18 dezembro, 2008

Yeda abre nova rota de exportação

Com o descerramento da placa inaugural e a remoção dos cones da pista, a governadora Yeda Crusius liberou ontem o tráfego de veículos no último trecho que ainda estava incompleto no eixo sul da RSC-471. A solenidade aconteceu ao lado do viaduto e da ponte sobre o Arroio Abranjo, na área conhecida como variante ambiental, no interior de Encruzilhada do Sul.

A conclusão das obras de arte no trecho de 700 metros abre definitivamente o novo corredor de exportação entre o Vale do Rio Pardo e o Porto de Rio Grande. O ato também marcou o término dos serviços de readequação nos 48,5 quilômetros da rodovia entre Pantano Grande e Encruzilhada do Sul, iniciados em 2002. Ainda houve a entrega oficial da pavimentação de 25,3 quilômetros entre a localidade de Boa Esperança e a ponte sobre o Rio Camaquã, que começou em 2001, com custo de R$ 49 milhões.

A construção da ponte e do viaduto no Arroio Abranjo teve início em outubro do ano passado, com o investimento de R$ 13 milhões, conforme valores atualizados pelo Daer. As obras de readequação, com a abertura de um contorno na área urbana de Pantano Grande, três novos trevos no município e outro em Encruzilhada do Sul, custaram ao Estado R$ 51,3 milhões. Com a conclusão da obra, o Daer estima que 400 caminhões utilizarão a rodovia por dia. O trajeto reduz em 110 quilômetros a distância entre os municípios da região e o Porto de Rio Grande, em comparação ao itinerário pela RSC-287, BR-386 e pela BR-116. Os serviços integram o Programa Estruturante Duplica RS.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: