15 setembro, 2008

Crise nos EUA afetou as exportações

A crise na economia dos Estados Unidos - para quem o Brasil exporta praticamente toda a produção de lagosta - e a desvalorização do dólar em 2008 foram determinantes para a queda no preço do crustáceo. Para agravar ainda mais a situação, o Brasil tem tido problemas com a qualidade da lagosta.

"O controle sanitário norte-americano estava mandando de volta o que a gente exportava", lembra René Schärer, do Comitê de Gestão para o Uso Sustentável da Lagosta no Brasil. De acordo com o presidente da Federação dos Pescadores no Ceará, Raimundo Ribeiro, alguns restaurantes nos Estados Unidos estão colocando faixa para informar que não compra produto importado do Brasil.

"Há contêineres voltando. Outros países exportam lagosta de melhor qualidade, como a Nicarágua. E é claro que o mercado vai optar pelo (produto) melhor", confirma o titular da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República (Seap-PR), ministro Altemir Gregolin. O problema está na forma como os atravessadores - intermediários que compram a lagosta dos pescadores e vendem para as empresas - armazenam o produto.

Clique aqui e veja a notícia na íntegra.

Postado por: NewsComex - Comércio Exterior e Logística

Nenhum comentário: