14 novembro, 2008

Etanol estimula trabalho escravo

Goiás e Alagoas lideram a lista de resgates de trabalhadores encontrados em condições análogas à de escravos neste ano, com 40% do total de ações dos fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

O índice foi alcançado pela expansão de usinas produtoras de etanol nesses estados - já que a maioria dos trabalhadores foi resgatada de propriedades produtoras de cana-de-açúcar - e pela intensificação das ações do MTE nessa atividade.

Foram resgatados 867 trabalhadores em Goiás e 656 em Alagoas. De acordo com Giuliana Cassiano, da Divisão de Fiscalização para a Erradicação do Trabalho Escravo do MTE, a incidência de trabalho degradante também é grande em propriedades rurais do Pará e do Mato Grosso, onde foram resgatados 592 e 407 trabalhadores, respectivamente.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: