22 outubro, 2008

Câmbio artificial agrava crise de liquidez

Uma das maiores manifestações de vícios da política macroeconômica brasileira das últimas duas décadas é identificável na sobrevalorização da moeda nacional, hoje o Real. Os muitos esforços, todos baldados, para a contenção da inflação já nos governos Sarney (1885-1990) e Collor (1990-1992), na falta de competência e/ou de condições políticas para o equilíbrio orçamentário, resultaram nos planos econômicos então lançados, e de triste memória, que tinham como principal arma o barateamento das importações trazido pela sobrevalorização da moeda nacional.

Nos governos de Itamar Franco (1992-1994) e Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), as medidas tomadas com relação ao chamado Plano Real trouxeram um maior grau de disciplina macroeconômica às contas do País, sem no entanto abdicar ao veneno da sobrevalorização cambial, tradicionalmente utilizado no lugar da boa gestão. No governo Lula (2003-), houve a continuidade da política cambial das duas administrações anteriores.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: