28 outubro, 2008

Argentina amplia lista de produtos com entrada restrita

Pouco depois do fim da VII Reunião Extraordinária do Conselho do Mercosul, em Brasília, nesta segunda-feira, a Direção Geral de Aduanas (órgão que controla a entrada de produtos na Argentina,) divulgou comunicado ampliando a lista dos produtos que sofrerão mais restrições para entrar no país. Desta vez, o alvo são os produtos do setor têxtil.

A assessoria do órgão explicou que estes produtos deveriam ter sido incluídos na medida divulgada há quinze dias e que listou quase 22 mil produtos, principalmente da Ásia, que sofrerão restrições para entrar na Argentina. A lista também incluiu mercadorias brasileiras.

O comunicado, intitulado "Valores - Critério de Caráter Preventivo", estipula preços mínimos para entrada de alguns produtos no país, procurando evitar assim a entrada de mercadorias com preços muito abaixo do valor de mercado.

"Conforme expressou a Organização Mundial de Aduanas, a definição deste critério de valores (...) representa estímulo e proteção à indústria nacional", diz o documento.

A nova lista inclui determinados produtos de algodão, de fibras sintéticas e de lã, entre outros.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: