11 novembro, 2008

O Modelo de Cidades-Aeroporto e Minas Gerais

O setor aeroviário é um tema recorrente nas avaliações sobre o futuro da matriz de transportes e da economia mundial como um todo. Em especial, o Estado de Minas Gerais apresenta-se como o vetor desta análise, ao inovar, com o desenvolvimento do aeroporto de Confins, saindo do modelo industrial para o de cidades-aeroporto.

Ao assumir que a economia mundial caminha para o consumo de produtos de alto valor agregado e na realização de compras pelo menor tempo possível, as empresas correm contra o tempo para investir na movimentação de cargas por empresas aéreas.

Porém, deve-se prestar atenção na atual conjuntura do setor. Os custos das empresas aéreas apresentam uma tendência crescente, ainda mais em um momento de crise de crédito, oriunda dos Estados Unidos. Em paralelo, a freqüência da movimentação de cargas é algo crítico, correlacionando-se ao número reduzido de empresas cargueiras, que utilizam aviões com restrições por movimentação de produtos nos terminais de cargas aeroportuários.

QClique aqui e veja o artigo na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: