31 outubro, 2008

Superávit primário cresce 56,8% em 2008

A arrecadação recorde de impostos garantiu mais uma vez um superávit primário expressivo para o governo central, que inclui Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência. A economia feita para pagar os juros da dívida foi de R$ 6,007 bilhões em setembro e chegou a R$ 80,8 bilhões no acumulado de 2008. No ano, houve um crescimento de 56,8%.

O superávit primário é a diferença entre as receitas líquidas do governo e as despesas. Até setembro, as receitas líquidas subiram 17,4%, para R$ 432,1 bilhões, impulsionadas pela arrecadação de impostos, que cresce em um ritmo equivalente ao dobro do PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas no País). As despesas do governo subiram 11% no mesmo período, para R$ 351,3 bilhões.

O superávit primário acumulado até setembro pelo governo central equivale a 3,81% do PIB estimado para o período. Esta é a segunda desaceleração, nessa comparação, em relação aos resultados de janeiro a agosto, que representou 3,99% do PIB, e de janeiro a julho, quando anotou 4,19% do PIB.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: