28 novembro, 2008

Retomada de exportação para UE pressionará preço da carne

A notícia de que o Mato Grosso do Sul e todo o Estado de Minas Gerais e do Mato Grosso poderão voltar a fornecer bovinos que atendam à demanda européia por carne in natura a partir de 1º de dezembro, ocasionará um efeito de pressão de alta ainda maior para os preços do boi e da carne no mercado interno brasileiro, sobretudo a partir da entressafra de 2009.

Embora seja difícil traçar cenários de curto, médio e longo prazos por conta da crise financeira global, que afetará demandas de mercados, especialistas acreditam que a notícia é positiva para o setor produtivo brasileiro.

"Se a habilitação de fazendas continuar nesse bom ritmo e levando em conta o fato de que a oferta de gado no Brasil vai continuar reduzida, o impacto sobre os preços no mercado interno poderá se intensificar ainda mais", avalia Fabiano Tito Rosa, consultor da Scot Consultoria. De acordo com a consultoria, o rápido movimento de autorização de novas propriedades habilitadas pelos europeus já colaborou, em parte, com o aumento de 5% dos preços do traseiro no atacado no último mês, para R$ 6,70 o quilo. "O aumento significativo é resultado do efeito exportação e também de maior demanda no mercado interno pelos cortes de churrasco, por conta do fim de ano", completa Tito Rosa.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: