12 novembro, 2008

Incerteza do mercado faz dólar fechar em alta de 1,51%, a R$ 2,22

A falta de confiança dos investidores estrangeiros, por conta da crise no setor corporativo dos Estado Unidos, está trazendo valorização para o dólar comercial. Nesta terça-feira, a moeda norte-americana fechou em alta de 1,51%, negociada a R$ 2,225 para venda. O dólar futuro, com vencimento para dezembro deste ano, terminou o dia a R$ 2,234. Já a moeda com vencimento para outubro do próximo ano terminou o dia negociada a R$ 2,34 para venda.

Segundo Paulo Nepomuceno, economista-chefe da Coinvalores, diversos fatores estão influenciando a alta da moeda. "Em primeiro lugar, vem a desvalorização de todas as moedas internacionais. Em segundo, aparece o momento de crise corporativa nos EUA. Por fim, a Bolsa de Nova York vem caindo, trazendo mais insegurança para o investidor, que, por sua vez, migra para os títulos do Governo Americano, influenciando diretamente a elevação do preço do dólar", explica Nepomuceno.

Outro motivo que fez com que o dólar subisse foi o movimento natural de fim de ano, em que as filiais de empresas estrangeiras no Brasil, mandam a moeda para sua matriz. "Esta é uma transação que acontece neste período do ano, mas que acaba fazendo o dólar subir, porque não existe todo esse dinheiro disponível no mercado brasileiro. As empresas localizadas aqui no Brasil vendem sues ativos e mandam o dólar lá para fora", diz o economista, que acrescenta que a crise vivida pela Rússia também pode mexer com o mercado. "A Rússia não passa por um bom momento. Eles [Rússia] aumentaram a taxa básica de juros, que pode frear a economia", diz ele.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: