27 novembro, 2008

Alta Floresta tem nova queda nas exportações

As exportações de Alta Floresta tiveram no montante acumulado de dez meses se comparado com mesmo período do ano passado. Dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior revelam que entre janeiro a outubro as movimentações somaram pouco mais de US$11,2 milhões, ante os US$17,7 milhões anteriores, redução 36,66%. As quedas têm se tornado constantes. No trimestre chegou a -1,49%. No quadrimestre, em -12,03%. Em cinco meses, -25,70%. No semestre, 25,71%. Em sete meses, -26,71%. Em oito meses, -30,02%. Em nove, -34,14%.

De janeiro a outubro, a madeira (não conífera) encabeçou a relação de produtos destinados ao mercado internacional, com as vendas ultrapassando os US$8,9 milhões, 80,21% de participação sobre a fatia total. Em seguida, apareceram outras madeiras serradas/cortadas em folhas, com espessura superior a seis milímetros, com US$1,8 milhão em negócios, ou 16,44%.

Madeira de Ipê, serrada/cortada em folha com espessura também superior a seis milímetros, negociados US$325,1 mil, 2,90% do volume geral. De madeira de cerdro serrada, US$36,9 mil. De portas, caixilhos, alizares e soleiras, de madeira, o município exportou US$14,8 mil, menos de 1% do geral.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: