30 janeiro, 2009

Lula ironiza FMI e diz que "mundo desenvolvido" se achava infalível

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez críticas nesta quinta-feira (29) aos países ricos e a órgãos econômicos como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial. Lula lembrou que nas crises anteriores os países ricos e estes organismos obrigavam os países em desenvolvimento a aceitar cortes de gastos e redução de investimentos. Lula participa do Fórum Social Mundial, em Belém, junto com presidentes de quatro países da América do Sul.

“Parecia que eles eram infalíveis e nós éramos incompetentes. Está provado que Deus escreve certo por linhas tortas. A crise não é nossa. É deles. A crise não nasceu por causa do socialismo bolivariano do Hugo Chavez. Não nasceu das brigas do Evo Morales. A crise nasceu porque durante os anos 80 e 90, ao estabelecerem a lógica do consenso de Washington, eles venderam a lógica de que o Estado não prestava pra nada e que o "deus mercado" ia desenvolver o país e fazer justiça social. Esse "deus mercado" quebrou por falta de controle, por causa da especulação”, disse Lula.

O presidente foi irônico ao se referir ao FMI dizendo que o órgão deveria mostrar aos países desenvolvidos como resolver a crise financeira internacional.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: