14 novembro, 2008

Consórcio Metrô Leve sai na frente para projeto de metrô

Oito propostas foram apresentadas ontem, por empresas interessadas em assumir a elaboração do estudo que dará origem ao Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista (SIM), para consolidar o chamado "projeto funcional", serão quatro as etapas previstas no SIM, e a apresentação do "projeto básico" da primeira fase do sistema deverá custar um total de R$ 750 milhões.

O consórcio que está à frente é o Metrô Leve, ao propor a realização da empreitada por R$ 4, 070 milhões, o que consolida mais um passo na aceleração do Plano de Expansão do Governo de São Paulo, para onde estão previstos aportes de R$ 19 bilhões nos sistemas de Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e Metrô.

Outros consórcios, como o Transporte SIM e a Oficina Focco, ficaram perto da conquista do projeto, ao propor orçamentos de R$ 4, 074 milhões e R$ 4, 450 milhões, respectivamente. Grupos como Concremat Sysfer TTC e Planservi Setepla apresentaram propostas acima de R$ 6,5 milhões para fazer o trabalho. Entre hoje e o dia 19, serão abertas as propostas para os projetos dos corredores metropolitanos de Guarulhos a São Paulo (Tucuruvi), além de Itapevi a São Paulo (Butantã).

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: