19 junho, 2009

Pemedebistas unem-se para evitar instalação da CPI da Petrobras

Acuado pela crise do Senado, o PMDB desencadeou uma ofensiva, com o conhecimento do Planalto, para evitar a instalação da CPI da Petrobras. O líder da bancada, Renan Calheiros (AL), calcula que já conta com o apoio de pelo menos sete dos oito integrantes da base governista na comissão - ampla maioria, num colegiado de 11 senadores - para impedir a instalação no dia 30 ou na primeira semana de julho, nos termos de um acordo que está sendo costurado entre líderes governistas e da oposição.

Depois de uma conversa com o ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, e o senador Gim Argello (PTB-DF), o líder Renan informou pemedebistas e aliados da comissão que a orientação e o interesse do governo era impedir a instalação da CPI. Pemedebista como Renan, o líder do governo Romero Jucá (RR) defende o cumprimento do acordo, pelo qual a oposição devolve ao governo a função de relator da CPI das ONGs, enquanto os governistas deixam a CPI da Petrobras funcionar.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: