07 outubro, 2008

Setor de commodities vai sofrer mais com a crise, diz professor

O professor Mauro Guillén, diretor do Lauder Institute e professor de gestão internacional na escola Wharton (Universidade da Pensilvânia), acredita que as empresas e países ligados ao setor de commodities vão sofrer mais com a crise financeira nos Estados Unidos e Europa devido aos seus efeitos sobre o crescimento da economia mundial. Segundo ele, por ter no petróleo e no gás 65% de suas exportações, a Rússia deve sofrer mais que países como Brasil, Índia e China. A Rússia também teria um sistema financeiro mais frágil e uma inflação não tão sob controle quando os demais Bric. Já o Brasil e a Índia têm a vantagem de possuir um sistema financeiro sólido, que não está contaminado por papéis podres. No entanto, o Brasil tem o agravante de registrar déficit em conta corrente. Leia abaixo os principais trechos da entrevista:

Ontem à noite eu achei uma entrevista que o senhor concedeu em junho ao Financial Times, respondendo a perguntas dos leitores sobre exatamente o mesmo tema de que estamos falando hoje: como a crise deve afetar os mercados emergentes. De junho para cá, muita coisa mudou, não é mesmo? Por exemplo, naquela época, o senhor dizia que os altos preços das commodities beneficiariam os emergentes ainda por bastante tempo, mas hoje vemos uma grande queda nesses preços...

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: