17 outubro, 2008

Brasil é considerado mais sólido dos BRICs

O muro dos BRICs - grupo de países composto por Brasil, Rússia, Índia e China - está prestes a ser atingido pelos efeitos do aperto na disponibilidade de crédito, dizem analistas do Merrill Lynch em nota distribuída nesta quinta-feira. Mas, para o banco, os mercados emergentes têm alguns "truques na manga" e "podem ajudar a estabilizar a economia global". O Merrill Lynch destaca que o Brasil apresenta, entre os quatro países, as melhores condições estruturais para o crescimento, citando políticas macroeconômicas sólidas, política monetária pró-ativa e o fato de o crescimento do País não ter sido o principal beneficiário da bonança externa.

A Rússia, por sua vez, apresenta a pior condição estrutural, na opinião do Merrill. Segundo os analistas, enquanto o país é rico em fontes naturais, enfrenta condições desfavoráveis para o desenvolvimento econômico, aumento da presença do Estado e o risco da "doença holandesa" (processo de desindustrialização em virtude do excesso de valorização da moeda local), além de sérios problemas demográficos de longo prazo. A Índia oferece a maior promessa de longo prazo, diz o Merrill Lynch, e a China, as melhores perspectivas para o boom no consumo.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.


Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: