segundo trimestre da Vale, divulgados ontem depois de o fechamento do pregão. O lucro líquido divulgado pela companhia foi de US$ 790 milhões, de acordo com os padrões contábeis norte-americanos, 84,2% menor que o registrado no mesmo período do ano passado. O valor veio 50% abaixo da estimativa média de cinco instituições financeiras consultadas pela Agência Estado, que previam lucro de US$ 1,6 bilhão. “Com as projeções ruins, o mercado já penalizou a ação da mineradora nesta terça-feira”, diz Gouveia. Os papéis da Vale, que recuaram 1,70% durante o pregão regular, chegaram a ampliar a perda para até 3,50% durante o after market.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: