15 janeiro, 2009

Voo internacional dribla o câmbio e cresce 25%

Mesmo com a oscilação do dólar, o mercado internacional avançou no último ano, pois o número de passageiros nestes voos cresceu mais de 25% em 2008, na comparação com o ano anterior, para as empresas brasileiras. Enquanto isso, o transporte de usuários nos voos nacionais avançou pouco mais de 7%, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O potencial do turismo externo também se confirma no demonstrativo da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que no acumulado de janeiro a novembro de 2008, registrou o embarque e desembarque de mais de 12 milhões de pessoas, contra 11,4 milhões do mesmo período de 2007, nos 67 aeroportos da Infraero.

Diante da demanda crescente, a Anac propôs uma resolução para que as companhias possam adotar até 20% de descontos para os bilhetes internacionais, chegando a possibildados 100% em 2010, mas uma decisão da Justiça Federal anulou a possibilidade, por um pedido do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (SNEA), sob a alegação de que a liberação prejudicaria as companhias locais. Porém a Anac não deve desistir da ideia. "A liberdade tarifária é um condição necessária para que haja concorrência e melhoria nos serviços", disse ao DCI, Ronaldo S. da Motta, diretor da agência. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: