22 janeiro, 2009

Clima argentino rende dia de alta para os grãos

O clima adverso para a implementação e o desenvolvimento das lavouras de verão sul-americanas garantiu um fechamento positivo para as cotações da soja e do milho na Bolsa de Chicago (CBOT) ontem. O primeiro contrato da soja, com vencimento em maio de 2009, avançou 28,5 pontos nesta quarta-feira, para US$ 10,205 o bushel (27,2 quilos). O primeiro vencimento do milho (contrato dez/09) foi a US$ 3,9025 o bushel (25,4 quilos), com alta de 6,75 pontos.

No primeiro dia de Barak Obama como presidente dos Estados Unidos, os mercados financeiro e de energia pouco influenciaram os preços dos grãos. Os investidores voltaram-se aos fundamentos para definir os rumos das cotações. Ao longo do dia, soja e milho oscilaram perdas e ganhos. O fôlego para a arrancada final veio da Argentina. Nos momentos finais do pregão, a secretaria de agricultura do país divulgou levantamento que diminui suas estimativas para o plantio de soja e de milho e a sua projeção para a safra de trigo. (Fonte)

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: