31 março, 2009

Bolsas asiáticas abrem pregão em alta

Apesar do pessimismo que tomou conta dos principais mercados mundiais na segunda-feira, as Bolsas asiáticas abriram o pregão desta terça-feira, 31, em alta.

O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio subia 19,82 pontos (0,24%), aos 8.255,90 pontos. Já o Topix, que reúne as ações mais negociadas, caiu 2,82 pontos (0,36%), para 786,72 pontos.

O dólar abriu em alta no mercado de divisas de Tóquio, negociado a 97,37 ienes, frente aos 96,16 ienes da jornada anterior. O euro era cotado a 128,42 ienes, frente aos 126,72 ienes da jornada anterior. Com o dólar, a moeda europeia era negociada a US$ 1,3185, frente a US$ 1,3175 do fechamento anterior.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Crédito e exportação são armas contra a inadimplência

O recuo nas exportações e o crescimento da inadimplência na agroindústria estão levando o governo a tomar medidas alternativas para incentivar a atividade agropecuária. Hoje, o Ministério da Agricultura realiza em São Paulo o Seminário do Agronegócio para Exportação (AgroEx), no qual, produtores rurais, cooperativas e distribuidores terão acesso a informações sobre linhas de financiamento, apoio ao exportador no exterior, formas de agregar valor e outros instrumentos de apoio à exportação de produtos do agronegócio. Também serão apresentados aos produtores casos de sucesso de exportadores.

O evento ocorre em um momento no qual a inadimplência soma-se ao endividamento e ao desequilíbrio entre preços e custo de produção. Sem conseguir resolver o impasse em torno do aumento dos pedidos de recuperação judicial, o governo tenta reverter o efeito dominó do prejuízo da agroindústria, que já chega ao campo. "O Brasil é um país de grande sucesso na exportação e produção de alimentos, mas o comércio exterior do agronegócio ainda é concentrado em poucos produtos e poucas empresas", destaca Eduardo Sampaio, diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio do Mapa. Segundo Sampaio, a melhor forma para se ampliar a base da pauta exportadora é investir no associativismo. "Apresentaremos novas modalidades de integração para que os agentes da cadeia do agronegócio possam ganhar escala na produção e acessar o mercado externo", completa o diretor.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Álcool cai a R$ 1,03

Mesmo no período da entressafra, os preços do álcool seguiram em queda forte nas usinas neste início de ano. A oferta maior que a demanda nos meses que sucederam a colheita da produção iniciada no ano passado pressionou a baixa nas cotações. Com a safra de 2009 já iniciada em algumas regiões do Estado, o cenário de queda se mantém, principalmente por conta da necessidade das usinas escoarem os estoques acumulados.

Segundo indicador do Cepea/Esalq, na semana passada os preços do álcool registraram novas quedas no mercado paulista. As usinas continuam interessadas em diminuir os estoques e, do lado da demanda, as distribuidoras adquiriram volumes de forma parcelada ao longo do período, acompanhando o movimento de baixa.

O indicador do hidratado no Estado de São Paulo foi de R$ 0,6396/litro (sem impostos), um recuo de 6,06% sobre a semana anterior. Esse valor é o menor desde meados de junho de 2008 (em termos nominais). Para o anidro (usado na mistura com a gasolina), a desvalorização foi de 5,53%, com o indicador a R$ 0,7234/litro (sem impostos), a menor cotação desde novembro de 2007, também em termos nominais.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Balança comercial registra forte queda na região de Campinas

A crise econômica afetou em cheio o comércio exterior da região metropolitana de Campinas de outubro de 2008 - quando os seus primeiros reflexos começaram a ser sentidos - a fevereiro deste ano. O volume de importações, que estava ascendente de janeiro a setembro de 2008, registrou uma queda de 50%.

As exportações, que se mantinham estáveis de janeiro a setembro de 2008, apresentaram também uma queda de 35% no período de outubro de 2008 a fevereiro de 2009.

Na comparação do primeiro bimestre de 2009 com o primeiro bimestre do ano passado a redução das importações foi de 16,2% e das exportações no mesmo período foi de decréscimo de 38,8%. O déficit, representado pela diferença entre exportação e importação, existente em 2008 era de aproximadamente US$ 685 milhões, em 2009 aumentou para cerca de US$ 783 milhões. Os números fazem parte do Boletim Econômico Comércio Exterior da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Obama abandona a expressão "guerra contra terrorismo"

A nova administração americana, do presidente Barack Obama, abandonou discretamente a expressão "guerra contra o terrorismo", adotada pelo governo precedente, admitiu segunda-feira (30) a secretária de Estado, Hillary Clinton. "A administração deixou de utilizar esta frase e penso que isto fala por si só", declarou a chefe da diplomacia americana no avião que a conduzia a Haia para participar da conferência internacional sobre o Afeganistão.

Hillary Clinton destacou que o abandono desta fórmula não é resultado de instruções precisas por parte do presidente Obama: "Não recebi qualquer indicação sobre seu empregou ou não. Apenas não a usamos mais". (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Preço do gás natural boliviano deve cair 17% em abril

A Petrobras deve reduzir a partir do segundo trimestre o preço do gás natural vendido às distribuidoras de todo o Brasil, refletindo a queda da cotação do barril do petróleo, de acordo com a Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace). Segundo cálculos da entidade, o preço do gás boliviano deverá ser reduzido em 18%.

"O novo preço do gás boliviano deve ficar em US$ 6,72/MMBTU", informou o presidente da Abrace, Ricardo Lima. Já o preço do gás nacional deve cair em torno de 7% a partir de maio, para US$ 7,17/MMBTU. O repasse dessa queda dos consumidores, porém, depende da estratégia de cada distribuidora. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

30 março, 2009

Ciclo de Negócios e Política

A crise econômica mundial tem a sua origem no mercado financeiro americano, em função de critérios como a redução da taxa de juros, no endividamento exagerado da população, em problemas regulatórios e até mesmo na ganância exacerbada dos executivos das grandes empresas, no recebimento dos bônus pelo desempenho por serviços prestados.
Para o governo americano, representado pela figura do atual Presidente Barack Obama e do Secretário de Tesouro, Timothy Gaitner, restou a tarefa de resolver a crise econômica daquele país, com a máxima urgência, para minimizar os desdobramentos para o mundo.

Neste caso, o mercado privado agradece ao setor público, pela simbiose de funções e salvamento das empresas. No entanto, deve-se ressaltar que o capitalismo ainda é o melhor modelo para o desenvolvimento, necessitando somente de ajustes para o seu pleno funcionamento. Não é objeto para o mundo, pensar em socialismo, terceira via ou outros modelos econômicos aleatórios e que venham a circular na contramão da história.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Recebimento Físico Adequado

A gestão da cadeia de suprimentos envolve um conjunto de atividades básicas e de apoio. Segundo Bowersox (2001), as atividades básicas estão relacionadas aos modais de transportes, a gestão de estoques e na gestão de informações. Já as atividades de apoio compreendem a gestão de armazéns, aos estudos das embalagens, ao manuseio interno e externo, entre outros. No entanto, as empresas que atuam com estas funções, devem agregar valor aos seus produtos finais, reduzindo custos, tempos de movimentação e maior disponibilidade de recursos para os consumidores finais.

Neste contexto, a gestão de armazéns deve ser bem desempenha nas organizações públicas ou privadas, de pequeno e/ou grande porte. Nos melhores referenciais da logística, armazém é sinônimo de almoxarifado, de centro de distribuição, de terminais de cargas aeroportuários e de outros recintos que tem como competência central receber, armazenar e expedir mercadorias, porém, cada um respeitando as suas peculiaridades fiscais, de localização e distribuição.

Logo, o recebimento deve ser considerado a atividade central para os depósitos. Caso as empresas recebam bem as suas mercadorias, a armazenagem apresentará um grau de confiança elevado, com a redução de riscos nos procedimentos de inventário e nas possíveis perdas por roubos, desvios internos e depreciações.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Consórcio Draga Brasil pode iniciar operação em Santos

O Consórcio Draga Brasil, responsável pelos trabalhos de desassoreamento do canal de acesso ao Complexo Portuário do Itajaí, ofereceu o menor preço, R$ 199 milhões, para a execução de obras de dragagem no Porto de Santos. Seu nome pode ser oficializado hoje pelo ministro-chefe da Secretaria Especial de Portos (SEP), Pedro Brito. O valor previsto para a obra era de R$ 203 milhões. O consórcio é formado pelas empresas EIT, DTA Engenharia, Equipav e Chec Dredging.

Os envelopes dos quatro participantes foram abertos quinta-feira passada, em Brasília. A comissão técnica da SEP analisa a planilha de custos e tem prazo legal até hoje para homologar (ou não) o consórcio. Do total previsto para as obras, R$ 167 milhões são recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal.

Na última sexta-feira, a SEP lançou edital para obras de dragagem no porto do Rio de Janeiro, dando sequência ao cronograma estabelecido no ano passado. Em seguida, está previsto publicação do edital para o porto de Itaguai. Na semana anterior, a SEP havia feito a divulgação do edital para o porto de Aratu (BA).

Hoje, o Ministro-Chefe da Secretaria Especial de Portos estará em Santos para fazer avaliação das ações e projetos em implantação pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), discutir com a diretoria os resultados econômicos e contábeis da empresa em 2008 e anunciar a vencedora do processo licitatório para as obras de dragagem no porto santista. O encontro contará com a presença de autoridades regionais, líderes sindicais e corpo gerencial da empresa. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Petróleo e etanol devem dar novo status ao Brasil até 2020

O potencial energético do Brasil, ampliado com as recentes descobertas de petróleo e gás na camada pré-sal e a produção de etanol, deverá transformar o país em exportador de energia até 2020.

A mudança de status deverá colocar o Brasil em posição de destaque no cenário mundial.

Entre os grandes emergentes que formam o grupo BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), somente os russos, que têm grandes reservas de gás e petróleo, são exportadores líquidos de energia.

Um relatório com projeções até 2030 elaborado em conjunto pela consultoria Ernst & Young Brasil e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) indica que o consumo doméstico de energia poderá crescer a uma média de 3,3% ao ano, ante um aumento médio de 4,2% na produção, o que geraria excedente de petróleo e etanol para o mercado externo.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Aeroportos do Rio operam normalmente

Os aeroportos do Rio operam normalmente para pousos e decolagens na manhã desta segunda-feira (30), de acordo com informações da Infraero.

No Aeroporto Santos Dumont, no Centro, três voos para São Paulo já decolaram nesta manhã. O aeroporto não registra voos atrasados ou cancelados, segundo a Infraero.

No Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, no subúrbio, dois voos, um para Brasília (DF) e outro para Belo Horizonte (MG), foram cancelados nesta manhã. Não há registro de atrasos, de acordo com a Infraero. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Clima pode fazer RN ter safra recorde

Um estudo com estimativas para a safra 2009 do RN de arroz, feijão, milho e sorgo, que será concluído no próximo dia 4 de abril pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), indica um aumento da produção em 30% em relação à colheita de 2008.

Nesse cenário estimado, que dependerá do regime de chuvas até o final do inverno para se confirmar, o Estado teria um crescimento na área plantada da ordem de 10%, pouco superior à última estimativa de fevereiro do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), do IBGE, que apresenta um crescimento de 10% da área a ser plantada.

No próximo dia 7 de abril, o Ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, anunciará oficialmente os números estimados para a safra brasileira deste ano. O trabalho na Conab local será encaminhado três dias antes e será juntado aos números a serem anunciados pelo ministro.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Governo federal pode comprar até R$ 4 mi de café

O governo federal sinalizou comprar até 4 milhões de sacas de café de produtores brasileiros a um custo de R$ 300,00 cada, nos corredores da reunião extraordinária da Organização Internacional do Café (OIC), antecipada por conta da crise financeira internacional. A iniciativa de retaguarda em tempos difíceis foi acenada pelo próprio ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, que participou do encontro, informa o presidente do Sindicato Rural de Bauru e região, Maurício Lima Verde.

Vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (Faesp), Lima Verde também foi convocado a Londres pela OIC, onde figurou como único representante brasileiro do setor privado. Na sua avaliação, a contraproposta da União esboçada nos bastidores do encontro será considerada insuficiente pelos produtores para o tamanho da retração econômica que se avizinha.

Desde o ano passado, os produtores trabalham para elevar o preço da saca a R$ 320,00, como ratifica a carta tirada no SOS Cafeicultura realizado em Vargínia (MG), onde 30 mil produtores estiveram reunidos. No entanto, a expectativa é que, em abril, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), também responsável por estabelecer valores mínimos aos produtos agropecuários, fixe o valor da saca em menos de R$ 300,00.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

27 março, 2009

Calçados ignoram crise graças às exportações

O setor calçadista tem conseguido sustentar seu crescimento justamente no local mais improvável em meio à crise econômica mundial: o mercado externo. E será graças a ele que o segmento deve fechar o ano com números bem melhores do que 2008, segundo o diretor executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein.

O segredo desse sucesso lá fora é a combinação entre real desvalorizado e a situação econômica dos principais concorrentes do calçado brasileiro que são a Itália, Espanha e China, abre mais mercado para a indústria nacional. "Tivemos uma temporada nas feiras internacionais muito positivas e isso trará negócios razoavelmente satisfatórios", afirmou Klein. Porém, o diretor lembra que 2008 foi um ano muito fraco e que por isso a base de comparação é estreita.

Outro segmento que deverá manter seus resultados na parte de cima do gráfico de desempenho industrial é o da construção civil que tem seu crescimento estimado em 0,4% para 2009 - projeção que não ainda avalia os impactos do pacote habitacional anunciado pelo governo federal esta semana.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Embaixadores apoiarão abef nas exportações de carne de frango

O diplomata Paulo Pereira Pinto, futuro embaixador brasileiro em Baku, Azerbaijão, e as embaixadoras Renata Stille, que assumirá a embaixada brasileira na Nova Zelândia, e Marcela Nicodemus, que vai comandar a representação brasileira em Yerevan, na Armênia, visitaram nesta quinta-feira (26) a Associação dos Produtores e Exportadores de Frangos (ABEF). Na ocasião, foram recebidos pelo Presidente Executivo, Francisco Turra, e pelo Diretor Executivo, Christian Lohbauer.

Durante o encontro os embaixadores afirmaram que darão apoio à ABEF para ampliar as exportações de carne de frango para seus respectivos países. Para estimular este comércio eles sugerem a promoção de eventos para aproximar os empresários brasileiros dos importadores. Informaram, ainda, que, em levantamento dos produtos mais atraentes para negócios com esses três países, a carne de frango aparece com destaque.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Preço do etanol despenca na produção

Numa situação totalmente atípica no período de entressafra da cana-de-açúcar, o preço do etanol hidratado (álcool combustível) despenca na produção. Desde o início de fevereiro deste ano, o valor do produto caiu 22%, saltando de R$ 0,82 (primeira semana de fevereiro) para os atuais R$ 0,64, o litro.

O valor atual do etanol hidratado na produção é o menor dos últimos cinco anos, no mês de março (verificar valores abaixo). Muitas empresas não encerraram a safra em novembro e permaneceram moendo, para fazer capital de giro, em função da crise financeira. Além de algumas usinas estarem adiantando a safra 2009/10 pelo mesmo motivo.

Caso a queda fosse repassada para a bomba, estima-se que o preço médio do etanol hidratado em Minas Gerais poderia situar-se em R$ 1,54 (R$ 0,64 na produção, mais impostos, logística e margens de lucro da distribuidora e postos).

O presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Minas Gerais (Siamig/Sindaçúcar-MG), Luiz Custódio Cotta Martins, diz que os produtores estão comercializando o produto mais barato, abaixo do custo de produção, porém, o consumidor não está sendo beneficiado. “As quedas não estão ocorrendo em toda a cadeia produtiva “, afirma. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Aeroportos Santos Dumont e Tom Jobim operam normalmente

Os aeroportos Santos Dumont, no Centro, e Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, no subúrbio, operam normalmente para pousos e decolagens na manhã desta sexta (27), de acordo com informações da Infraero.

No Santos Dumont, dois voos para São Paulo já decolaram nesta manhã. O aeroporto não registra voos atrasados ou cancelados, segundo o site da Infraero.

No Tom Jobim, não há informações sobre atrasos e cancelamentos nesta manhã, de acordo com o site da Infraero. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Bovespa retomou ontem os 42 mil pontos; dólar e juros caíram

A quinta-feira foi mais um dia positivo para os mercados brasileiros. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) retomou os 42 mil pontos, o dólar perdeu para o real e juros futuros apontaram para baixo. O tom positivo dos negócios por aqui refletiu o humor positivo nos mercados americanos e a valorização no preço das commodities.

Os dados apresentados ao longo do dia foram ruins, mas ficaram melhores do que o estimado. Nos Estados Unidos, o Departamento de Comércio apresentou a leitura final do Produto Interno Bruto (PIB) no quarto trimestre de 2008. A economia encolheu 6,3%, pior resultado desde 1982, mas menor do que a contração esperada.

Por aqui o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que a taxa de desemprego subiu de 8,2% em janeiro para 8,5% em fevereiro. Apesar disso, o resultado ficou abaixo da alta 9% estimada pelos analistas.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Merkel e Obama conversam sobre futuro de GM e Opel

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente americano, Barack Obama, realizaram na noite de quinta-feira (26) uma videoconferência em que discutiram sobre o futuro da montadora General Motors (GM) e de sua filial Opel, anunciou o porta-voz oficial do Governo alemão, Ulrich Wilhelm.

Durante a conversa, em que foram abordados também os preparativos para as cúpulas do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países mais ricos e os principais emergentes) e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na próxima semana, os líderes destacaram a necessidade de manter uma estreita coordenação enquanto se decide o plano de resgate para a montadora.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

25 março, 2009

Aeroportos do Rio operam normalmente para pousos e decolagens

Os aeroportos Santos Dumont, no Centro, e Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, no subúrbio, operam normalmente para pousos e decolagens na manhã desta quarta (25), de acordo com a Infraero.

No Santos Dumont, três voos para São Paulo já decolaram nesta manhã. Não há registro de atrasos e cancelamentos, segundo o site da Infraero.

O Tom Jobim também não registra voos atrasados ou cancelados nesta manhã, de acordo com o site da Infraero. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

DNIT promete concluir duplicação até dezembro

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) pretende entregar, até o final deste ano, todos os lotes de duplicação em obras na BR-101–Sul. A promessa é do coordenador regional do órgão, Avani Aguiar de Sá, que ontem à noite participou da sessão da Câmara de Vereadores de Criciúma. "Talvez fique algum viaduto para ser finalizado e também os trechos de Morro dos Cavalos, Morro do Boi e Cabeçudas", assinalou.

O engenheiro também aproveitou a oportunidade para negar que haja atraso no pagamento das empreiteiras, embora tenha admitido que, em alguns trechos, o andamento está aquém do esperado pelo órgão. Segundo ele, o grande problema é a defasagem no valor pago às empreiteiras e o comprometimento delas com obras em todo o Brasil. "Elas apresentaram preços que hoje estão defasados, já fizemos os aditivos previstos em lei, mas isso não foi suficiente. Outro detalhe é que estas empresas têm contratos em todo o Brasil e que recebem valores mais elevados. Se falássemos hoje que elas poderiam desistir da obra e quebrar o contrato não ficava uma empresa aqui", comenta. Nos próximos dias esta lentidão deve ser discutida em Brasília. "Nossa principal preocupação é com o lote 25. A empresa vai ter que dar uma posição definitiva", garante.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Exportações caem pela metade no Japão em fevereiro

O Japão anunciou nesta quarta-feira que as exportações em fevereiro caíram 49,4% em comparação com o mesmo mês do ano passado.

O dado, divulgado pelo Ministério das Finanças, é mais um sinal de agravamento da crise econômica no país.

As vendas para os Estados Unidos, maior parceiro comercial do arquipélago, tiveram uma retração sem precedentes de 58,4%.

Esta foi a pior queda nas exportações do Japão, desde 1980, quando o governo começou a pesquisa, superando o recorde anterior registrado em janeiro deste ano (45.7%).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Brasil lidera contribuições bilionárias ao Banco do Sul

O Brasil, ao lado de Venezuela e Argentina, fornecerá US$ 6 dos US$ 10 bilhões do capital inicial do Banco do Sul, informou nesta terça-feira, 24, a agência estatal de notícias venezuelana ABN.

Cada um desses três países dará US$ 2 bilhões "para o início desse importante instrumento financeiro latino-americano", enquanto Bolívia, Equador, Uruguai e Paraguai "darão quantias escalonadas que estão ao redor de US$ 100 milhões por país", disse o ministro da Economia venezuelano, Alí Rodríguez, à ABN.

A última "reunião técnica e ministerial" que encerrará de vez o assunto será em Buenos Aires, em maio, "e imediatamente depois ocorrerá uma cúpula presidencial em que se deixará instalado definitivamente o Banco do Sul", contou o ministro venezuelano.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Obama se reunirá com grandes banqueiros dos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, planeja se reunir na próxima sexta-feira com os principais executivos de vários dos grandes bancos do país, entre eles de JP Morgan Chase, Goldman Sachs e Citigroup, informou nesta quarta-feira, 25, o "Wall Street Journal" em seu site.

A incomum reunião acontecerá poucos dias depois que o Departamento do Tesouro apresentou seu plano para comprar ativos tóxicos dos bancos, em uma operação que pode chegar a US$ 1 trilhão.

O presidente, segundo o diário, planeja discutir com os banqueiros os esforços do governo para ajustar as contas das entidades e restaurar sua solvência, por entender que é a melhor maneira para que voltem a contar com liquidez para emprestar dinheiro.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Bolsas asiáticas abrem pregão em baixa

As Bolsas asiáticas abriram o pregão desta quarta-feira, 24, em baixa, após os ganhos registrados na jornada anterior com o pacote americano para tirar cerca de US$ 1 trilhão em ativos tóxicos dos balanços dos bancos.

O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio caía 0,58%, para 8.439,16 pontos. Por sua vez, o indicador Topix perdia 0,20%, para 811,10 pontos.

O dólar abriu estável no mercado de divisas de Tóquio, cotado a 98,30 ienes, contra os 98,28 da jornada anterior. O euro era negociado a 132,50 ienes e a US$ 1,3477, frente às cotações de 133,71 ienes e de US$ 1,3603 do último fechamento.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

23 março, 2009

Lula diz que Brasil não sofrerá mais apagões

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (23), ao longo de seu programa semanal de rádio “Café com o presidente”, que o país não corre risco de sofrer novos apagões. Após falar sobre o potencial do terminal de gás natural na Baía da Guanabara, Lula prometeu que o governo vai garantir energia.

“Posso dizer ao povo brasileiro que durma tranquilo, que os empresários invistam, porque vamos garantir mais energia”.

Lula voltou a afirmar que a inauguração do Terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL) da Petrobras na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, é passo para independência do país em relação à Bolívia, principal fornecedor de gás ao Brasil. “Representa mais independência. Nós não corremos risco de apagão em hipótese alguma”, disse.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Kirchner vai repassar imposto a províncias

A presidente Cristina Kirchner declarou na semana passada que as províncias argentinas irão receber parte da arrecadação resultante dos impostos sobre a exportação de soja. A taxação do grão é um dos principais motivos do conflito entre produtores rurais e o governo e que já dura mais de um ano.

A promessa de distribuir parte da receita proporcionada pela taxação dos produtos agrícolas, feita pela presidente da Argentina, não serviu para desmobilizar os agricultores daquele país, que se mostram dispostos a endurecer seu movimento para obrigar o governo a isentar as exportações dos impostos.

Na sexta-feira, líderes dos agricultores anunciaram que iriam convocar uma nova greve de sete dias de duração. Durante este período, os agricultores da argentina prometeram que não venderiam cereais, sementes ou gado, em um endurecimento das exigências pela eliminação ou redução dos impostos sobre as exportações de soja, principal cultivo do país, criados pela presidente Cristina Kirchner.Benefício regional

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Obra adiada dá sobrevida ao Viaduto das Almas

A novela para aposentar o macabro Viaduto Vila Rica, o trecho mais perigoso da BR-040, se arrasta há 11 anos e é um roteiro perfeito de como o poder público, muitas vezes, gasta mal o suado dinheiro do contribuinte e não investe corretamente na malha viária do país, por onde passa boa parte da carga que movimenta a economia brasileira. O projeto para a construção da nova ponte foi feito em 1998, mas a obra só começou em 2006, e sua data de conclusão foi adiada por três vezes: de agosto de 2008 para novembro do mesmo ano, para abril de 2009 e, há poucas semanas, para fevereiro de 2010. Até lá, motoristas e passageiros que se arriscam na atual passagem, erguida em curva, em 1957, continuarão clamando por proteção divina para não caírem no abismo de 30 metros que separam o trágico pontilhão do Córrego Monjolos, apelidado de “Das Almas” e de onde vem o indigesto batismo do Vila Rica.

Os condutores que passam pelo local reparam, no lado direito de quem segue para o Rio de Janeiro, que o futuro viaduto está pronto. Porém, só poderá ser usado quando a variante que o ligará à rodovia sair do papel. O projeto de 1998 previa que as duas obras – viaduto e variante – fossem feitas ao mesmo tempo, mas, durante a construção da ponte, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) precisou alterar o traçado da variante em 900 metros, de 2,7 para 3,6 quilômetros, o que aumentou o custo total do emprendimento em R$ 19,5 milhões. A rota foi mudada devido a uma erosão que surgiu em 2005 e afundou em um metro a faixa direita do km 592 em direção a BH.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Obama quer divulgar memorandos da era Bush sobre interrogatórios

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, quer publicar três memorandos da era Bush com detalhes dos métodos utilizados nos interrogatórios dos suspeitos de integrar a Al-Qaeda, informa a revista Newsweek.

Os memorandos foram elaborados por advogados do Departamento de Justiça durante o primeiro mandato de George W. Bush. Caso sejam publicados será possível conhecer pela primeira vez os detalhes dos métodos de interrogatório a que eram submetidos os suspeitos de terrorismo.

"(Os memorandos) fornecem razões legais para exercer o "submarino" (simulação de afogamento), as agressões e outros métodos brutais utilizados pela CIA", afirma a Newsweek.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Ferrovia pode reduzir custo do agronegócio em Mato Grosso

Com a redução estimada em 30% para o custo de transporte dos produtos do agronegócio de Mato Grosso para a Ásia, empresários peruanos das empresas mineradoras Mapsa e Noraustral apresentaram nesta semana ao presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/MT, secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia Pedro Nadaf, o projeto para captar frete para uma ferrovia privada a fim de interligar o porto de San Juan de Marcona, no litoral do Peru, a Porto Velho (RO) e Mato Grosso.

A instituição incentiva o acesso de empresas brasileiras ao comércio exterior por meio do Projeto Mercado de Fronteira, que reúne os Estados de Mato Grosso, Rondônia e Acre.

O presidente da Mapsa, engenheiro Fernando Bayona Peláez, informa que os “custos se reduzem em um terço porque o trecho entre San Juan e Cusco, no Peru, já têm financiamento”. O executivo citou a possibilidade de a ferrovia estar disponível em 2012 para o transporte a granel.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

DNIT atribui culpa de atrasos à burocracia do Governo

O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) culpa a burocracia do próprio governo pelos atrasos nas obras de reforma e reconstrução de rodovias usadas no escoamento da produção agrícola do país. A área ambiental do governo é apontada como responsável pelo atraso na concessão de licenças.

"Estamos perdendo para a burocracia", desabafou o diretor-geral do Dnit, Luiz Antonio Pagot. Ele reconhece que a duplicação do trecho da BR-163 entre Rondonópolis e Posto Gil (MT) ainda não saiu do papel, embora o relatório do PAC indique que o empreendimento esteja em obras. "São 300 km. Quero lançar a obra de 100 km ainda neste ano e mais 200 km em 2010", diz Pagot. A situação da BR-452 é ainda mais grave.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

20 março, 2009

Gás natural vai chegar direto nas casas de Belo Horizonte

A partir do segundo semestre, moradores de algumas regiões da Grande BH serão contemplados com o gás natural direto nas cozinhas de suas casas, em substituição dos tradicionais botijões do gás liquefeito de petróleo (GLP). O preço cobrado pelo metro cúbico está em estudo. O gás vai chegar primeiro no Bairro Cidade Nova, onde a malha da Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) já está mais adiantada. Serão cerca de 3 mil moradias atendidas na região, com investimentos a partir de R$ 15 milhões.

Paralelamente, o fornecimento será oferecido para até 1,5 mil residências no Bairro Santo Agostinho. Em seguida, o gás vai chegar ao Alphaville Lagoa dos Ingleses, em cerca de 300 apartamentos, e no Belvedere, onde os estudos para a implantação nos condomínios ainda estão em andamento. “Nosso desafio é entrar na oferta do gás residencial”, afirma o presidente da Gasmig, José Carlos de Mattos. “Vamos oferecer uma alternativa muito mais segura, barata e confortável, uma vez que a pessoa não vai mais precisar se preocupar com a troca dos bujões”, reforça.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Comissão de comércio exterior discute planejamento para 2009

A Comissão de Comércio Exterior de Sergipe (CCE) se reuniu na Codise na última quinta-feira, 19, sob a coordenação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedetec) para discutir as ações realizadas no biênio 2007-2008 e traçar estratégias para o ano de 2009. O encontro foi coordenado pelo secretário de Estado do Desenvolvimento, Jorge Santana, e contou com a participação de representantes das instituições parceiras Fies (CIN), Banco do Brasil, Sebrae, Codise, Infraero, Correios e Receita Federal.

A apresentação feita pelo técnico do Departamento Técnico da Sedetec, Danilo Munduruca, demonstrou os esforços da comissão na realização de várias iniciativas com o objetivo de atender as demandas do setor. A realização de treinamentos e encontros na área de comércio exterior nos últimos dois anos foi destacada na apresentação, que contou ainda com uma análise da Balança Comercial de Sergipe.

Conforme sugeriu o secretário Jorge Santana, será necessário fazer um apanhado dos programas federais relacionados à cultura de exportação para melhor direcionar as ações realizadas pela comissão. “A partir daí, será possível estabelecer um foco e definir os mercados que as empresas sergipanas possam atender a fim de estimular cada vez mais essa cultura no mercado local”, observou. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Crise econômica faz aprovação de Lula cair

O Instituto Datafolha divulgou nova pesquisa sobre a aprovação do governo Lula nesta sexta-feira (20). Os dados mostram que a aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva caiu em relação à última pesquisa, realizada em novembro: era de 70% e agora caiu para 65%.

Nos últimos meses, com o agravamento da crise econômica, a nota dada ao governo Lula também caiu, de 7,6 para 7,4, em igual período. As informações são do jornal "Folha de S. Paulo".

Entre as regiões do país, a aprovação do governo Lula - caracterizada pelas notas "bom" ou "ótimo" -, a melhor avaliação continua a ser no Nordeste (77%), seguido do Norte/Centro-Oete (64%), do Sudeste (60%) e do Sul (57%). No que se refere ao desempenho específico na área econômica, a aprovação caiu de 61%, há quatro meses, para 53%, atualmente.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

O perigo atravessa a BR-116

Aproveitando os buracos abertos por acidentes na mureta do km 256 da rodovia Capital-Serra (BR-116), pedestres arriscam suas vidas diariamente em Esteio, na Região Metropolitana.

Com a justificativa da ausência de uma passarela, os pedestres dividem espaço com carros e caminhões em uma das mais movimentadas estradas do Estado. De acordo com Elaine Silva, 33 anos, que precisa atravessar a via com o filho de quatro anos todos os dias para cuidar da avó, se arriscar é a única opção. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Por quê as exportações de frango dos EUA aumentaram em janeiro

Vem causando surpresa, no Brasil, a informação de que em janeiro de 2009 as exportações de carne de frango dos EUA, numa clara demonstração de estarem seguindo caminho inverso ao do produto brasileiro, aumentaram 33% em relação a janeiro de 2008 (vide “EUA abrem 2009 com significativo aumento na exportação de carne de frango”). Mas a análise dos principais compradores do frango norte-americano mostra de onde veio a grande contribuição para esse aumento: da Rússia.

Efetivamente, em janeiro de 2009 os embarques de frango dos EUA para a Rússia aumentaram quase 20% em relação ao mesmo mês de 2008 e mais de 500% (!) em relação ao mês anterior, dezembro de 2008.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Alckmin quer distrito industrial nas proximidades do aeroporto

O ex-governador de São Paulo e atual secretário estadual de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin (PSDB), propõe incrementar o Aeroporto Moussa Tobias, localizado na divisa entre Bauru e Arealva, com a implantação de um Arranjo Produtivo Local (APL), que se caracteriza por ser uma grande concentração de empresas, principalmente de pequeno e médio porte. Para isso, um técnico virá a Bauru buscar uma área para abrigar o novo distrito industrial e formatar o projeto.

“Vamos localizar novos investimentos nas proximidades do empreendimento. Para isso, José Luiz Ricca (da Secretaria Estadual de Desenvolvimento) irá para Bauru ajudar no projeto de APL. Podemos até ter uma incubadora de empresas, instalada dentro de um parque tecnológico”, afirma Alckmin.

De acordo com o secretário, existe a possibilidade do aeroporto se tornar internacional. “Se verificarmos que as empresas têm perfil exportador, podemos ter também o terminal alfandegado, que credencia o aeroporto internacionalmente.”

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

19 março, 2009

Lula admite redução no preço da gasolina

Os preços da gasolina poderão ser reajustados para baixo, contanto que não afetem os resultados da Petrobras, nem o superávit primário, de acordo com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele disse que a questão precisa ser analisada em reunião entre a Petrobras e o Ministério de Minas e Energia. "Tem que ver qual é a possibilidade de fazer isso sem causar nenhum problema com a Petrobras, nenhum problema ao superávit, porque a Petrobras contribui muito com o superávit primário do governo. Com tranquilidade, vamos discutir esses assuntos", afirmou Lula.

O presidente visitou ontem o terminal de regaseificação de GNL (gás natural liquefeito), na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, que também esteve presente, voltou a dizer que a política de preços da estatal é de longo prazo. "Nós não vamos repassar no mercado brasileiro, nem quando o mercado tiver um surto de preços altos, nem quando tiver um surto de preços baixos", salientou Gabrielli. Segundo ele, é preciso ter uma relação entre o mercado internacional e o brasileiro, mas que "leve em conta os preços internacionais, os preços brasileiros, o câmbio, o mercado futuro do petróleo e o mercado futuro de derivados". "Essa é a nossa política em seis anos", explicou.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Crise provoca queda nos preços da carne

A crise internacional atingiu em cheio o mercado de carnes no País e levou a uma queda generalizada de preços no mercado doméstico, sobretudo em janeiro e fevereiro. Levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que a alta acumulada em 12 meses dos preços dos bovinos no atacado até março, que ficou em 12,13%, é a mais baixa desde novembro de 2007, quando subiu 8,63%. Esse cenário também se reflete no varejo, onde a inflação acumulada em 12 meses da carne bovina é de 19,05%, a menor desde dezembro de 2007, quando a taxa acumulava 16,18% no período.

Para especialistas, essa variação de preços foi puxada para baixo principalmente durante janeiro e fevereiro, meses em que os preços das carnes deveriam estar subindo por conta do período de entressafra. Mas mostraram deflação, nesses dois meses, em praticamente todos os principais índices inflacionários do mercado. Além da FGV, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já havia detectado o fenômeno, no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de fevereiro, que mostrou o preço das carnes (bovina e suína) em queda de 2,14% - a mais forte deflação mensal em mais de dois anos. Nas últimas divulgações dos Índices Gerais de Preços (IGPs), o coordenador de Análises Econômicas da FGV, Salomão Quadros, já tinha alertado para o cenário atípico nos preços das carnes. Para ele, o setor é um dos exemplos mais visíveis de influência das consequências negativas do recuo na demanda internacional, que levou a uma redução nas exportações de carne brasileira.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Lula prevê que o País sai logo da crise

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou ontem que o Brasil foi o último país a entrar em crise e será o primeiro a sair. Lula atribuiu esta melhora aos sinais positivos como a retomada do consumo de gás natural, de energia elétrica e à reação do nível de emprego no mês passado, além do comportamento do comércio e o reaquecimento das vendas de automóveis.

Segundo Lula, o governo prepara algumas medidas para estimular a economia, como alterações na poupança, no ritmo das obras públicas e nos preços dos combustíveis. O presidente ponderou que, antes de baixar o preço da gasolina e do diesel, consultará as finanças da Petrobras porque a empresa é "importante para o superávit primário". (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Atividade nos portos cai com queda no comércio

O volume de cargas gerais teve queda de 25% no primeiro bimestre em comparação ao mesmo período do ano passado

A crise global reduziu exportações e importações e atingiu em cheio a atividade nos portos brasileiros neste início de ano. O volume de cargas gerais - produtos de alto valor agregado, transportados em contêineres - teve queda de 25% no primeiro bimestre em comparação ao mesmo período do ano passado. Os embarques de minério de ferro e celulose diminuíram quase 30% e os de produtos siderúrgicos, 50%. Na importação, os volumes da nafta petroquímica caíram 50% e os de fertilizantes, mais de 80%.

A única boa notícia é que já há sinais de melhora em março, embora tímidos. Agentes marítimos registraram ligeiro aumento no número de navios que transportam minério de ferro para a China. Também melhorou o fluxo de embarcações na importação carregadas com fertilizantes nos portos do Sul do país.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Lula elogia Sarney e diz que iniciativa é exemplo ao país

A reação às medidas adotadas no Senado foi positiva no Palácio do Planalto. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou a decisão de José Sarney (PMDB-AP) de afastar diretores e contratar uma consultoria diante da sucessão de suspeitas de irregularidades administrativas que se abateram sobre a Casa desde o começo do ano.

– Que bom que se tenha descoberto coisas no Senado e que se esteja corrigindo. É isso para nós o que importa. O Senado está tomando providências para corrigir coisas que estavam erradas. Isto é ótimo. Queria que todo mundo fizesse isso no Brasil inteiro. Tudo que estivesse errado, fosse corrigido. Quem sabe, um dia, a gente chega a ser uma nação perfeita – disse Lula.

Lula comentou as medidas promovidas pelo Senado durante visita a um terminal de regaseificação da Petrobras, na Baía de Guanabara, no Rio. O presidente também falou sobre a possibilidade de anulação ou adiamento da entrada em vigor dos aumentos concedidos a várias categorias do funcionalismo federal, se houver diminuição da arrecadação por causa da crise:

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

18 março, 2009

Preço internacional do óleo atingirá US$ 60 este ano

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) está diminuindo suas expectativas para conformar-se com uma meta de US$ 60 para cada barril de petróleo em 2009, até que o mundo supere a pior crise econômica em quase 80 anos. Os preços da commodity, que dispararam até US$ 147 em julho de 2008, recuaram mais de dois terços desde então e situam-se atualmente perto dos US$ 50.

No entanto, a Opep acredita que as cotações devem subir cerca de 15% até o fim deste ano, quando a economia mundial começar a se recuperar e a demanda aumentar um pouco.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

BM&FBOVESPA: Lucro cai 9% no 4º tri, mas sobe 20% em 2008

A BM&FBovespa registrou lucro líquido pro forma de R$ 202,4 milhões (R$ 0,10 por ação) no quarto trimestre de 2008, o que representa uma queda de 8,8% em relação ao mesmo período de R$ 222 milhões. No ano, entretanto, o lucro líquido subiu 20,3% em relação a 2007 passando de R$ 755,9 milhões para R$ 909,6 milhões.

A receita operacional líquida totalizou R$ 355,5 milhões no quarto trimestre de 2008, o que também representou queda de 10,6% em relação aos R$ 397,6 milhões reportados em igual período de 2007. A receita líquida operacional subiu 16,4% na comparação ano a ano, de R$ 1,376 bilhão para R$ 1,602 bilhão.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) totalizou R$ 235,6 milhões no 4º trimestre de 2008, uma redução de 12,8% em relação aos R$ 270,3 milhões em igual período do ano anterior. No ano, o lucro antes de impostos cresceu 25,8% elevando-se de R$ 866,2 milhões de 2007 para R$ 1,089 bilhão em 2008.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Barril WTI opera cotado a US$ 48,70 em Nova York

O preço do barril de petróleo do tipo WTI, com vencimento em abril, operava às 06h23 (horário de Brasília) com queda de 0,94%, cotado a US$ 48,70 na Bolsa de Mercadorias de Nova York (NYMEX, sigla em inglês).

O recuo nos preços da commodity é incentivado pelas especulações de que os níveis de estoques de petróleo cru nos Estados Unidos vão avançar - em função da baixa demanda do maior consumidor mundial de energia. Os dados serão divulgados nesta quarta-feira às 12h30 pela Energy Information Administration (EIA). (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Chávez firma lei de controle de portos e aeroporto

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, promulgou nesta terça-feira a lei que lhe permite assumir o controle dos portos e aeroportos do país. Até agora, esses locais eram administrados pelas autoridades estaduais. Chávez firmou a lei durante uma reunião do gabinete, transmitida pela TV.

E destacou que "o poder público regional, estadual e municipal jamais estará acima do poder nacional". A medida havia sido aprovada na semana passada pela Assembléia Nacional - controlada pelos chavistas. A regra reverte a descentralização do poder, que vigorava na Venezuela há 20 anos. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Rodovia terá 23 km de marginais

O trecho urbano da rodovia Marechal Rondon em Bauru terá 23 quilômetros de marginais, segundo informação da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). De acordo com o órgão, serão construídas pistas paralelas à rodovia nos dois sentidos, entre os quilômetros 336,5 (na altura do trevo da Eny) e 348 (próximo ao trevo de acesso à Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (Cteep), com o objetivo de separar os trânsitos urbano e rodoviário.

Embora a Artesp não tenha divulgado quando as obras serão concluídas, sabe-se que a concessionária BRVias, que assumirá a responsabilidade pelo corredor Oeste da Rondon - em que Bauru se inclui, deverá cumprir todas as obras previstas em edital dentro de 30 anos, prazo de validade do contrato. O deputado estadual Pedro Tobias, no entanto, avalia que a instalação das marginais em todo o trecho urbano da rodovia dependerá de um processo praticamente inviável de desapropriação de áreas pertencentes à Universidade do Sagrado Coração (USC), Posto Graal Sem Limites e Serviço Social do Comércio (Sesc).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

17 março, 2009

Opep mantém produção confiante nos cortes feitos

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) aprovou a manutenção das atuais cotas de produção, por recear que um quarto corte desde setembro do ano passado poderia elevar os custos dos combustíveis durante a pior fase já vivida pela economia mundial das últimas três décadas.

A organização, responsável por cerca de 40% da oferta mundial de petróleo bruto, terá como objetivo concluir as restrições à produção já aprovadas no fim do ano passado e se reunir novamente a 28 de maio para reexaminar sua política, disse o secretário-geral da entidade, Abdalla el-Badri, depois da reunião de ontem em Viena, na Áustria.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística